IKEA quer devolver apoios estatais a nove países (incluindo Portugal)

A IKEA está em negociações com os Governos de nove países, incluindo Portugal, para devolver os apoios concedidos no âmbito das medidas para travar o impacto da pandemia de covid-19.

De acordo com o jornal Financial Times, o responsável pelas operações de retalho do Ingka Group, principal retalhista da IKEA, Tolga Oncu, disse que o grupo iniciou conversações com a Bélgica, Croácia, República Checa, Irlanda, Portugal, Roménia, Sérvia, Espanha e Estados Unidos.

De acordo com o mesmo responsável, o grupo previa, inicialmente, uma quebra nas vendas entre 70% e 80% devido à pandemia de covid-19, mas a procura registada após a reabertura das lojas tem permitido mitigar o impacto, optando assim a cadeia sueca de mobiliário por devolver os montantes em causa.

“Atualmente sabemos mais do que em fevereiro e março, assim devemos começar por dizer muito obrigado pela vossa ajuda durante este período difícil e agora vamos analisar a melhor forma de devolver os apoios”, afirmou.

A IKEA adiantou ainda ao Financial Times que as discussões estão numa fase inicial e, tendo em conta as diferenças nos mecanismos de apoio entre os nove países, ainda não está estipulada a forma como os montantes serão devolvidos.

Em declarações à agência Lusa, fonte oficial da IKEA Portugal assegurou que o grupo manifestou, na semana passada, a intenção de devolver ao Governo português os apoios, não tendo ainda estimado os montantes em causa.

“Vamos avaliar a forma como vamos proceder à devolução. No final do mês contamos reunir com o Ministério do Trabalho“, afirmou a mesma fonte, acrescentando que a IKEA Portugal “está muito honrada e feliz com a decisão do grupo”.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 426 mil mortos e infetou mais de 7,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência AFP.

Em Portugal, morreram 1512 pessoas das 36.463 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Grande exemplo para os privados portugueses e dos outros países! O Novo Banco devia aprender alguma coisinha com isto mas só querem teta. Há muitos privados que estão sempre a maldizer o Estado mas quando estão à rasca lá vão eles de mão estendida. Para um capitalista, que é naturalmente defensor da livre concorrência e das leis do mercado, devia ser a pior das vergonhas aceitar dinheiro do Estado.

RESPONDER

Tribunal de Justiça da UE rejeita recurso de suspeito do caso Maddie

O Tribunal de Justiça da União Europeia rejeitou, esta quinta-feira, o recurso de Christian B. contra a sua detenção, após ser extraditado para a Alemanha por um juiz italiano, em execução de mandado europeu. Christian B. …

Antigo gestor de Isabel dos Santos denuncia "contrato falso" da Sonangol

O antigo assessor da empresária Isabel dos Santos na Sonangol, Mário Leite da Silva, queixou-se junto de reguladores internacionais sobre um “contrato falso” que terá lesado a petrolífera angolana em 193 milhões de euros em …

Presidente do Líbano pede ajuda na ONU para a reconstrução pós-explosão

O Presidente do Líbano, Michel Aoun, pediu na quarta-feira à comunidade internacional apoio para a reconstrução do principal porto do país e dos bairros de Beirute destruídos pela catastrófica explosão ocorrida em agosto. Na sua intervenção pré-gravada …

Ninguém foi indiciado pela morte de Breonna Taylor. Dois polícias baleados durante protestos

Um painel de jurados do Kentucky indiciou esta quarta-feira apenas um polícia por disparar contra apartamentos na vizinhança, mas não avançou com acusações contra nenhum polícia na morte da jovem negra Breonna Taylor. Imediatamente após o …

Multas de transportes públicos não são cobradas há três anos (e já chegam aos 17,6 milhões de euros)

As multas nos transportes públicos não estão a ser cobradas desde setembro de 2017 e já chegam a mais de 17,68 milhões de euros. As primeiras multas desde que foi alterado o regime de sanções, …

Football Leaks. PGR e FPF só souberam de ataques informáticos pela PJ

A Procuradoria Geral da República (PGR) e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) só souberam que tinham sido alvo de ataques informáticos através da Polícia Judiciária (PJ), revelou esta quinta-feira o inspetor José Amador no …

Governo prolonga prazo das moratórias até setembro de 2021. Portugal em contingência até 14 de outubro

O Conselho de Ministros decidiu prorrogar, esta quinta-feira, a vigência da situação de contingência em Portugal continental até às 23h59 de 14 de outubro. As moratórias de crédito foram prolongadas até 30 de setembro de …

Trump diz que diretrizes mais rigorosas para aprovação de vacina são “jogada política”

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse, esta quarta-feira, que a Casa Branca “pode ou não” aprovar novas directrizes da Food and Drug Administration. As novas diretrizes para aprovação de vacina contra a covid-19 exigem …

Maduro insta ONU a criar fundo que garanta alimentos e medicamentos

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, propôs que a Organização das Nações Unidas (ONU) crie um fundo rotativo de compras públicas para garantir o acesso a alimentos e a produtos de saúde, financiado com recursos …

Mais três mortes e 691 novos casos de covid-19 em Portugal

Portugal regista, esta quinta-feira, mais três mortes e 691 novos casos de infeção por covid-19 em relação a quarta-feira, mostra o boletim mais recente da Direção-Geral de Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da …