Kurt Volker, enviado especial norte-americano à Ucrânia, demite-se

usembassykyiv / Flickr

Kurt Volker, emissário dos Estados Unidos para a Ucrânia

O ex-embaixador dos Estados Unidos na NATO, Kurt Volker, demitiu-se do cargo de enviado especial à Ucrânia. A notícia foi avançada pelo Washington Post.

Kurt Volker, emissário dos Estados Unidos para a Ucrânia, renunciou ao cargo esta sexta-feira, depois de ter sido convocado pelo Congresso para depor numa investigação que pode resultar na destituição do Presidente norte-americano, Donald Trump.

Uma fonte ligada ao processo, que pediu anonimato, confirmou a renúncia de Volker, que já tinha sido revelada pelo jornal estudantil da Universidade do Estado do Arizona, onde o diplomata dirige um instituto. Segundo a RTP, quando interrogado sobre o tema da Ucrânia, Kurt considerou ser um assunto sensível e ainda em desenvolvimento, e pouco mais adiantou.

Várias comissões do Congresso dos Estados Unidos que investigam os contactos do Presidente norte-americano com Kiev, para iniciar um julgamento político, requereram documentos ao secretário de Estado, Mike Pompeo.

As comissões também chamarão a depor durante as próximas duas semanas cinco funcionários do Departamento de Estado – equivalente ao Ministério dos Negócios Estrangeiros – com conhecimento dos factos que investigam, segundo um comunicado conjunto. Entre os citados figura Kurt Volker, a embaixadora dos Estados Unidos na Ucrânia, Marie Yovanovitch, que deporá a 2 de outubro, e o embaixador de Trump para a União Europeia, Gordon Sondland (dia 10).

Estas são as primeiras citações emitidas pelas comissões que, desde terça-feira, investigam os contactos entre Trump e Kiev para desencadear um processo político de destituição do Presidente dos Estados Unidos, uma ação ordenada pela presidente da Câmara Baixa, a democrata Nancy Pelosi.

Os Democratas consideram que Trump usou o seu cargo presidencial para pressionar Zelensky a prejudicar um adversário político, dizendo que isso se enquadra na tipologia de “crimes e delitos graves” que podem levar a um processo de destituição.

No epicentro do terramoto político encontra-se a chamada de 25 de julho na qual Trump pediu ao homólogo ucraniano, Vladimir Zelenski, que investigasse o ex-vice-presidente e pré-candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, e a família, por alegada corrupção na Ucrânia. Semanas depois do telefonema, Trump bloqueou uma transferência de cerca de 400 milhões de dólares (cerca de 365 milhões de euros) em ajuda militar a Kiev.

A chamada levou um funcionário – um agente da CIA, de acordo com o jornal New York Times -, a apresentar uma queixa interna que, após uma luta política entre o Congresso e o Governo, se tornou pública esta semana e provocou o início do processo para um julgamento político contra Donald Trump.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Desconfio que os próprios republicanos, começam a não suportar o cheiro do Trump, e não se importarão muito de ajudar a oposição a emborca-lo.

  2. Os Democratas já sabem que a destituição é a única possibilidade de evitar uma reeleição de Trump em 2020. O caso Rússia não pegou. Agora tentam com o caso Ucrânia. Duvido que tenham sucesso.
    E entretanto, está a ser empurrado para debaixo do tapete a corrupção do vice-presidente de Obama, Joe Biden, esse sim, que chantageou o presidente da Ucrânia com a retenção de fundos de ajuda (1 bilião $) até demitir o procurador Skokin que investigava a empresa do filho (de quem recebeu 3 milhões de dólares e mantém um salário mensal de 50 mil $. O próprio Biden, estupidamente, gabou-se disto em público. Está filmado! Para não falar da viagem de Biden com o filho Hunter Biden à China, de onde regressaram com 1 bilião de dólares para ‘investirem’ nos EUA. Imaginem só, imaginem… imaginem que estes casos tinham ocorrido com o Trump. Com outra pessoa… nem se ouve falar, não, isso não são notícias.
    Como isto anda, até me admira não eliminarem os meus comentários.

RESPONDER

Antissemitismo. Jeremy Corbyn suspenso do Partido Trabalhista

O Partido Trabalhista suspendeu hoje o seu antigo líder Jeremy Corbyn na sequência de um relatório que condenou a principal força da oposição no Reino Unido por "atos ilegais de assédio e discriminação" antissemita. Reagindo ao …

Portugal volta a bater recorde de infeções: mais 4.224 casos nas últimas 24 horas

Portugal voltou a bater o recorde de infeções diárias esta quinta-feira. Nas últimas 24 horas, registaram-se mais 4.224 casos positivos em todo o país. Dia após dia, Portugal continua a bater recordes de infeções diárias. Nas …

Depois do novo confinamento, França estende uso obrigatório de máscara nas escolas às crianças de 6 anos

O uso de máscara na escola em França será estendido na próxima semana às crianças a partir dos seis anos, anunciou esta quinta-feira o primeiro-ministro francês, Jean Castex, um dia após o anúncio de novo …

"A lei não pode exigir esse tipo de heroísmo". Presidente polaco recua na oposição ao aborto

O Presidente da Polónia defendeu esta quinta-feira que as próprias mulheres deveriam ter o direito de abortar em caso de fetos com problemas congénitos, rompendo com a liderança conservadora, que apoiou uma proibição que levou …

Advogados ligados à PLMJ contestam interesse público de revelações de Rui Pinto

A invocação de interesse público dos documentos e das informações expostas por Rui Pinto na Internet foi contestada, esta quarta-feira, por advogados ligados à sociedade PLMJ, na 18.ª sessão do julgamento do processo "Football Leaks". Na …

Microempresas do turismo do Norte com maior adesão a apoios

As microempresas de turismo do Norte foram as que mais dinheiro receberam da linha de apoio à tesouraria criada em resposta ao impacto da pandemia nesse setor, ficando com 29,3% (15,3 milhões de euros) do …

Migrantes marroquinos "desesperados e assustados" em greve de fome. Entre eles está uma mulher grávida

Seis dos migrantes marroquinos que chegaram ilegalmente em setembro estiveram em greve de fome, entre os quais uma grávida. Dizem não serem autorizados a falar com as famílias há mais de 40 dias. O protesto é …

TAP precisa de mais de 100 milhões por mês até final de 2020

O Plano de Tesouraria da TAP para 2020 revela que a empresa precisa, em média, mais de 100 milhões de euros por mês até ao final do ano para suprir as necessidades de liquidez. De acordo …

Fafe declara estado de emergência municipal devido à "rapidez" da propagação da covid-19

O concelho de Fafe está em estado de emergência municipal devido à “evolução grande” do número de infetados com o novo coronavírus e à “rapidez” da propagação, anunciou o presidente da Câmara. Em vídeo publicado nas …

Ameaça iminente. FBI alerta que hackers vão atacar sistema de saúde dos Estados Unidos

O Departamento Federal de Investigação (FBI) e duas agências federais anunciaram que cibercriminosos estão a desencadear um grande ataque de resgate contra o sistema de saúde dos Estados Unidos. Num alerta conjunto, o FBI e duas …