iPhone 6 com vendas recorde: 10 milhões nos três primeiros dias

A Apple conseguiu vender mais de dez milhões de iPhones 6, apenas três dias após o smartphone se ter estreado no mercado dos dispositivos móveis.

Os analistas tinham previsto que as vendas dos modelos iPhone 6 e iPhone 6 Plus excederiam, no primeiro fim-de-semana após chegarem as prateleiras, os 10 milhões de aparelhos vendidos.

Tendo começado a dar os primeiros passos nos mercados mobile de uma dezena de países, os mais recentes membros da família iPhone conseguiram atingir pré-encomendas de mais de quatro milhões de dispositivos no passado dia 12 de setembro, ultrapassando os dois milhões de encomendas do seu antecessor iPhone 5, no mesmo período de 2012.

Nas primeiras horas desta segunda-feira, as acções da Apple subiram 0,8%, estando cada uma a 101,84 dólares.

Apple

Tim Cook, CEO da Apple

Tim Cook, CEO da Apple

O CEO da Apple, Tim Cook, afirmou que apesar de a produção dos dispositivos ter sido aprimorada, poderiam ter sido vendidos mais aparelhos caso tivesse sido possível colocar mais unidades em stock.

Em 2013, a Apple conseguiu vender nove milhões de modelos 5s e 5c dos seus iPhone em onze países no fim-de-semana em que chegaram às lojas.

Contudo, na China, o maior mercado de smartphones do mundo, as entidades reguladoras não permitiram ainda que os telemóveis da Apple pudessem ser vendidos.

A tecnológica californiana avançou que muitos consumidores norte-americanos teriam de esperar para poderem deitar a mão aos novos iPhones, resultado da intensa e assoberbante procura.

O smartphone traz como principal nova feature o ansiado Apple Pay, a funcionalidade que permite converter o iPhone num dispositivo de pagamento eletrónico.

A empresa confirmou que os utilizadores nos Estado Unidos serão os primeiros a usufruir do serviço, em outubro. Os outros países terão ainda de esperar – não se sabe ainda por quanto tempo.

Este fim-de-semana, o iPhone 6 passou com distinção nos testes de resistência e fragilidade da Square Trade, o Breakability Test, elevando-se acima de todos os seus concorrentes.

Submetidos ao teste da resistência à água, ambos os modelos, enquanto submersos, perderam temporariamente a capacidade de emissão de som, recuperando-a alguns minutos mais tarde.

No teste da resistência às quedas, que consistiu em deixar cair, por seis vezes consecutivas, o iPhone de uma altura de 1,2 metros, registou-se um desempenho expressivamente positivo por parte do iPhone 6, ao passo que o modelo 6 Plus não recebeu a melhor classificação, pois apesar do ecrã reforçado a iões ter saído intacto, os painéis dianteiro e traseiro sofreram danos consideráveis.

O áudio, cerca de meia hora após os testes, deixou de funcionar.

B!T

PARTILHAR

RESPONDER

As bactérias formam comunidades na nossa língua (e uma imagem revela como)

Cientistas norte-americanos descobriram que as bactérias que vivem na nossa língua têm uma organização complexa e altamente estruturada. Os micro-organismos estão em toda a parte - até no interior da nossa boca. Um novo estudo revela …

Como sobreviver ao isolamento? Astronautas explicam

Em todo o mundo, cidades e até países inteiros estão em quarentena como forma de travar a propagação do novo coronavírus, Covid-19. Alguns astronautas deixaram conselhos sobre como sobreviver ao isolamento. Para alguns, o auto isolamento …

"Indiana Jones do mundo da arte" recupera manuscrito do poeta persa Hafez

Uma das primeiras cópias do reverenciado Divan do autor do século XIV Hafez, iluminado com ouro, será leiloado no início de abril. O famoso poeta persa do século XIV, Hafez, escreveu uma coleção de versos místicos …

O palco onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda

O palco de madeira onde os Beatles atuaram pela primeira vez está à venda. Agora, alguém poderá replicar o primeiro concerto da famosa banda. A 10 de abril, em comemoração dos 50 anos da separação da …

Células estaminais podem ajudar a proteger os astronautas da radiação espacial

Assim que os astronautas deixam a proteção do campo magnético da Terra, ficam automaticamente expostos a níveis elevados de radiação cósmica. A Agência Espacial Europeia (ESA) está cada vez mais focada em investigações para reduzir …

Pandemia pode trazer nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas

A pandemia de Covid-19 pode trazer uma nova geração de robôs capazes de realizarem tarefas perigosas como limpeza de superfícies infetadas ou vigiar pessoas em quarentena, afirmam esta quarta-feira alguns dos principais investigadores internacionais em …

Multimilionários refugiam-se da Covid-19 a bordo de iates

Vários multimilionários têm procurado refugiar-se da pandemia de Covid-19, que nasceu em dezembro passado na China, em alto mar, a bordo de iates de luxo. Em declarações ao jornal The Telegraph, Jonathan Beckett, executivo da …

Este mamífero consegue sobreviver a quase sete mil metros de altura

Cientistas pensam ter confirmado que um pequeno rato descoberto no vulcão Llullaillaco, nos Andes, é o mamífero que consegue viver à maior altitude já conhecida (6739 metros). Segundo o IFLScience, o Phyllotis xanthopygus rupestris foi descoberto, …

O glaciar Denman recuou quase cinco quilómetros nos últimos 22 anos

O glaciar Denman, na Antártica Oriental, recuou cerca de cinco quilómetros nos últimos 22 anos. Investigadores da Universidade da Califórnia, Irvine e do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA estão preocupados coma topografia exclusiva …

Gruta em Setúbal mostra que os Neandertais também eram pescadores

Cientistas encontraram restos de alimentos numa gruta, no distrito de Setúbal, que comprovam que os Neandertais também se alimentavam de espécies marinhas. De acordo com o jornal espanhol ABC, restos encontrados por uma equipa de arqueólogos …