Jerónimo não quer fazer a cama ao Governo (mas não se compromete com OE)

Manuel de Almeida / Lusa

O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP) e líder da CDU, Jerónimo de Sousa

O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP) e líder da CDU, Jerónimo de Sousa

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, garantiu hoje que o PCP não pretende “fazer a cama” ao Governo do PS, mas só votará favoravelmente o Orçamento do Estado para 2017 se não retirar direitos dos trabalhadores.

“Levaremos a nossa palavra até ao fim, como partido sério, votando, no que é bom para os trabalhadores e para o povo, a favor e votando contra aquilo que for negativo para os trabalhadores e para o nosso povo”, afirmou Jerónimo de Sousa, lembrando que o “compromisso primeiro e principal” do partido são com “os trabalhadores” e não com o Governo.

Num comício na Foz do Arelho, no concelho das Caldas da Rainha, o secretário-geral do PCP disse “não” a “alguns setores” que possam pensar que “o PCP vai fazer a cama” ao Governo do PS, mas deixou um aviso.

O partido “só se comprometeu a examinar” a proposta de Orçamento do Estado para 2017 e a “dar uma contribuição construtiva e positiva” não garantindo “votar a favor de uma coisa que nem sequer conhece”.

Só “perante a proposta concreta de OE”, o PCP decidirá o seu sentido de voto, acrescentou Jerónimo de Sousa, sublinhando que “se for bom para os trabalhadores portugueses e para o povo” o PCP votará a favor.

Se não, “se quiser reverter esta política de recuperação de rendimentos e direitos”, falará mais alto “o compromisso com os trabalhadores e com o povo” levando a que o PCP “não subscreva políticas que façam voltar tudo para trás”.

Num discurso em que não poupou críticas ao Governo, Jerónimo de Sousa voltou a queixar-se da “discriminação” de que considera ter sido alvo por parte do PS no processo de escolha de juízes para o Tribunal Constitucional (TC).

“Esta solução encontrada é um compromisso entre o PS, o PSD e o Bloco, discriminaram o PCP”, lembrou, considerando tratar-se de “um sinal de que não estamos perante um Governo de esquerda”.

“Estamos sim perante  ”, afirmou aludindo à indicação de uma lista de cinco dos 13 juízes do Tribunal Constitucional, contemplando dois nomes indicados pelo PSD e três pelo PS, sendo que um deles é considerado próximo do Bloco de Esquerda.

Jerónimo de Sousa falava perante cerca de 300 militantes e simpatizantes do partido que hoje realizou na Foz do Arelho a “Festa de Verão”, um encontro em que o líder apelou ao reforço da votação no partido para garantir “uma política patriótica e de esquerda”.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Estes são sempre a mesma coisa. Concordam e discordam ao mesmo tempo, estão dentro e estão fora ao mesmo tempo… Enfim são uns brincalhões. Gostam de brincar com coisas sérias. É por isto que a Europa torce o nariz e desconfia da nossa capacidade de cumprir metas.
    É incrível.

RESPONDER

Presidente da federação russa de atletismo suspenso por obstruir investigação

O presidente da federação de atletismo da Rússia e outros seis elementos da federação foram, esta quinta-feira, suspensos, devido a irregularidades relacionadas com uma investigação antidoping. O presidente da federação de atletismo da Rússia, Dmitri Shliajtin, foi …

Avó e tios do bebé deixado no lixo estão a tentar a guarda da criança

O embaixador de Cabo Verde em Portugal explicou, esta sexta-feira, que a mãe e os irmãos da cabo-verdiana suspeita de abandonar o filho num ecoponto estão a tentar obter a guarda da criança por acreditarem …

Esta tecnologia de edição de genoma pode mudar o mundo (mas o seu criador tem receio disso)

A inovação de Kevin Esvelt tem potencial para ser usada tanto para o bem como para o mal. Os perigos que pode advir dela, deixam o biólogo reticente em relação a esta tecnologia, que também …

Governo quer "conciliação" entre tribunais criminais e de família em casos de violência doméstica

O Governo quer que os juízes de instrução possam determinar simultaneamente as medidas de coação a um agressor em contexto de violência doméstica e as medidas provisórias relativas às crianças, seja de promoção e proteção …

Sp. Braga critica autarquia por transmitir jogo do Flamengo em ecrã gigante

O Sporting de Braga acusou a Câmara Municipal de Braga de desrespeitar o clube e os seus adeptos por colaborar na organização da transmissão da final da Taça dos Libertadores de futebol, entre Flamengo e …

Hermínio Loureiro pede suspensão de mandatos na FPF e COP

Hermínio Loureiro pediu a suspensão dos mandatos de vice-presidente da FPF e do COP, esta sexta-feira, na sequência da acusação do Ministério Público na operação Ajuste Secreto. Numa carta enviada à FPF, a que a agência …

Oxford escolhe "emergência climática" para Palavra do Ano 2019

A Palavra do Ano 2019 escolhida pelos Dicionários de Oxford foi "emergência climática", "situação na qual é requerida uma ação urgente", revelou na quinta-feira esta componente da editora da Universidade homóloga. A Palavra Oxford do Ano …

Erro no IRS de 2015. Contribuintes podem contestar nova liquidação

O novo apuramento do imposto abrange cerca de dez mil declarações no valor de 3,5 milhões de euros. A Autoridade Tributária e Aduaneira já enviou uma carta aos contribuintes cuja liquidação do IRS relativo a 2015 …

Jesus vai receber título de cidadão honorário do Rio de Janeiro

O técnico português do Flamengo será condecorado, na próxima segunda-feira, com o título de cidadão honorário do Rio de Janeiro. A distinção a ser entregue pela Câmara Municipal do Rio de Janeiro foi anunciada num cartaz …

Governo compromete-se a concluir processo de regularização dos precários

O Governo comprometeu-se com a conclusão, no início da legislatura, do Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP), mas sem avançar uma data concreta. O debate temático sobre o PREVPAP, que decorreu …