88 dias depois, adolescente escapa com vida ao assassino dos pais

Departamento do Xerife do Condado de Barron

Jayme Closs desapareceu a 15 de outubro. Consegui fugir após 88 dias de sequestro

Após 3 meses de cativeiro, a jovem Jayme Closs, de 13 anos, já é considerada uma heroína nos EUA. A adolescente, que tinha desaparecido em outubro, no dia em que os pais foram assassinados, conseguiu fugir ao seu sequestrador.

Jayme Closs tem apenas 13 anos, mas já é considerada uma heroína. Conseguiu escapar de uma casa onde se encontrava em cativeiro há quase três meses, numa zona rural do estado norte-americano do Wisconsin.

A adolescente norte-americana desapareceu em outubro, no dia em que os pais foram assassinados na casa da família. Após 88 dias de sequestro, Jayme conseguiu fugir ao seu raptor, que foi detido esta sexta-feira e acusado de assassinar os pais da menina.

O paradeiro de Jayme Closs permaneceu um mistério durante os últimos meses. A jovem foi dada como desaparecida e as autoridades temiam que tivesse sido assassinada juntamente com os pais. Mas esta quinta-feira, numa inesperada reviravolta, a Polícia do Condado de Barron informou que a adolescente tinha sido encontrada viva.

Em conferência de imprensa, as autoridades policiais adiantaram que tinha sido detido um suspeito, cuja identidade foi divulgada esta sexta-feira. Jake Thomas Patterson, de 21 anos, é acusado de homicídio qualificado e sequestro.

As autoridades acreditam que Jake Thomas Patterson tenha assassinado os pais de Jayme para para sequestrar a adolescente

Segundo os relatórios preliminares da polícia, a adolescente foi sequestrada a 15 de outubro, antes de o dia nascer. Os seus pais, James e Denise Closs, de 56 e 46 anos, foram assassinados a tiro dentro de casa, na cidade de Barron.

A polícia chegou ao local na sequência de uma chamada telefónica para o número de emergência 911, feita a partir do telemóvel de Denise. Segundo contou o operador do 911, ouvida na altura pela cadeia de TV ABC, ninguém chegou a falar durante a chamada, mas ouviram-se “muitos gritos”.

O funcionário tentou ligar de volta para o número que tinha estabelecido a a ligação, sem sucesso. Quando a polícia local chegou à casa da família, quatro minutos mais tarde, encontrou a porta arrombada e o casal morto a tiro. Não havia no entanto no local qualquer sinal de Jayme, que se manteve desaparecida até esta quinta-feira.

O destino da adolescente foi motivo de especulação desde então. Numa conferência de imprensa, em outubro, a polícia informou ter recebido mais de 400 chamadas de pessoas com informações sobre o suposto paradeiro de Jayme. Algumas testemunhas diziam ter visto a jovem num posto de gasolina em Miami, a milhares de quilómetros de casa.

Jayme foi encontrada em outro condado, na cidade de Gordon, a mais de uma hora de distância de casa.

A polícia acredita que Jake Thomas Patterson tenha assassinado James e Denise Closs para sequestrar Jayme. Segundo Chris Fitzgerald, xerife do Condado de Barron, Patterson não tinha histórico criminal no Estado de Wisconsin e a jovem era o seu “único alvo”.

O responsável policial não adiantou no entanto por que motivo o sequestrador teria escolhido a jovem. Segundo Fitzgerald, não há registo de qualquer contacto entre Patterson e Jayme através das redes sociais.

Os investigadores dizem ter para já “informações limitadas” sobre o caso e realçam que o suspeito ainda está a ser interrogado, mas adiantaram que o alegado homicida terá seguido uma série de passos para esconder a sua identidade das autoridades.

Jayme, que passou por uma avaliação psicológica, prestou depoimento às autoridades policiais e ao FBI, agência federal que tutela os crimes de rapto, após o que foi finalmente entregue à família. “É incrível a força de vontade de uma menina de 13 anos para sobreviver e escapar”, realçou Chris Fitzgerald.

ZAP // BBC / The Independent

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

    • Caro Impressive,
      Efectivamente, ambas as fontes que citamos (BBC e The Independent) indicam que foi esse o tempo que a polícia demorou a chegar ao local após a chamada para o 911.

      • Numa zona rural? Um telefonema para o 911 não vai parar à polícia, vai para um serviço de atendimento que depois entra em contacto com a polícia.

        4 minutos é impressionante, e infelizmente duvido que isto se passasse em Portugal.

        Quando um avião aterrou no meio do rio Hudson, algo para que ninguém estava preparado, os serviços de emergência demoraram apenas 25 minutos a chegar ao avião.

  1. Nem tudo é perfeito nos USA, mas em PT, definitivamente ainda temos muita rasa de sal para comer… esperando que o dinheiro necessário entretanto não vá parar aos bolsos do costume…

Responder a ah Cancelar resposta

A partir de agora, os saldos têm mesmo que ser saldos

Já estão em vigor as alterações à lei relativa aos saldos e promoções. As novas normas definem que um produto vendido em saldo ou promoção não pode ter um preço mais alto do que o …

Marcelo Rebelo de Sousa critica "instrumentalização do medo" pelo poder

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse hoje haver demasiados poderes com medo que o medo acabe, considerando a "instrumentalização do medo" para acorrentar os outros como um problema na ordem do dia. “Há …

CGTP ameaça Costa: “Ou dá resposta às reivindicações ou conta com contestação” nas ruas

O secretário-geral da CGTP-IN, Arménio Carlos, defendeu a alteração das leis laborais e o aumento do salários na próxima legislatura, avisando que caso estas reivindicações não sejam atendida, o Governo terá forte contestação nas ruas. Arménio …

Das eleições resultou um "Governo instável" e Marcelo foi "o grande ganhador sem ter participado"

Para Luís Marques Mendes, o PS teve mais votos, mas tem piores condições para governar. Além disso, na opinião do comentador político, foi Marcelo quem ganhou estas eleições, por não ter havido maioria absoluta. O Partido …

"Querem que pique a bolha?" Conselheiros do Banco de Portugal compararam Montepio ao caso BES

Numa "discussão acesa" no Banco de Portugal, conselheiros da entidade de supervisão compararam a situação do Banco Montepio ao caso BES, com referências a um "esquema de Ponzi", em pirâmide, e a ideia de que …

CGD e Novo Banco vão atrás da fortuna de Paulo Maló

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) e o Novo Banco vão tentar executar o património pessoal de Paulo Maló, médico e empresário que fundou a Malo Clinic, empresa especializada em medicina dentária, escreve o Jornal …

Comandante que desviou dinheiro da Proteção Civil recebe avença do Estado

Gil Martins foi condenado de desviar mais de cem mil euros da Proteção Civil. Ainda assim, o antigo comandante recebe uma avença de mil euros brutos por mês. O ex-comandante nacional da Autoridade Nacional de Emergência …

New York Times divulga provas de que a Rússia bombardeou deliberadamente hospitais na Síria

O The New York Times publicou este domingo, segundo avança o próprio jornal norte-americano, provas de que a Rússia bombardeou repetidamente e deliberadamente hospitais na Síria, onde intervém em apoio do regime sírio do Presidente …

Simone Biles torna-se na ginasta mais medalhada de sempre em Mundiais

Esta foi a quarta medalha de ouro para Biles em Estugarda, depois de ter vencido a prova por equipas, o concurso geral individual e a prova de salto. A norte-americana Simone Biles tornou-se hoje a ginasta …

Há um Reino muito pouco Unido na corda bamba. Rainha inicia semana decisiva para o Brexit

Depois do discurso real desta segunda-feira, as conversações entre Londres e Bruxelas deverão continuar e avançar pela cimeira da UE de quinta e sexta-feira. No sábado, o Parlamento britânico reúne-se excecionalmente para votar o que …