Itália é o segundo país do mundo com mais casos de Covid-19. Um quarto da população está em quarentena

Fabio Frustaci / Lusa

Itália tornou-se neste domingo no segundo país do mundo mais afetado como o novo coronavírus, logo depois da China, onde a epidemia “nasceu”.

Segundo números avançados pelo jornal Público, o número de mortos neste país passou de 233 para 366 nos últimos dias. Quanto ao número de casos confirmados, registou-se uma subida de 57%, passando estes de 5883 para 7375.

Até à meia-noite de segunda-feira (16:00 horas de domingo, em Lisboa), a China continental, que exclui as regiões de Macau e Hong Kong, contabilizava, no total, 80.735 infetados e 3.119 mortos devido ao novo coronavírus.

A China voltou esta segunda-feira a registar uma queda no número de novos casos de infeção, 40, face a 44 no dia anterior, ao mesmo tempo que ocorreram 22 mortes, quase todas na província de Hubei, epicentro da epidemia.

Em todo o mundo, há mais de 100.000 infetados, tendo 60.000 já recuperado.

Lombardia fechada, 16 milhões em quarentena

Tendo em conta o número crescente de casos e mortes, Itália encerrou todos os museus, teatros e cinemas de todo o território, até 3 de abril, para combater a propagação do vírus.

Para além destas medidas, o despacho, agora divulgado no site do Governo, determina o encerramento de pubs, salas de jogos, escolas de dança, discotecas e outros locais semelhantes, em todo o território nacional. Por outro lado, ainda será possível fazer compras durante a semana ou ir a um bar ou restaurante, desde que seja respeitada a distância de segurança de pelo menos um metro entre os clientes.

O decreto também estabelece a suspensão de todos os eventos desportivos, exceto aqueles com atletas profissionais que serão disputados à porta fechada.

Horas antes, para anunciar a assinatura do despacho, o primeiro-ministro italiano confirmou a proibição de entradas e saídas de Lombardia, cuja capital é Milão, e Modena, Parma, Placência, Reggio Emilia, Rimini, Pesaro, Urbino, Veneza, Pádua, Verbano Cus- Osola, Treviso, Vercelli, Novara, Asti e Alexandria.

A medida de quarentena, imposta até 3 de abril, similar à que foi tomada em janeiro na província chinesa em Hubei, pode afetar cerca de 16 milhões de pessoas – um quatro da população italiana – e surge depois de o país ter registado o maior aumento do número de infetados desde o início do surto: 1247 novos casos confirmados nas últimas 24 horas.

“Estamos perante uma emergência”, uma “emergência nacional”, disse o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, dando conta que o decreto tem de ser aplicado rigorosamente para evitar a propagação do vírus.

Alemanha com 1000 casos

A Alemanha ultrapassou os mil casos de contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19) ao registar 1.112 pessoas infetadas, um salto de mais de 150 casos em menos de 24 horas, anunciou esta segunda-feira o Instituto Robert Koch.

O foco principal da contaminação continua a ser a região da Renânia do Norte-Vestfália, na fronteira com os Países Baixos e a Bélgica, com quase 500 casos, segundo o instituto de referência que supervisiona na Alemanha as investigações sobre epidemias.

Nesse estado, o mais populoso da Alemanha, vários jogos de futebol poderão ser em breve disputados à porta fechada para impedir a propagação do vírus, como já ocorre em Itália. Este será o caso do próximo ‘derby’ do campeonato nacional da 1.ª divisão entre as equipas do Borussia Mönchengladbach e Colónia, marcado para quarta-feira, anunciou o ministro da Saúde alemão, Karl-Josef Laumann.

“Deixo para os próprios clubes decidir se jogam sem público ou se não jogam de todo”, afirmou o ministro na noite de domingo na televisão pública ARD.

Atualmente, a Alemanha não registou no seu território mortes relacionadas com o novo coronavírus. Mas a situação pode mudar rapidamente, principalmente porque o país tem uma das populações mais envelhecidas da Europa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas identificam pela primeira vez expressões faciais emocionais em ratos

Pela primeira vez, cientistas de Neurobiologia do Instituto Max Planck, na Alemanha, identificaram expressões faciais emocionais em ratos. À semelhança dos seres humanos, as expressões faciais dos ratos mudam quando estes animais provam algo doce …

Imprimiram corais artificiais em 3D que podem salvar recifes

Uma equipa de cientistas inspirou-se na natureza para desenvolver estruturas em forma de coral, impressas em 3D, capazes de produzir grandes quantidades de algas microscópicas. Investigadoras da Universidade de Cambridge e da Universidade da Califórnia desenvolveram …

Avalanches submarinas prendem microplásticos no fundo do oceano

As avalanches de sedimentos submarinos transportam os microplásticos para o fundo do oceano e um projeto de colaboração entre as Universidades de Manchester, Utrecht e Durham e o Centro Nacional de Oceanografia acaba de revelar …

Aos 107 anos, Cornelia Ras conseguiu vencer a covid-19

Cornelia Ras, que contraiu o novo coronavírus em meados de março, pode ser a mulher mais velha do mundo a vencer a covid-19. Nunca se é velho demais para vencer o novo coronavírus e a holandesa …

Coreia do Norte pode estar a usar fábricas de fertilizantes para extrair urânio

Um novo estudo norte-americano mostra que a Coreia do Norte pode estar a utilizar fábricas de fertilizantes para produzir mais material nuclear, extraindo urânio de ácidos fosfóricos. Segundo noticiou o Newsweek, na opinião da investigadora Margaret …

Distância social de 1,5 metros é insuficiente para travar contágio

O estudo realizado por investigadores e engenheiros especializados em dinâmica de fluidos concluiu que a distância deve ser de, pelo menos, quatro metros. Um estudo divulgado esta quinta-feira alerta que a distância social de 1,5 metros …

Estados Unidos registam 9 desempregados por segundo

O desemprego está a atingir números preocupantes nos Estados Unidos: só na última semana, 6,6 milhões de pessoas declararam estar sem emprego para poder receber apoios, um número semelhante ao da semana anterior. De acordo com …

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …