Juncker pede aos britânicos “que saiam o mais rápido possível”

European Parliament / Flickr

Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia

Londres não tem pressa de sair da União Europeia, na sequência do resultado do referendo desta quinta-feira que ditou o Brexit. Mas Bruxelas quer agora o divórcio o mais rapidamente possível.

Ao abrigo do Tratado de Lisboa, o Reino Unido tem até 2 anos para efectivar a saída da União Europeia, mas a aparente calma que reina agora do outro lado do Canal da Mancha contrasta com a súbita pressa da União Europeia em dar seguimento à vontade expressa pelos britânicos.

O presidente da Comissão Europeia, Jean Claude-Juncker, quer o Reino Unido separado da União Europeia “o mais cedo possível”, para que a Europa se possa unir em torno dos restantes 27 estados-membros.

Numa conferência de imprensa muito aguardada e com a sala de imprensa da sede da Comissão Europeia completamente lotada, Juncker começou por ler uma declaração conjunta com os presidentes do Conselho Europeu, Donald Tusk, do Parlamento Europeu, Martin Schulz, e da presidência rotativa holandesa da UE, Mark Rutter.

“Que seja claro e evidente para todos que o processo de incerteza não durará muito tempo. Há que acelerar as coisas”, disse Juncker.

O presidente da Comissão Europeia reforçou a ideia expressa na declaração conjunta pelis presidentes das instituições europeias, que manifestaram querer “um divórcio o mais célere possível, por muito doloroso que seja o processo”.

Estas posições contrastam com a declaração do primeiro-ministro britânico, David Cameron, que anunciou que até outubro deixará a liderança do governo britânico, defendendo que deve ser o novo primeiro-ministro a negociar o processo de saída com Bruxelas.

Quando questionado sobre se a saída do Reino Unido não representaria “o princípio do fim da UE”, o presidente da Comissão respondeu simplesmente “obrigado”.

“Thank you”, disse Juncker, que abandonou a sala de imprensa da Comissão ovacionado – sobretudo pelos muitos funcionários que também marcaram presença.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Concordo plenamente com o Junker. Ou é ou não é. O nim não é solução para coisa nenhuma. Mas podem sempre fazer mais duzentos “referendus” até acertarem, aliás é a prática dos “democratas” europeus: fizeram a UE sem passar cartão às populações, agora que as pessoas não querem arranjam factos, mortes, quedas da bolsa, inventam histórias de bruxas e a repetem os referendus em nome da de mocracia. Democracia 1, democracia 2, democracia 3…. pronto, acertamos! Verdadeira democracia. Hilariante esta democracia e quem a apoia….

  2. Já eu prefiro que este “esquentador” de meia-tigela (Junker), ainda saia antes da UE do que o RU.
    Lixo como ele (e países manhosos como o seu Luxemburgo) é que são umas das causas da crise na UE…

RESPONDER

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …

Homicídios disparam na maioria das cidades norte-americanas durante a pandemia

O número de homicídios cometidos em solo norte-americano disparou na maioria das cidades do país na primeira metade de 2020, comparativamente com o mesmo período do ano passado, revela uma investigação do New York Times. …

Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana. O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a …

Sérgio Figueiredo deixa direção de informação da TVI

Sérgio Figueiredo saiu do cargo de diretor de informação da TVI, anuncia a estação de televisão em comunicado enviado às redações. A cessação de funções é efetiva a partir desta sexta (10) e põe fim a …

Dinamarca lança "passaporte covid-19"

O Governo da Dinamarca lançou o "passaporte covid-19", um documento que atesta que o portador do mesmo não teve um resultado positivo ao novo coronavírus recentemente. Deverá ser utilizado em viagens internas ou externas. De …

Mais oito mortes e 342 novos casos. Mais 305 pessoas dadas como recuperadas

Portugal regista este sábado mais oito mortes por covid-19 e mais 342 casos confirmados em relação a sexta-feira, segundo dados da Direção-Geral de Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico diário da DGS, há 46.221 casos …

Ainda há esperança para os gorilas mais raros do mundo. Foram fotografados com crias

Os gorilas do rio Cross, os mais raros do mundo, foram fotografados na Nigéria com algumas crias, aumentando a esperança para esta espécie de primatas. A fotografias foram divulgadas por uma organização não-governamental nigeriana, a …

"Já sofreu muito". Trump comuta pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comutou a pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone, que foi condenado em fevereiro a 40 meses de prisão, anunciou sexta-feira a Casa Branca. Roger …

Armas, droga, sucata e prostituição financiam neonazis portugueses (mas lucros não vão todos para a causa)

Os grupos neonazis portugueses são "bastante desorganizados" e financiam-se com dinheiro obtido em negócios ilícitos, como o tráfico de armas, de droga e de mulheres para prostituição e a sucata. Mas os ganhos obtidos não …