Número de mortes cai em Espanha. Itália assume erros na contagem

Ennio Leanza / EPA

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 241 mil mortos e infetou cerca de 3,4 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 164 mortes devido à pandemia de covid-19, o número mais baixo desde finais de março e menos 112 do que no sábado, havendo até agora um total de 25.264 óbitos.

De acordo com o Ministério da Saúde, há 838 novos casos positivos, também uma diminuição assinalável em relação aos 1147 de sábado, elevando para 217.466 o total de infetados confirmados pelo teste PCR, o mais fiável na deteção do vírus.

Os números diários indicam ainda que, nas últimas 24 horas, há 1654 pessoas curadas, sendo o total de 118.902 desde o início da pandemia.

Apesar da melhoria da situação, o Governo vai propor ao Parlamento o prolongamento por mais duas semanas do estado de emergência em vigor desde 15 de março e que foi sucessivamente dilatado até 9 de maio.

A partir deste sábado, e depois de de confinados em casa há quase sete semanas, os espanhóis maiores de 14 anos puderam sair de casa para passear e fazer exercício físico, mediante horários específicos (das 06h00 às 10h00 e das 20h00 às 23h00). Como mostra o Jornal de Notícias, isto resultou em milhares de pessoas nas ruas.

Itália esclarece contagem de mortes e refuta novo pico

Ontem, a Proteção Civil italiana esclareceu que os 474 mortos anunciados no boletim incluem 282 óbitos fora dos hospitais em abril que não tinham sido contabilizados, reduzindo a 192 as vítimas das últimas 24 horas.

A atualização surgiu desde a região da Lombardia, o epicentro da pandemia em Itália, pouco depois da apresentação dos dados que fez temer o aparecimento de um novo pico de mortalidade. Em cada um dos últimos dois dias tinham sido registadas menos de 300 vítimas e a cifra de 474 óbitos seria a mais alta desde 12 de abril.

Assim, as 192 mortes por covid-19 desde sexta-feira são o valor mais baixo contabilizado pelas autoridades transalpinas desde 14 de março. O total de vítimas mortais em Itália ascende agora a 28.710.

O número de novos casos identificados nas últimas 24 horas é de 1900, em linha com os dados apresentados ao longo desta semana, segundo a Proteção Civil, o que eleva o total de infeções para mais de 209 mil desde que o primeiro caso foi diagnosticado em fevereiro.

Já os casos positivos são 100.704, uma redução de 239 nas últimas 24 horas, sendo que há 79.914 pessoas curadas. Regista-se também uma diminuição do número de internados e em cuidados intensivos.

Este domingo, o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, voltou a pedir cautela à população, lembrando que a chamada “fase dois”, o desconfinamento gradual que a Itália inicia na segunda-feira, não significa “libertar todos”.

Alemanha e Bélgica voltam a registar menos óbitos

A Alemanha voltou a registar nas últimas 24 horas menos de uma centena de mortes (74), totalizando 6649, com 162.496 casos registados, segundo dados oficiais.

De acordo com o Instituto Robert Koch (RKI), o número de casos subiu 793 nas últimas horas. Segundo a mesma fonte, há 130.600 pessoas que superaram a doença, mais 1600 nas últimas 24 horas.

O país já começou a reabrir alguns espaços públicos, mas sob medidas rigorosas de segurança e respeitando o distanciamento social. A reabertura de escolas, creches, restaurantes e o retomar do campeonato de futebol serão decididos na próxima semana.

Na Bélgica, o boletim epidemiológico registou 389 novos casos nas últimas 24 horas, menos 96 do que os 485 de sábado, o terceiro recuo diário consecutivo, para um total de 49.906 casos de contaminação.

Nas últimas 24 horas, houve 79 mortes, face às 82 de sábado, totalizando 7844 óbitos por covid-19 desde o início da pandemia. Foram hospitalizadas 77 pessoas (128 na sexta-feira), num total de 15.596, e 98 tiveram alta (319 na véspera), o que perfaz 12.309 desde 15 de março.

Rússia registou mais de 10 mil casos num único dia

A Rússia registou, hoje, 10.633 casos de covid-19, o maior número de infeções confirmadas num único dia, elevando para 134.687 o número total de infetados.

Segundo as estatísticas oficiais, nas últimas 24 horas morreram 58 pessoas pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, aumentando para 1280 o número de vítimas mortais no país. Embora tenha sido observado um número recorde de infeções confirmadas, mais 8,3% face ao dia anterior, as mortes praticamente não aumentaram.

De acordo com os dados, as infeções registadas duplicaram nos últimos 10 dias, enquanto nesse mesmo período o número de doentes recuperados quadruplicou, totalizando já 16.639.

Estados Unidos registam mais 1453 mortos

Os Estados Unidos registaram 1453 mortos nas últimas 24 horas, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins. No total, 66.224 pessoas morreram no país.

O número de infetados subiu para 1.132.315, com cerca de 175 mil pessoas a serem dadas como recuperadas.

Na China, registaram-se dois casos de infeção nas últimas 24 horas, um de contágio local e outro proveniente do exterior, informou a Comissão de Saúde. O caso importado, proveniente do exterior, foi diagnosticado em Xangai, enquanto o novo caso a nível local foi registado na província de Shanxi, no norte do país.

Não há registo de mais vítimas mortais até às 23h59 de sábado no país, segundo as autoridades chinesas. O número de infetados ativos no país fixou-se em 531, depois de 28 pessoas terem tido alta.

Desde o início da epidemia, a China registou, no total, 82.8777 infetados e 4633 mortos devido à covid-19. Até ao momento, 77.713 pessoas tiveram alta.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 241 mil mortos e infetou cerca de 3,4 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Há infetados que escondem a doença com medo de perder o salário

O médico António Pais Lacerda, diretor do serviço de Medicina Interna II do Hospital Santa Maria, em Lisboa, alerta que o medo de perder salário ou emprego leva pessoas infetadas com o novo coronavírus …

Tottenham perde frente ao Antuérpia. Mourinho "rasga" equipa: "Queria fazer 11 substituições ao intervalo"

O Tottenham perdeu esta quinta-feira frente ao Antuérpia, na segunda jornada da Liga Europa de futebol, levando o treinador português José Mourinho a criticar a sua equipa. "Queria fazer 11 substituições ao intervalo", admitiu. No …

PCP sobe fasquia no OE2021. Quer mais um escalão de IRS

O PCP quer que o Orçamento do Estado para 2021 contemple a criação de um novo escalão de IRS, segundo uma das dezenas propostas de alteração ao documento que os comunistas fizeram chegar ao Parlamento. Em …

Equipas lusas 100% vitoriosas na jornada europeia. Gaitán estreou-se com um grande golo

O SC Braga e o Benfica venceram esta sexta-feira as partidas a contar para a Liga Europa, depois de o FC Porto ter também saído vitorioso do jogo que disputou frente aos gregos do Olympiacos …

Mutação do coronavírus pode ter tido origem em Espanha (e isso pode explicar a segunda vaga)

Análises realizadas pela Universidade de Basileia, a Escola Politécnica Federal de Zurique e o consórcio espanhol SeqCovid-Spain, liderado pelo Conselho Superior de Investigação Científica, mostram que a nova variante se espalhou pela Europa e outras …

Arqueólogos encontraram lamas sacrificadas pelos Incas no Peru

Arqueólogos encontraram, no Peru, restos mortais mumificados de cinco lamas que foram sacrificadas pelos deuses Incas há cerca de 500 anos. De acordo com o site Live Science, as lamas mumificadas ainda estão adornadas com os cordões …

"Nunca vi nada assim." Ameaça terrorista é mais intensa do que nunca em França (e mais difícil de travar)

O ataque terrorista dentro de uma Igreja em Nice, com a morte de 3 pessoas, veio reforçar a ameaça do terrorismo islâmico em França. Já havia sinais e alertas oficiais de perigo numa altura em …

Costa recebe partidos esta sexta-feira. "Nenhuma medida está excluída", garante Costa

O primeiro-ministro recebe esta sexta-feira, em São Bento, os partidos com representação parlamentar para procurar um consenso para a adoção de medidas imediatas de combate à pandemia de covid-19. Além disso, o Governo vai auscultar …

Ratos-toupeira-nus foram apanhados a raptar bebés de outras colónias

Cientistas descobriram dois casos em que ratos-toupeira-nus foram raptados da sua colónia, tendo sido transformados em escravos. De acordo com o site Science Alert, embora os ratos-toupeira-nus (Heterocephalus glaber) sejam pequenos, têm grandes colónias compostas por …

Não houve multas por falta de máscaras (e o Canhão da Nazaré não desiludiu)

Milhares de pessoas juntaram-se, algumas das quais sem máscaras, para ver as ondas gigantes da Nazaré, nesta quinta-feira, mas nenhuma delas foi multada, apesar de violarem as regras da Direcção-Geral da Saúde (DGS). No mar, …