Inquérito étnico-racial. INE quer avançar com teste-piloto ainda este ano

 

António José / Lusa

A secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro

O Instituto Nacional de Estatística (INE) já tem uma proposta de inquérito sobre as origens étnico-raciais, cujo piloto de testagem está previsto ser feito ainda em 2021, revelou a secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade.

Em declarações à agência Lusa, a propósito do Dia Nacional para a Eliminação da Discriminação Racial, que se assinala este domingo, Rosa Monteiro adiantou que “já há uma proposta por parte do INE” de inquérito sobre as origens, condições e trajetórias da população, que já foi inclusivamente apresentado ao Grupo de Trabalho para a Prevenção e o Combate ao Racismo e à Discriminação.



Este grupo de trabalho tem estado a trabalhar no sentido de apresentar propostas ao Governo para a elaboração de um plano nacional de combate ao racismo e à discriminação, que vai ser colocado a discussão pública já na próxima semana.

À Lusa, a secretária de Estado adiantou que uma das “recomendações fundamentais” feitas pelo grupo de trabalho é a necessidade de mais dados e de mais informação, estando previsto que o inquérito do INE seja uma das ferramentas de recolha dessa informação.

A proposta de inquérito sobre as origens étnico-raciais da população foi não só apresentada ao grupo de trabalho, como este já teve oportunidade de o analisar.

Questionada sobre quando poderá avançar a realização do inquérito, Rosa Monteiro disse que “aquilo que o INE referiu é que está no seu plano de ação para 2021“.

“Aquilo que foi referido é que o piloto está previsto em 2021. Estes inquéritos têm sempre a fase piloto de testagem que será para já porque o inquérito que foi enviado para conhecimento do grupo estava já numa fase muito avançada”, adiantou, acrescentando que o grupo de trabalho teve oportunidade de fazer comentários até ao dia 8 de março.

A secretária de Estado afirmou que, como o inquérito está no plano de ação do INE, acredita que “ainda este ano será feito o piloto”, escusando-se a revelar o seu conteúdo, argumentando que “é muito vasto” e só teve oportunidade de o ver “na transversal”.

Este inquérito do INE surge depois de o organismo ter decidido não incluir no Censos 2021 uma pergunta sobre a origem étnico-racial dos cidadãos, como pretendia a maioria dos membros do grupo de trabalho criado em 2019 pelo Governo para avaliar a questão.

Na altura, o presidente do INE justificou a decisão com o facto de o Censos não ser o meio mais apropriado para a recolha dessa informação, já que são um recenseamento da população e não uma ferramenta para a sua classificação.

A questão das perguntas sobre a origem racial estava a preocupar a comunidade cigana e várias associações ciganas temiam que pudessem levar ao aumento da discriminação e do racismo.

Por sua vez, o SOS Racismo manifestou “frustração e perplexidade” pelo chumbo. “Para mim é uma frustração e perplexidade a forma como foi anunciado. Não acredito que haja um outro mecanismo melhor que os Censos para aferir as desigualdades étnico-raciais e encontrar as políticas concretas com fator racial”, lamentou Mamadou Ba, dirigente do SOS Racismo.

Francisco Lima anunciou na altura que o INE iria fazer um inquérito específico dedicado às questões da origem étnico-racial da população, na forma de uma operação piloto que poderia ser feita durante o segundo semestre de 2021, para não coincidir com a realização do Censos, que decorre no primeiro semestre.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Temos que perguntar ao mamadou ba se no seu país de origem existem estas questões e se são colocadas ao povo do seu país.., penso que não!
    Talvez seja por isso que ele não vai para o Senegal.

RESPONDER

Dos ecossistemas à economia. Vespas são mais importantes do que se pensa

As vespas trazem grandes benefícios para os ecossistemas, a nossa saúde e até a economia mundial, mostra um novo estudo feito por investigadores britânicos. Ao ver uma vespa, o instinto da grande maioria das pessoas é …

Portugal com um recorde de 200 mil vacinados este fim-de-semana

A task force que coordena o programa de vacinação contra a covid-19 em Portugal previu que este fim-de-semana tenham sido vacinadas 200 mil pessoas. "De acordo com dados provisórios, neste fim-de-semana foram, até às 18h00, …

Gases de efeito de estufa estão a fazer encolher a estratosfera

Um novo estudo mostra que as enormes emissões de gases de efeito de estufa estão a fazer encolher a estratosfera. Tal como explica o jornal The Guardian, os investigadores descobriram que a espessura desta camada atmosférica …

Morreu Luís Nunes da Ponte, fundador do PS

Luís Nunes da Ponte morreu aos 75 anos. O PS manifestou “profundo pesar” e agradeceu o seu trabalho “em prol da luta pela liberdade e pela democracia”. Luís Nunes da Ponte, um dos fundadores do PS, …

Caçador de planetas. NASA espera que o telescópio Roman encontre 100 mil novos mundos

A missão do telescópio espacial Roman da NASA - que será lançado em meados da década de 2020 - deve encontrar pelo menos 100 mil novos exoplanetas, dizem astrónomos. Desde a década de 1990, foram descobertos …

Robôs "burros" trabalham em conjunto para realizar tarefas complexas

Uma nova pesquisa mostra que, ao mesmo tempo que aumentam as interações magnéticas, um enxame de robôs dispersos, chamados BOBbots, pode reunir-se em aglomerados compactos para realizar tarefas complexas. Fazer com que um enxame de robôs …

O uso doméstico de carvão na China resulta em mortes prematuras

Um novo estudo indica que, na China, a poluição da queima de carvão residencial causa um número desproporcional de mortes prematuras por exposição a poluentes minúsculos inaláveis, conhecidos como PM2.5. A combustão do carvão por centrais …

Estudo alerta para níveis preocupantes de produtos químicos tóxicos no leite materno

Um novo estudo, que analisou o leite materno de mulheres americanas quanto à contaminação por PFAS, detetou o produto químico tóxico em todas as 50 amostras testadas, e em níveis quase 2.000 vezes mais altos …

Dinheiro, imóveis e arte. João Rendeiro perde fortuna para o Estado

Um milhão e meio de euros em numerário, contas e ativos bancários, obras de arte e quatro imóveis em Lisboa, Cascais e Oeiras vão ser arrestados a João Rendeiro, ex-presidente do Banco Privado Português (BPP). Segundo …

A primeira eco-casa impressa em 3D "nasceu" em Itália

A empresa de impressão 3D WASP e o Mario Cucinella Architects concluíram a casa TECLA. É o primeiro modelo de habitação eco-sustentável a ser construído a partir de matérias-primas locais usando tecnologia de impressão 3D.  O …