Justiça argentina ordena prisão preventiva da ex-presidente Cristina Kirchner

Unidad Ciudadana / Fotos Públicas

A ex-presidente da Argentina, senadora Cristina Kirchner

A justiça argentina ordenou hoje o levantamento da imunidade e a detenção da ex-presidente da Argentina e senadora Cristina Kirchner por alegada obstrução à investigação de um atentado contra uma associação mutualista israelita na década de 1990.

A informação foi confirmada à agência noticiosa francesa France Presse (AFP) por uma fonte judicial: a antiga presidente Cristina Kirchner é acusada de “traição”.

A justiça argentina ordenou também a detenção do ex-ministro dos Negócios Estrangeiros Hector Timermann e de vários outros altos funcionários argentinos.

Segundo o jornal argentino o La Nacion, o juiz Claudio Bonadio solicitou o impedimento das funções legislativas e a prisão preventiva de Cristina Kirchner, alegando que a ex-presidente poderia dificultar o processo devido aos contactos que mantém.

Cristina Kirchner, presidente da Argentina entre 2007 e 2015, é acusada de “traição” por ter alegadamente assinado um pacto com o Irão para encobrir altos funcionários iranianos, suspeitos de terem ordenado um atentado contra a sede da Amia, a Associação Mutualista Israelita Argentina, em 1994.

O ataque contra a associação mutualista, que a comunidade judaica atribui ao Irão e ao movimento xiita libanês Hezbollah, fez 85 mortos e centenas de feridos, e foi o segundo ataque contra judeus na Argentina, depois de 29 pessoas terem morrido em 1992 quando uma bomba explodiu em frente à embaixada de Israel em Buenos Aires.

A açcão judicial contra Kirchner é baseada na denúncia do procurador Alberto Nisman, em janeiro de 2015, na qual altos funcionários do estado argentino, entre os quais a própria presidente argentina, são acusados de ter negociado secretamente um acordo com o Irão para ilibar os presumíveis autores do atentado contra a sede da Amia.

Poucos dias depois de ter apresentado a denúncia, o procurador foi encontrado morto no seu apartamento, e até hoje as circunstâncias de sua morte são desconhecidas. Segundo afirma um grupo de peritos independentes contratados pela família de Alberto Nisman, o procurador argentino terá sido assassinado.

O caso dividiu a sociedade argentina e influenciou os resultados eleitorais deste ano, que deram a vitória ao actual presidente, Mauricio Macri.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Já vimos este filme". Catarina Martins receia austeridade pós-bazuca (e está preocupada com a TAP)

A coordenadora do Bloco de Esquerda disse temer a austeridade que possa surgir após a prometida bazuca de fundos europeus e confessou estar “muito preocupada” com a TAP. Em entrevista à TVI na noite de segunda-feira, …

Portugal continental atinge 4 milhões de doses administradas. Processo está a ser mais rápido do que o previsto

Portugal Continental vai atingir esta terça-feira as quatro milhões de doses de vacinas administradas. Segundo a task force, o processo está a acontecer mais rapidamente do que o previsto. De acordo com um fonte da task …

Descoberta nova espécie de tartaruga que viveu no final do Cretáceo

Em 2015, paleontólogos descobriram em Madagáscar um fóssil excecionalmente bem preservado, que agora se confirma ser de uma nova espécie de tartaruga, que remonta ao final do Cretáceo. A antiga tartaruga era uma espécie de água …

Pelo menos onze mortos na sequência de um tiroteio numa escola da Rússia

Dois indivíduos não identificados efetuaram esta terça-feira disparos numa escola na cidade de Kazan, no centro da Rússia, informaram agências de notícias, que citam fontes oficiais. Pelo menos onze pessoas morreram, avança a AFP, que cita …

Pedido de insolvência da Groundforce não implica despedimentos. Mas salários de maio estão em risco

O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (Sitava) recebeu a garantia do Governo de que não vão acontecer despedimentos na Groundforce depois de a TAP ter avançado com um pedido de insolvência da empresa. "Foi-nos …

#Estrumegate. Matos Fernandes admite "linguagem desajustada", mas Galamba continua debaixo de fogo

O ministro do Ambiente admitiu esta segunda-feira que o seu secretário de Estado adjunto e da Energia usou "linguagem desajustada" para criticar um programa de informação, mas considerou que o próprio João Galamba o …

Reforma das Forças Armadas. Cravinho critica “manobras escusas” de “agremiação”

O ministro da Defesa acusou esta segunda-feira ex-chefes militares de “manobras escusas” para “perpetuar a influência” nas Forças Armadas, declarando não se intimidar em relação às reformas legislativas em curso, mantendo a expetativa da aprovação …

Cientistas treinaram abelhas para detetar covid-19 em poucos segundos

Cientistas holandeses têm estado, nos últimos tempos, a treinar abelhas para serem capazes de detetar casos de covid-19. De acordo com o comunicado da Universidade de Wageningen, nos Países Baixos, que trabalhou com a start-up InsectSense, …

EUA autorizam vacina da Pfizer entre 12 e 15 anos. Imunização pode arrancar esta quinta-feira

A Food and Drug Administration (FDA) autorizou a administração da vacina contra a covid-19 da Pfizer a crianças de 12 a 15 anos. A imunização de jovens pode arrancar já esta quinta-feira. Agora que a Food …

Rio critica estratégia de “ostracizar” extrema-direita (e prefere traçar “linhas vermelhas”)

O presidente do PSD, Rui Rio, criticou nesta segunda-feira a estratégia que considera estar a ser seguida na Europa de “ostracizar” a extrema-direita, admitindo ser preferível aceitar o apoio desses partidos, mas sem “nunca permitir …