Inquérito étnico-racial. INE quer avançar com teste-piloto ainda este ano

 

António José / Lusa

A secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro

O Instituto Nacional de Estatística (INE) já tem uma proposta de inquérito sobre as origens étnico-raciais, cujo piloto de testagem está previsto ser feito ainda em 2021, revelou a secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade.

Em declarações à agência Lusa, a propósito do Dia Nacional para a Eliminação da Discriminação Racial, que se assinala este domingo, Rosa Monteiro adiantou que “já há uma proposta por parte do INE” de inquérito sobre as origens, condições e trajetórias da população, que já foi inclusivamente apresentado ao Grupo de Trabalho para a Prevenção e o Combate ao Racismo e à Discriminação.

Este grupo de trabalho tem estado a trabalhar no sentido de apresentar propostas ao Governo para a elaboração de um plano nacional de combate ao racismo e à discriminação, que vai ser colocado a discussão pública já na próxima semana.

À Lusa, a secretária de Estado adiantou que uma das “recomendações fundamentais” feitas pelo grupo de trabalho é a necessidade de mais dados e de mais informação, estando previsto que o inquérito do INE seja uma das ferramentas de recolha dessa informação.

A proposta de inquérito sobre as origens étnico-raciais da população foi não só apresentada ao grupo de trabalho, como este já teve oportunidade de o analisar.

Questionada sobre quando poderá avançar a realização do inquérito, Rosa Monteiro disse que “aquilo que o INE referiu é que está no seu plano de ação para 2021“.

“Aquilo que foi referido é que o piloto está previsto em 2021. Estes inquéritos têm sempre a fase piloto de testagem que será para já porque o inquérito que foi enviado para conhecimento do grupo estava já numa fase muito avançada”, adiantou, acrescentando que o grupo de trabalho teve oportunidade de fazer comentários até ao dia 8 de março.

A secretária de Estado afirmou que, como o inquérito está no plano de ação do INE, acredita que “ainda este ano será feito o piloto”, escusando-se a revelar o seu conteúdo, argumentando que “é muito vasto” e só teve oportunidade de o ver “na transversal”.

Este inquérito do INE surge depois de o organismo ter decidido não incluir no Censos 2021 uma pergunta sobre a origem étnico-racial dos cidadãos, como pretendia a maioria dos membros do grupo de trabalho criado em 2019 pelo Governo para avaliar a questão.

Na altura, o presidente do INE justificou a decisão com o facto de o Censos não ser o meio mais apropriado para a recolha dessa informação, já que são um recenseamento da população e não uma ferramenta para a sua classificação.

A questão das perguntas sobre a origem racial estava a preocupar a comunidade cigana e várias associações ciganas temiam que pudessem levar ao aumento da discriminação e do racismo.

Por sua vez, o SOS Racismo manifestou “frustração e perplexidade” pelo chumbo. “Para mim é uma frustração e perplexidade a forma como foi anunciado. Não acredito que haja um outro mecanismo melhor que os Censos para aferir as desigualdades étnico-raciais e encontrar as políticas concretas com fator racial”, lamentou Mamadou Ba, dirigente do SOS Racismo.

Francisco Lima anunciou na altura que o INE iria fazer um inquérito específico dedicado às questões da origem étnico-racial da população, na forma de uma operação piloto que poderia ser feita durante o segundo semestre de 2021, para não coincidir com a realização do Censos, que decorre no primeiro semestre.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Temos que perguntar ao mamadou ba se no seu país de origem existem estas questões e se são colocadas ao povo do seu país.., penso que não!
    Talvez seja por isso que ele não vai para o Senegal.

RESPONDER

A corrida a secretário-geral da UGT terá dois candidatos

É a primeira vez que a corrida à liderança da UGT conta com dois candidatos: além de José Abraão, atual dirigente da Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap), Mário Mourão, presidente do Sindicato dos …

Colapso da Evergrande. China pede a governos regionais que se "preparem para a possível tempestade"

As autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais para se prepararem para um possível colapso da Evergrande. O The Wall Street Journal noticia, esta quinta-feira, que as autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais …

Governo vai testar 35 mil funcionários de creches e pré-escolar até 3 de outubro

Os funcionários das creches, do pré-escolar e a rede nacional de amas começaram esta quinta-feira a ser testados à covid-19, numa ação que até 3 de outubro abrangerá 35 mil pessoas em todo o país. O …

Bem-vindo à última fase do desconfinamento: fim do certificado em restaurantes, máscara em transportes e lares

"Estamos em condições para avançar para a terceira fase de desconfinamento." Foi com esta frase que António Costa deu início à conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta quinta-feira. Portugal vai avançar para a …

EUA reabrirá campo de detenção de migrantes perto da prisão de Guantánamo

A administração do Presidente dos Estados Unidos (EUA) Joe Biden se prepara para reabrir um campo de detenção de migrantes na Baía de Guantánamo, após um aumento de migrantes e requerentes de asilo no sul …

Défice desce para 5,3% do PIB no 2.º trimestre do ano

O défice orçamental do primeiro semestre deste ano é de 5,5% do PIB. A meta do ministro das Finanças para o ano de 2021 é de 4,5%.  O défice orçamental fixou-se em 5,3% do PIB no …

É a maior contração desde 1995. INE revê queda do PIB para 8,4%

A queda foi pior do que se esperava: o Produto Interno Bruto (PIB) recuou 8,4% e não 7,6%, indicam os recentes dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). O Produto Interno Bruto (PIB) caiu 8,4% em …

EUA aprovam terceira dose da Pfizer para maiores de 65 anos e grupos de risco

A Food and Drugs Adminustration (FDA) anunciou, na noite de quarta-feira, ter dado luz verde à administração de uma terceira dose da vacina da Pfizer em alguns casos. O organismo que regula a comercialização de medicamentos …

Estabelecimentos de Santos vão encerrar mais cedo. Psicólogos alertam que fim de restrições pode levar a excessos

Redução do horário é a solução encontrada pelos empresários para dar resposta à recente onda de criminalidade que se tem registado na zona de Santos. Especialistas em psicologia apontam o levantar das medidas de restrição, …

885 novos casos e cinco mortes. Internamentos continuam em queda

Portugal registou 885 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal registou, nas últimas …