Depois de Latifa e Haya, mais uma princesa pediu ajuda para fugir do Dubai (e está desaparecida)

(cv) Escape from Dubai / YouTube

A princesa Latifa foi a primeira a tentar escapar do Dubai

Depois da fuga da princesa Latifa e da princesa Haya do Dubai, outra jovem gravou um vídeo a pedir ajuda para escapar dos seus pais. Agora, está desaparecida.

De acordo com o jornal espanhol El País, a mulher, Maitha al Maktum, garantiu que não aguenta mais e que planeia sair na mesma noite. Como Latifa, uma das filhas do emir de Dubai, a sua prima Maitha quer fazer com que essa mensagem a proteja do esquecimento. “Se me apanharem, estou morta”, disse.

O advogado britânico David Haigh partilhou a gravação com o programa 60 Minutes da televisão australiana, que a transmitiu. Sentada na frente da câmara, a jovem, vestida com uma camisola azul e brincos discretos, mostra o seu cartão dos Emirados para provar asua identidade, embora apareça desfocado. A jovem pede desculpas pela música de fundo com a qual, explica, tenta impedir que alguém ouça o que está a grava.

“Estou a planear sair hoje à noite. Porquê? Já não aguento mais. Estou… eu simplesmente não aguento mais”, disse Maitha, no vídeo. “Estou cansada dos meus pais, sinto que… vou sair daqui a algumas horas. Se me apanharem, estou morta“, acrescenta, entre soluços, antes de explicar que quer que o vídeo seja transmitido caso algo lhe aconteça.

Nos cortes mostrados no programa de televisão, Maitha não diz a sua idade nem explica o motivo específico da sua decisão.

Haigh, o advogado a quem enviou a gravação, diz que a jovem de 26 anos quer deixar Dubai devido ao tratamento que as mulheres recebem nos Emirados.

Apesar da imagem de modernidade que projeta, os Emirados Árabes Unidos mantém o sistema de tutela masculina sobre as mulheres, que limita a sua liberdade e existe em diferentes graus nas seis monarquias da Península Arábica.

Haigh, que também é um dos ativistas por trás da campanha internacional pela libertação de Latifa, disse que perdeu o contato com Maitha após a tentativa de fuga mencionada no vídeo “no final do ano passado”. Desde então, o seu paradeiro é desconhecido.

Maitha não é filha do emir do Dubai, Mohamed Bin Rashid al Maktum, mas uma sobrinha do lado materno da sua família.

Nos Emirados, as mulheres são subordinadas, independentemente da idade ou do estado civil, ao tutor, seja o pai, o marido ou, em alguns casos, outro homem da família. Embora na Arábia Saudita tenha diminuído nos últimos anos, nas seis monarquias, as mulheres precisam da permissão do guardião para se casar e o chefe da família tem autoridade para limitar os seus movimentos.

Maitha é a terceira mulher da família dominante de Dubai a tentar escapar nos últimos dois anos. Maitha inspirou-se na tentativa de Latifa. Em março de 2018, a princesa conseguiu fugir num iate, mas foi capturada na costa da Índia por um grupo de homens armados e regressou aos Emirados.

Depois de Latifa, a princesa Haya, sexta mulher do emir do Dubai, fugiu do Dubai para o Reino Unido, disposta a conseguir o divórcio, mas temendo pela sua vida. Haya e os dois filhos poderão estar sob proteção da família real britânica.

Recentemente, um tribunal britânico concluiu que o emir do Dubai, Mohammed bin Rashid Al Maktoum, tentou raptar duas das suas filhas e criou um esquema de “intimidação” à mais recente esposa, a princesa Haya bint al-Hussein, filha do falecido rei da Jordânia.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Paulo Fonseca em negociações com o Lyon

O ainda treinador da AS Roma, que vai ser substituído por José Mourinho na próxima temporada, já estará em negociações com o Lyon. Segundo o jornal Record, Paulo Fonseca não só figura na lista de prioridades …

"Incongruente" e "inadequada". Antigos militares criticam reforma das Forças Armadas

Antigos militares consideram que o melhor seria suspender a proposta do Governo que admitem que "nem em tempo de guerra tem lugar". Um grupo de antigos militares GREI - Grupo de Reflexão Estratégica Independente - sugere …

Manchester City conquista título no sofá e com costela portuguesa. É o terceiro em quatro anos

O Manchester City garantiu esta terça-feira a conquista do seu sétimo título de campeão inglês de futebol, e terceiro em quatro anos, face ao desaire do Manchester United na receção ao Leicester (1-2), na 36.ª …

Venda da Groundforce pode ficar nas mãos do administrador de insolvência

A apreciação judicial do pedido de insolvência da Groundforce feito pela TAP ainda deverá demorar alguns meses. Até lá, o acionista maioritário terá de conseguir vender a sua parte, ou a decisão poderá passar para …

Estádio do Dragão vai receber final da Liga dos Campeões

O Estádio do Dragão, na cidade do Porto, vai ser o palco da final da Liga dos Campeões, entre Chelsea e Manchester City, agendada para 29 de maio. A hipótese de a cidade "Invicta" e o …

Ministério Público, viúva de Ihor e inspetores vão recorrer da sentença

Tanto o Ministério Público, como a viúva de Ihor Homeniuk e os inspetores do SEF, vão recorrer da decisão no caso da morte do ucraniano no aeroporto. Procuradora considera que penas foram demasiado leves. A decisão …

Entre a espada e a parede. Ministro do Ambiente de “olhos fechados“ em relação à agricultura intensiva

João Pedro Matos Fernandes, ministro do Ambiente, continua a fugir a perguntas sobre a expansão da área de estufas no Parque Natural do Sudoeste Alentejano, quando questionado em audição na comissão parlamentar de Ambiente sobre …

Uma questão de minutos. Os antigos romanos quase foram salvos da erupção do Vesúvio

Centenas de romanos antigos que fugiram da erupção do Vesúvio em 79 estavam a poucos minutos de serem resgatados num barco enviado pelo historiador Plínio, o Velho, quando morreram. Os esqueletos de 300 habitantes da cidade …

Regime de prevenção da corrupção isenta políticos e órgãos de soberania. Delação premiada gera críticas no PS

Os gabinetes dos principais órgãos políticos e de todos os órgãos de soberania, assim como o Banco de Portugal, vão ser excluídos do novo regime geral de prevenção da corrupção. De acordo com o jornal Público, …

”Pouco realista”. Banco de Portugal arrasa plano do Novo Banco para a dívida de Vieira

O Banco de Portugal considera que a reestruturação da dívida de Luís Filipe Vieira no Novo Banco é “pouco realista” e tem “pouca aderência à realidade”. A reestruturação da dívida do grupo de Luís Filipe Vieira …