“É grande demais”. João Soares defende redução do Governo

Manuel de Almeida / Lusa

O ex-ministro da Cultura, João Soares

O antigo ministro socialista João Soares defendeu hoje que o Governo de António Costa deve ser remodelado e reduzido porque é “grande demais” e disse esperar que Carlos Moedas “ganhe um amor por Lisboa”.

Em entrevista à TSF, o socialista disse que o Governo “precisa de ser remodelado e precisa sobretudo de ser reduzido”.

“É uma coisa que eu disse sempre, com toda a solidariedade” com o primeiro-ministro e com o Governo, acrescentou.

“O Governo é grande demais, há um número de secretários de Estado gigantesco, há sobreposições de competências e há um número de ministros também muito grande. Quanto mais reduzido melhor”, afirmou o antigo ministro da Cultura.

Interrogado recentemente sobre os sinais de desgaste no seu executivo, o primeiro-ministro, António Costa, afastou qualquer remodelação do seu Governo a curto prazo, mas sugeriu também que no inverno “todos se refrescam”.

Sobre as eleições autárquicas de 26 de setembro, João Soares considerou que a vitória do Partido Socialista “teve um travo de alguma amargura” devido à derrota de Fernando Medina em Lisboa, mas sublinhou que “não deixa de ser uma vitória”.

Sobre o presidente da câmara eleito, Carlos Moedas, João Soares lamentou que houvesse “uma quota parte de demagogia” nas suas propostas enquanto candidato às autárquicas, “nomeadamente nas questões que tinham de ver com os impostos e com algumas facilidades financeiras que estavam em dessintonia completa” com o seu papel enquanto ministro no Governo de Pedro Passos Coelho.

Ainda assim, o antigo presidente da câmara de Lisboa disse esperar que Carlos Moedas “seja um bom presidente e que ganhe um amor por Lisboa que não resulta de ter nascido” na cidade, o que considerou não ser “nenhuma menos-valia, até pode ser uma mais-valia”.

“Tenho esperança que as coisas corram bem”, afirmou, sublinhando “os equilíbrios políticos que foram conseguidos, com uma presença muito significativa da esquerda na Câmara de Lisboa”.

“Tenho pena que não se tenha seguido aquilo que eu sempre defendi”, uma aliança à esquerda, concluiu.

O PS venceu as autárquicas de 26 de setembro com 149 câmaras (148 sozinho e uma em coligação) e o PSD conquistou 114 autarquias (72 sozinho e 42 em coligação), melhorando os resultados de 2013 e de 2017, com a vitória dos sociais-democratas em Lisboa, Coimbra, Portalegre ou Funchal.

O PS continua a ser o partido com mais câmaras no distrito de Lisboa e elegeu 10 dos 16 presidentes, mas perdeu a capital para a coligação de direita encabeçada pelo social-democrata Carlos Moedas.

  // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. 100% de acordo.
    Já existem ferramentas digitais de gestão que podem permitir essa redução, pois o mesmo se sucede nas empresas.
    O desafio é saber se essas pessoas vão tirar o tacho aos amigos/familiares (pois são eles que preenchem os lugares em excesso).

RESPONDER

Cogumelos laminados

O consumo de cogumelos pode diminuir o risco de depressão

Além de reduzirem o risco de cancro e morte prematura, os cogumelos podem beneficiar a saúde mental de uma pessoa. Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina de Penn State, nos Estados Unidos, analisou dados …

Os hipopótamos de Pablo Escobar começaram a ser esterilizados

O grupo de hipopótamos, mais uma parte do indesejado legado deixado na Colômbia pelo traficante de droga Pablo Escobar, está a ser esterilizado. Quando o Cartel de Medellín estava no seu auge, Pablo Escobar gastou parte …

Ian Brackenbury Channell, o "feiticeiro de Christchurch"

Duas décadas depois, uma cidade neozelandesa decidiu despedir o seu feiticeiro

Vinte e três anos depois, a autarquia de Christchurch, na Nova Zelândia, decidiu despedir Ian Brackenbury Channell, o famoso feiticeiro da cidade. Desde 1998 que Ian Brackenbury Channell era o "feiticeiro de Christchurch", sendo responsável por …

Um dos microscópios de Darwin vai a leilão. Esteve nas mãos da sua família durante quase 200 anos

Um microscópio que Charles Darwin ofereceu ao filho Leonard - e que esteve nas mãos da sua família ao longo de quase 200 anos - vai ser leiloado em dezembro e poderá valer cerca de …

Pedro Sánchez promete abolir a prostituição em Espanha, por considerar que esta "escraviza" as mulheres

Espanha é um dos países europeus com mais trabalhadoras na indústria do sexo, as quais são sobretudo originárias de países da Europa mais pobres, da América Latina e de África. O primeiro-ministro espanhol Pedro Sánchez anunciou …

"Um milagre". Dois jovens sobreviveram quase uma semana no deserto australiano

Dois jovens, de 14 e 21 anos, sobreviveram durante quase uma semana no deserto, sem água e sem comida, depois de se terem perdido no Território do Norte, na Austrália. A polícia fala num verdadeiro …

Carlos Moedas

Moedas vai "dar tudo como presidente" e exige que seja respeitada a legitimidade do seu mandato

Carlos Moedas tomou posse, esta segunda-feira, como novo presidente da Câmara de Lisboa, tendo falado dos objetivos para o próximo quadriénio e deixado um elogio ao seu antecessor e alguns avisos à esquerda. Depois dos cumprimentos …

Chanceler austríaco Sebastian Kurz

Sondagens falsas e notícias favoráveis. O lado negro de Sebastian Kurz foi desmascarado

Sebastian Kurz e pessoas que lhe são próximas foram acusados de tentar garantir a sua ascensão à liderança do partido e do país com a ajuda de sondagens manipuladas e notícias favoráveis na imprensa, financiadas …

Tem uma carreira de sonho na Nike, mas cometeu um homicídio há 65 anos

O presidente da Jordan Brand, Larry Miller, revelou que, há 56 anos, matou um adolescente nas ruas de Filadélfia, nos Estados Unidos. O presidente da Jordan Brand — marca do ex-jogador de basquetebol Michael Jordan — …

Rio diz que decisão sobre eventual recandidatura está "quase tomada"

O presidente do PSD afirmou, esta segunda-feira, que a decisão sobre a sua eventual recandidatura está "quase tomada" e será anunciada em breve. Em declarações aos jornalistas à chegada à tomada de posse do novo presidente …