Israel declara guerra ao Irão (ou mais um caso de má tradução)

Abir Sultan / EPA

Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel

Por vezes, as traduções podem ser traiçoeiras. Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro de Israel, foi apanhado no meio delas, tendo acidentalmente declarado guerra ao Irão.

O tweet fazia parte de uma tradução dos comentários feitos por Netanyahu após uma reunião com o ministro das Relações Exteriores de Omã. Ambos estavam em Varsóvia, na Polónia, para uma cimeira do Médio Oriente, organizada pelos Estados Unidos e Polónia, o país anfitrião.

De acordo com o tweet, o primeiro-ministro israelita teria dito que a cimeira – “que não era segredo” – “era uma reunião aberta com os representantes dos países líderes da Arábia, que se sentaram à mesa com Israel para avançar com o interesse comum de guerra com o Irão”.

Porém, segundo Michael Koplow, analista do Médio Oriente, “guerra com o Irão” é um erro de tradução de uma frase que poderia significar “combater o Irão”. O tweet foi excluído e substituído por um comunicado usando essa mesma expressão, mas a versão “guerra” chegou a algumas manchetes, tendo já sido atualizadas.

Quer tenha sido uma simples trapalhada ou uma gafe, a confusão sobre as intenções da observação é característica de toda esta conferência. Quando foi anunciado pela primeira vez no mês passado, a cimeira ia ter foco na “influência desestabilizadora” do Irão, como disse o secretário de Estado Mike Pompeo. O ministro das Relações Exteriores iraniano, Mohammad Javad Zarif, descartou-o como um “circo desesperado anti-Irão”.

Mais tarde, o foco foi ampliado para o Médio Oriente em geral, incluindo questões como o conflito israelo-palestino, a luta contra o Estado Islâmico e os conflitos na Síria e no Iémen. Algumas autoridades negaram que o Irão seja o foco, provavelmente numa tentativa de atrair a participação de mais países, muitos dos quais são críticos das políticas do Irão no governo Trump.

Estiveram cerca de 60 países estão presentes, mas houve ausências notáveis – a maioria dos signatários do acordo nuclear de 2015 do qual Trump retirou dos EUA. Rússia e China não estavam lá, nem França, Alemanha ou o alto representante da UE para assuntos externos. O secretário de Relações Exteriores britânico, Jeremy Hunt, participou, mas diz que prefere falar sobre o Iémen.

Esses chamados países E3 anunciaram planos no mês passado para estabelecer um sistema de pagamento para continuar a conduzir o comércio com o Irão, desafiando as novas sanções dos EUA.

A Autoridade Palestina também boicotou a reunião, já que tem mais contacto com as autoridades dos EUA desde a decisão de Trump de transferir a embaixada dos EUA em Israel para Jerusalém.

A conferência apresenta uma oportunidade para alguns dos países envolvidos. Para o anfitrião, a Polónia, que normalmente não é conhecida pelo seu interesse na política do Médio Oriente, o evento pode ter mais a ver com preocupações sobre a Rússia do que com o Irão.

O governo da Polónia tem tentado convencer Trump a manter as tropas dos EUA na Polónia. O presidente Andrzej Duda chegou ao ponto de dizer, numa reunião em setembro, que uma nova base para as tropas americanas poderia ser chamada de Fort Trump.

Para Netanyahu, como sugeriu, o encontro é uma rara oportunidade de ter reuniões públicas com líderes árabes. Após anos de isolamento regional, Israel está a construir discretamente contactos e a aumentar a cooperação com governos contra o Irão. Os contactos ainda são delicados, contudo, uma vez que a maioria desses países ainda não tem relações diplomáticas formais com Israel.

ZAP // Slate

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Irónico como nos enfiaram mil e uma histórias na cabeça acerca dos Nazis… e agora todos acham bem o que Israel faz, quando está ao mesmo nível, senão pior que a Alemanha Nazi. Hipócritas.

    • “…e agora todos acham bem o que Israel faz…”
      Todos quem?
      Não falta quem critique e até há muitos judeus moderados que são contra estas politicas radicais de Israel!

Responder a Eu! Cancelar resposta

Vox quer Armada Espanhola a controlar embarcações de imigrantes

O partido espanhol de extrema-direita Vox pediu esta segunda-feira ao Governo que mobilize a Armada Naval para fazer face ao aumento do número de embarcações com imigrantes que chegam à costa espanhola. Segundo a agência EFE, citada …

Liga Portugal abre inquérito à SAD do Feirense

A Liga vai solicitar a abertura de um processo de inquérito ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), devido à ligação do detentor maioritário da SAD do Feirense a uma casa de …

Morreu John Hume, artífice da paz na Irlanda do Norte

O político da Irlanda do Norte, Prémio Nobel da Paz e artífice da reconciliação na província britânica marcada por décadas de conflito morreu, esta segunda-feira, aos 83 anos, anunciou a família. "John Hume morreu de madrugada na …

OMS admite que pode nunca vir a existir "uma panaceia" contra a covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou, esta segunda-feira, que talvez nunca venha a existir "uma panaceia" contra a pandemia de covid-19, apesar das investigações em curso que procuram conseguir uma vacina contra a doença. "Não …

"Lei fundamental é violada por todos os lados". Oposição venezuelana recusa-se a participar nas eleições

Os 27 partidos políticos venezuelanos que se opõem ao chavismo decidiram no domingo não concorrer às eleições legislativas agendadas para dezembro por considerá-las uma "fraude". Entre os partidos, estão aqueles com representação parlamentar, que assinaram um …

Médias dos exames nacionais subiram. Só MACS teve média negativa

As médias nos exames nacionais deste ano subiram em todas as disciplinas em relação ao ano passado, com exceção de duas provas, segundo dados oficiais divulgados esta segunda-feira. De acordo com os dados do Júri Nacional …

Mortes por covid-19 no Irão são quase o triplo dos números oficiais

O número de mortes causadas pela covid-19 no Irão pode ser quase três vezes superior aos números oficiais, o que significa que as autoridades iranianas estão a tentar esconder a gravidade da pandemia no país. Segundo …

Revelado contrato oferecido pelo Real Madrid a Lewandowski. Só faltava assinar

O diário polaco Onet Sport revelou esta domingo o contrato oferecido pelo Real Madrid a Robert Lewandowski no verão de 2014. De acordo com o jornal, Lewandowski esteve muito próximo de rumar a Madrid e …

Capturado El Marro, líder de um cartel dedicado ao tráfico de gasolina no México

Este domingo, as autoridades mexicanas capturaram José Antonio Yépez Ortiz, um dos criminosos mais procurados do país. Forças militares capturaram no domingo José Antonio Yépez, apelidado de "El Marro", líder de um poderoso cartel dedicado ao …

Editoras criticam prazo apertado para distribuir manuais escolares

Uma vez que os alunos não vão ter de devolver os manuais escolares este ano, as editoras são obrigadas a responder ao aumento da procura num "curtíssimo" período de tempo. Este ano, face à pandemia, os …