João Ferreira viajou de metro entre o Seixal e Almada para provar que o distanciamento físico é ficção

João Ferreira no XXI Congresso do PCP.

O candidato presidencial João Ferreira fez nesta terça-feira uma viagem no metropolitano de superfície entre o Seixal e Almada para demonstrar que o distanciamento físico nos transportes públicos, imposto pela pandemia, é uma irrealidade, inclusivamente fora das horas de ponta.

“Viu as condições em que viajámos na composição do Metro Transportes do Sul, que acho que não são as ideais, nem as desejáveis, pelas condições de distanciamento físico que não foi possível garantir num período como aquele em que estamos, que já não é de hora de ponta”, disse à agência Lusa João Ferreira.

Por essa razão, o candidato alertou para a necessidade de “mais investimento” nos transportes públicos na Área Metropolitana de Lisboa e no resto do país.

“Justifiquei esta escolha (…) com as grandes dificuldades que durante muitos anos as populações aqui enfrentaram e ainda enfrentam no que diz respeito aos transportes públicos, da luta que foi aqui dinamizada pelas populações, pelos utentes, e que foi essencial para a consagração dessa importante conquista que foi o passe social intermodal”, explicitou, acrescentando que, apesar disso, ainda são precisos “mais autocarros, mais comboios, mais navios, investimento nas respetivas empresas e o reforço da intervenção pública neste sector”.

O candidato presidencial fez uma viagem, com início cerca das 11h, no metropolitano de superfície entre a estação Casa do Povo, em Corroios, concelho do Seixal, e a estação de Almada, no concelho como mesmo nome. Dentro da composição não foi possível cumprir o distanciamento físico que a pandemia impõe.

À chegada, o também eurodeputado comunista e elemento do Comité Central do PCP foi recebido por quase uma centena de apoiantes que o aplaudiram e entoaram o cântico “João avança com toda a confiança”, todos de máscara e alguns até empunhando bandeiras de Portugal.

João Ferreira disse que esta concentração de pessoas “não estava prevista”, uma vez que era apenas uma “ação simbólica sobre as questões” dos transportes públicos, mas que “é um sinal muito animador e demonstrativo” de uma “corrente de apoio” ao candidato que espera que se alargue ao resto do país.

Questionado pela Lusa sobre se a grande concentração de pessoas junto a uma estação do metropolitano não poderia passar uma mensagem errada para o resto da população, uma vez que o número de contágios continua elevado e que são desaconselhados quaisquer ajuntamentos, o candidato enalteceu a utilização da máscara e o “distanciamento razoável assegurado”, que é “absolutamente crucial”.

Contudo, a Lusa constatou que algumas pessoas presentes nesta ação de campanha não praticaram o distanciamento social e outras chegaram até a quebrá-lo totalmente quando chegou o momento das fotografias com o candidato.

Interpelado sobre a razão pela qual não prescindiu do contacto com a população, ainda que com as restrições a que a pandemia obrigou, o comunista justificou a decisão com a “dimensão cívica das eleições, de participação cívica, que não se esgota no dia da eleição” e que tem de ter “expressão ao longo” da campanha.

Durante o discurso que proferiu depois da viagem no metropolitano de superfície João Ferreira enalteceu “a fibra e a força” da candidatura que contribuirão “para que mais e mais gente perceba a importância” de haver na Presidência da República “alguém que usa os poderes que a Constituição lhe atribui para ser coerente e consequente com o juramento que faz de defender, cumprir e fazer cumprir a Constituição”.

À margem o candidato considerou que as eleições presidenciais, não podem “passar ao lado das pessoas”, uma vez que os cidadãos não são “meros espectadores de um desfile personalidades”.

As eleições presidenciais estão agendadas para 24 de Janeiro. São candidatos à Presidência da República João Ferreira, o atual chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, Ana Gomes, Marisa Matias, André Ventura, Vitorino Silva e Tiago Mayan Gonçalves.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

SNS24 ultrapassa recorde semanal de chamadas com mais de 200 mil

O recorde semanal de chamadas atendidas no SNS24 foi ultrapassado na última semana, num aumento da procura para mais do dobro, de 126.860 para 279.279, em relação à última semana de 2020, foi esta terça-feira …

Entre críticas a Rio e Marcelo, Ventura teve um drive-in com música de baile (e comparou-se a Sá Carneiro)

Ventura demarcou-se dos insultos de apoiantes à comunicação social, mas não admitiu que o seu mandatário os incentivou, chamando “inimigos” aos jornalistas. Terminou o dia num comício na praia de Leça da Palmeira mas em …

Governo Regional da Madeira garante que aumento de casos se deve às celebrações de fim de ano

O presidente do Governo da Madeira afirmou que o aumento de casos de covid-19 registado nos últimos dias na região é resultado das celebrações do fim do ano, assegurando fiscalização mais apertada nos bares aos …

Novo máximo diário com 218 mortes. Morre uma pessoa com covid-19 a cada 7 minutos

Portugal contabilizou esta terça-feira 218 mortes, um novo máximo de óbitos em 24 horas, relacionados com a covid-19, e 10.455 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Quase metade das …

Ana Gomes teme que processos BES e Operação Marquês acabem como o dos submarinos

A candidata presidencial Ana Gomes disse ontem temer que processos como os do BES e da Operação Marquês terminem como o dos submarinos, em que considerou que se "trabalhou para a prescrição". Na conversa online que …

Recuperação só em 2022, disse Vestager. Leão quer aprovação rápida dos planos para a UE

A vice-presidente executiva da Comissão Europeia, Margrethe Vestager, afirmou que a recuperação europeia só será "sentida como tal" em 2022, mas que no outono já poderão ser visíveis alguns sinais, caso a vacinação contra a …

Marcelo aprova novas medidas e anuncia reunião com especialistas para discutir situação das escolas

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, assinou esta terça-feira o decreto do Governo que altera a regulamentação do estado de emergência devido à pandemia de covid-19 e anunciou uma reunião com especialistas na …

Jerónimo na campanha de João Ferreira para homenagear os que "se levantaram contra o fascismo"

O candidato presidencial comunista contou com a presença do secretário-geral do PCP, esta segunda-feira, na Marinha Grande, que destacou a importância de lutar contra os atuais "traços de regressão democrática". Durante uma ação na Escola Secundária …

Gilberto, Vertonghen, Grimaldo, Diogo Gonçalves e Waldschmidt infetados

Os futebolistas do Benfica Gilberto, Vertonghen, Grimaldo, Diogo Gonçalves e Luca Waldschmidt são os mais recentes casos positivos ao novo coronavírus no plantel do Benfica, informou esta terça-feira o clube da Luz. “O Sport Lisboa e …

Hospital de Portalegre abre inquérito a morte de doente que esteve 3 horas em ambulância

O hospital de Portalegre vai abrir um inquérito para apurar as circunstâncias da morte de um octogenário, na noite de segunda-feira, na área dedicada aos doentes respiratórios, depois de estar quase três horas numa ambulância, …