Isaltino Morais diz que NOS Alive não se vai realizar este ano

rtppt / Flickr

O presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, com Álvaro Covões, da produtora Everything is New

O presidente da Câmara de Oeiras garantiu, esta terça-feira, que o festival NOS Alive não se vai realizar este ano no Passeio Marítimo de Algés. A produtora responsável pelo evento remete a decisão final para o Conselho de Ministros desta quinta-feira.

“Tem de se continuar a programar e a trabalhar, mas naturalmente que há determinados eventos, que por razões que têm a ver com os cuidados e a prudência que se tem que tomar, no que diz respeito aos ajuntamentos, que com certeza não se podem realizar. Há grandes festivais que não se vão realizar. É mais ou menos sabido que o NOS Alive não se vai realizar este ano”, afirmou Isaltino Morais numa sessão extraordinária da Assembleia Municipal, citado pela rádio Renascença.

Recorde-se que a produtora Everything is New, responsável pela organização do festival, que costuma acontecer no Passeio Marítimo de Algés, ainda não anunciou oficialmente que o evento estava cancelado.

Aquando do cancelamento da digressão de Taylor Swift, uma das cabeças de cartaz do Alive, a produtora afirmou que iria anunciar uma decisão depois do levantamento do estado de emergência, que terminou no passado dia 2 de maio.

Na semana passada, numa entrevista à RTP, o primeiro-ministro, António Costa, afirmou que esta semana o Governo iria decidir o que fazer com os festivais de verão, admitindo que há “enorme probabilidade” de se decidir pela sua não realização.

Ao que o jornal online Observador apurou, Álvaro Covões remete a decisão final sobre a realização do festival para o Conselho de Ministros desta quinta-feira.

O NOS Alive 2020 está marcado para 8 a 11 de julho e, para além da cantora norte-americana, conta com nomes como Kendrick Lamar, Billie Eilish, The Strokes, Faith No More, Da Weasel e Caribou.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.