Ronaldo com salários em risco na Juventus (mas o futuro não passa pelo Sporting)

Alessandro Di Marco / EPA

A Juventus está a negociar com os jogadores o atraso no pagamento de alguns salários devido à grave crise financeira que atravessa. Cristiano Ronaldo é um dos mais bem pagos do plantel e o seu futuro continua a ser alvo de especulações, mas não vai passar por Portugal.

A garantia é dada pelo empresário de Cristiano Ronaldo, Jorge Mendes, que assegura que “de momento, os planos para a carreira dele não passam por Portugal“, conforme declarações ao jornal Record.

Palavras que surgem depois de se ter noticiado que o título de campeão do Sporting poderia impulsionar o regresso de Cristiano Ronaldo à casa onde se formou como futebolista.



Jorge Mendes sublinha que “Cristiano está orgulhoso pelo título conquistado pelo Sporting”, mas descarta o seu regresso ao clube no futuro próximo.

Salário e benefícios fiscais “prendem” Ronaldo à Juve

O craque português tem contrato com a Juventus até Junho de 2022 e tem-se especulado quanto à sua continuidade na equipa. Tanto mais num ano em que a Vecchia Signora pode ficar afastada da Liga dos Campeões, pois ainda não conseguiu o apuramento para a prova.

A imprensa italiana tem reportado algum mal-estar no balneário da Juventus, notando que há jogadores desagradados com os privilégios de Cristiano Ronaldo.

Por outro lado, o facto de a Juventus poder falhar a participação na Champions League é visto como um potencial motor para a saída de Ronaldo da equipa. Contudo, começam a surgir rumores de que o craque poderá continuar para disputar a Liga Europa.

O desportivo La Gazzetta Dello Sport refere que o elevado salário do atleta de 36 anos, bem como os benefícios fiscais que Itália oferece aos estrangeiros, são motivos fortes para prender Ronaldo à Juventus.

Manchester United, Real Madrid e Paris Saint-Germain (PSG) têm sido apontados como potenciais interessados na compra do passe do jogador.

Neymar, que renovou recentemente com o PSG, confessou que sonha ainda poder jogar ao lado de Cristiano Ronaldo, o seu grande ídolo da juventude.

Mas o salário líquido anual da ordem dos 35 milhões de euros que Ronaldo ganha na Juventus pode assustar até mesmo estes clubes ricos, sobretudo a meio de uma crise financeira que está a afectar seriamente os gigantes do futebol.

Juventus pede “sacrifícios salariais” aos jogadores

Em Itália, a crise pandémica está a complicar e muito a vida aos clubes, nomeadamente à Juventus que está a tentar adiar o pagamento de quatro meses de salários aos jogadores.

A imprensa italiana reporta que o clube está em negociações com os jogadores no sentido de que façam “sacrifícios salariais”. O objectivo é adiar o pagamento dos salários de Março, Abril, Maio e Junho deste ano para o próximo ano fiscal.

Na época 2019/2020, a Juventus já tinha pedido o adiamento do pagamento de alguns salários. Nessa altura, os jogadores e a equipa técnica renunciaram a uma parte dos vencimentos relativos a quatro meses de salários, tendo recebido apenas 2,5 meses na época seguinte. Um acordo que permitiu ao clube poupar cerca de 33,75 milhões de euros.

Para esta época, a ideia será apenas adiar o pagamento dos salários, uma medida que já foi tomada pelo Inter de Milão, por exemplo.

O acordo de adiamento permitiria um desafogo de cerca de 80 milhões de euros, o que seria essencial para os depauperados cofres da Juventus. Nos últimos seis meses, o saldo foi de 113 milhões de euros de prejuízos, segundo avançou a imprensa italiana.

Além da difícil situação financeira acentuada pela pandemia de covid-19, a Juventus teme também possíveis sanções da UEFA por causa da participação na Superliga dos ricos. E falhar o apuramento para a Liga dos Campeões será outro duro golpe financeiro para o clube.

Dados que surgem numa altura em que Cristiano Ronaldo e Dybala aparecem nas notícias com os carros super-potentes e muito caros que terão adquirido ultimamente.

Após a derrota de 3-0 da Juventus diante do AC Milan, Ronaldo foi visitar a fábrica da Ferrari em Maranello (Itália) e, segundo alguns media, saiu de lá com um Monza que está avaliado em mais de 1,6 milhões de euros.

Já Dybala terá comprado um Lamborghini Aventador S Roadster que custará cerca de 385 mil euros.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Paulo Dybala (@paulodybala)

Susana Valente, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Isto do futebol é uma imoralidade. Os gladiadores dos tempos modernos, o ópio do povo. Também gosto de futebol, quando há espectáculo, correcção e fair-play. Mas este futebol enoja qualquer um.

RESPONDER

Os balões incendiários são a mais recente arma nas tensões Israel-Hamas

Durante a noite, forças israelitas voltaram a quebrar o cessar-fogo e lançaram um ataque aéreo na Faixa de Gaza em resposta a balões incendiários lançados pelo Hamas. Ativistas palestinianos lançaram dezenas de balões incendiários por cima …

Croácia 1-1 República Checa | Perisic empata e ninguém se chateia

A República Checa empatou hoje a um golo com a Croácia, em encontro da segunda jornada do Grupo D do Euro2020 de futebol, disputado em Glasgow, colocando-se em boa posição para chegar aos oitavos de …

Rio Ave não vai admitir adeptos nos jogos

Federação confirmou que o público pode voltar ao futebol mas o clube de Vila do Conde considera que a medida anunciada é injusta e tardia. Algumas competições organizadas pela Federação Portuguesa de Futebol estão autorizadas a …

Parlamento levanta imunidade a André Ventura

O levantamento da imunidade parlamentar permite a André Ventura responder perante o Tribunal Judicial da Comarca de Braga sobre o jantar-comício nas presidenciais, que contou com mais de 170 pessoas. O Parlamento levantou, esta sexta-feira, a …

Adeptos do Parma contestam regresso do Buffon "mercenário"

Faixa exibida à porta do estádio do Parma recorda saída para a Juventus, em 2001: "Saíste como mercenário". Gianluigi Buffon está de volta ao Parma, 20 anos depois. Mas nem todos os adeptos do emblema italiano …

Ex-adjunta da ministra da Justiça vai investigar corrupção no Governo

A magistrada Carolina Costa, que foi adjunta da ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, foi escolhida para integrar o Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP). Ora, este órgão, está a investigar vários elementos …

Coro de críticas ao "fecho" da Área Metropolitana de Lisboa aumenta. Governo insiste que medida é constitucional

O Governo insiste que o "fecho" da Área Metropolitana de Lisboa (AML) é uma medida prevista na situação de calamidade, mas o coro de críticas aumenta. Na conferência de imprensa desta quinta-feira, a ministra Mariana Vieira …

Como foi possível? "Inquérito urgente" à transferência de 788 mil euros para desempregado

Ainda não se sabe como é que foi possível que a Segurança Social tenha transferido 788 mil euros para um desempregado. O caso já levou à abertura de um "inquérito urgente" e o Governo quer …

MP investiga protesto com alegadas saudações nazi

Uma fonte oficial da Procuradoria-Geral da República revelou esta sexta-feira que foi instaurado um inquérito, dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, às alegadas saudações nazi na manifestação que ocorreu na Praça …

Eriksen tem alta hospitalar

Seis dias depois de sofrer uma paragem cardíaca, Christian Eriksen teve alta hospitalar e visitou o estágio da seleção dinamarquesa antes de regressar a casa. Christian Eriksen teve alta hospitalar esta sexta-feira, confirmou a federação dinamarquesa, …