88 dias depois, adolescente escapa com vida ao assassino dos pais

Departamento do Xerife do Condado de Barron

Jayme Closs desapareceu a 15 de outubro. Consegui fugir após 88 dias de sequestro

Após 3 meses de cativeiro, a jovem Jayme Closs, de 13 anos, já é considerada uma heroína nos EUA. A adolescente, que tinha desaparecido em outubro, no dia em que os pais foram assassinados, conseguiu fugir ao seu sequestrador.

Jayme Closs tem apenas 13 anos, mas já é considerada uma heroína. Conseguiu escapar de uma casa onde se encontrava em cativeiro há quase três meses, numa zona rural do estado norte-americano do Wisconsin.

A adolescente norte-americana desapareceu em outubro, no dia em que os pais foram assassinados na casa da família. Após 88 dias de sequestro, Jayme conseguiu fugir ao seu raptor, que foi detido esta sexta-feira e acusado de assassinar os pais da menina.

O paradeiro de Jayme Closs permaneceu um mistério durante os últimos meses. A jovem foi dada como desaparecida e as autoridades temiam que tivesse sido assassinada juntamente com os pais. Mas esta quinta-feira, numa inesperada reviravolta, a Polícia do Condado de Barron informou que a adolescente tinha sido encontrada viva.

Em conferência de imprensa, as autoridades policiais adiantaram que tinha sido detido um suspeito, cuja identidade foi divulgada esta sexta-feira. Jake Thomas Patterson, de 21 anos, é acusado de homicídio qualificado e sequestro.

As autoridades acreditam que Jake Thomas Patterson tenha assassinado os pais de Jayme para para sequestrar a adolescente

Segundo os relatórios preliminares da polícia, a adolescente foi sequestrada a 15 de outubro, antes de o dia nascer. Os seus pais, James e Denise Closs, de 56 e 46 anos, foram assassinados a tiro dentro de casa, na cidade de Barron.

A polícia chegou ao local na sequência de uma chamada telefónica para o número de emergência 911, feita a partir do telemóvel de Denise. Segundo contou o operador do 911, ouvida na altura pela cadeia de TV ABC, ninguém chegou a falar durante a chamada, mas ouviram-se “muitos gritos”.

O funcionário tentou ligar de volta para o número que tinha estabelecido a a ligação, sem sucesso. Quando a polícia local chegou à casa da família, quatro minutos mais tarde, encontrou a porta arrombada e o casal morto a tiro. Não havia no entanto no local qualquer sinal de Jayme, que se manteve desaparecida até esta quinta-feira.

O destino da adolescente foi motivo de especulação desde então. Numa conferência de imprensa, em outubro, a polícia informou ter recebido mais de 400 chamadas de pessoas com informações sobre o suposto paradeiro de Jayme. Algumas testemunhas diziam ter visto a jovem num posto de gasolina em Miami, a milhares de quilómetros de casa.

Jayme foi encontrada em outro condado, na cidade de Gordon, a mais de uma hora de distância de casa.

A polícia acredita que Jake Thomas Patterson tenha assassinado James e Denise Closs para sequestrar Jayme. Segundo Chris Fitzgerald, xerife do Condado de Barron, Patterson não tinha histórico criminal no Estado de Wisconsin e a jovem era o seu “único alvo”.

O responsável policial não adiantou no entanto por que motivo o sequestrador teria escolhido a jovem. Segundo Fitzgerald, não há registo de qualquer contacto entre Patterson e Jayme através das redes sociais.

Os investigadores dizem ter para já “informações limitadas” sobre o caso e realçam que o suspeito ainda está a ser interrogado, mas adiantaram que o alegado homicida terá seguido uma série de passos para esconder a sua identidade das autoridades.

Jayme, que passou por uma avaliação psicológica, prestou depoimento às autoridades policiais e ao FBI, agência federal que tutela os crimes de rapto, após o que foi finalmente entregue à família. “É incrível a força de vontade de uma menina de 13 anos para sobreviver e escapar”, realçou Chris Fitzgerald.

ZAP // BBC / The Independent

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

    • Caro Impressive,
      Efectivamente, ambas as fontes que citamos (BBC e The Independent) indicam que foi esse o tempo que a polícia demorou a chegar ao local após a chamada para o 911.

      • Numa zona rural? Um telefonema para o 911 não vai parar à polícia, vai para um serviço de atendimento que depois entra em contacto com a polícia.

        4 minutos é impressionante, e infelizmente duvido que isto se passasse em Portugal.

        Quando um avião aterrou no meio do rio Hudson, algo para que ninguém estava preparado, os serviços de emergência demoraram apenas 25 minutos a chegar ao avião.

  1. Nem tudo é perfeito nos USA, mas em PT, definitivamente ainda temos muita rasa de sal para comer… esperando que o dinheiro necessário entretanto não vá parar aos bolsos do costume…

RESPONDER

Empresa portuguesa quer produzir alface em câmaras frigoríficas (e podem ser levadas para Marte)

A empresa Grow to Green promete que vai produzir alimentos indoor. É possível gastar menos 98% de água na produção de alface, o que permite cultivá-lo diretamente no supermercado, no deserto ou, quem sabe um …

May rejeita novo referendo, apresenta Plano B do Brexit e pede ajuda à oposição

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, rejeitou esta segunda-feira convocar um segundo referendo sobre o Brexit e afirmou que espera voltar a debater com a União Europeia o controverso plano de salvaguarda elaborado para …

Porto vende 35 mil francesinhas por dia (e os turistas adoram)

O Porto vende pelo menos 35 mil francesinhas por dia nos mais de 700 cafés e restaurantes da cidade, o que significa que por mês há cerca de um milhão daquelas sanduíches especiais a serem …

China limita número de alpinistas autorizados a escalar Everest

O número total de alpinistas que tentam alcançar o topo do Everest, a 8.850 metros de altitude, a partir do norte, serão limitados a menos de 300, e a temporada de escalada será restringida à …

Rede francesa de solidariedade acolhe brasileiros que queiram fugir de Bolsonaro

Solidarité Brésil é o nome da iniciativa, lançada esta sexta-feira, em Paris, que tem como objetivo ajudar estudantes, artistas ou intelectuais que se sintam ameaçados no Brasil de Jair Bolsonaro. Podem ser estudantes, investigadores, artistas, professores, …

Todos os dias cinco portugueses tornam-se britânicos

Todos os dias, em média, cinco emigrantes portugueses tornam-se britânicos. Só entre janeiro de 2017 e setembro de 2018, 2.655 emigrantes no Reino Unido conseguiram obter cidadania britânica, número que supera o total de autorizações …

O maior encontro religioso do mundo leva 150 milhões de pessoas à Índia

Até 04 de março, são esperados na cidade indiana Allahabad cerca de 150 milhões de peregrinos, que buscam proteção e purificação nas águas que cruzam os rios sagrados Ganges, Yamuna e Saraswati, durante aquele que é …

Ciclistas indignados com anúncio que mostra bicicleta a ser abalroada

Um anúncio de publicidade do Continente em que um ciclista é abalroado por um automóvel está a gerar indignação. A Federação Portuguesa de Ciclismo já pediu a retirada do anúncio e apresentou queixa à Entidade …

Hoje, Wall Street parou. É dia de Martin Luther King Jr

Desde 1986 que se realiza, nos EUA, na terceira segunda-feira de janeiro, o dia de Martin Luther King Jr., um feriado federal. A bolsa de Nova York estará encerrada, assim como a maior parte das …

Vaticano acusado de conhecer má conduta de bispo argentino desde 2015

O Vaticano recebeu informações entre 2015 e 2017 de que um bispo argentino próximo do papa exibia um comportamento "obsceno" e foi acusado de má conduta com seminaristas, segundo um religioso citado pela Associated Press. As …