Igreja reunida em Fátima para evitar pagamento de IMI

Marco Varisco / Flickr

Pal‡ácio da Bolsa & Igreja de S‹ão Francisco

A Igreja vai tentar anular total ou parcialmente as intenções do Governo de cobrar IMI aos edifícios das dioceses que não estejam ligadas ao “culto”.

Os responsáveis pelas finanças das dioceses da Igreja Católica portuguesa foram esta segunda-feira convocados para uma reunião em Fátima, avança o Diário de Notícias.

A ideia é conseguir acertar em conjunto uma “reclamação graciosa”, que depois terá como destino a Autoridade Tributária, por esta estar alegadamente a cobrar IMI sobre bens isentos.

A reunião foi promovida pelo ecónomo do Patriarcado de Lisboa, Álvaro Bizarro, que, em declarações à Renascença, já tinha afirmado que este é mais um exemplo da “forma sôfrega com que se tenta cobrar impostos por tudo e por nada e em todo o lado”.

As queixas de várias dioceses que estariam a ser notificadas em excesso para pagar o imposto municipal sobre imóveis foram conhecidas no dia 19 de agosto.

Ainda no mesmo dia, segundo o DN, o vigário-geral da diocese de Lisboa, Francisco Tito, fez seguir uma carta para os seus colegas párocos do Patriarcado, em que notava que “a repartição de Finanças da área da paróquia veio requerer o pagamento de IMI dos prédios registados em nome da Fábrica da Igreja que não seja[m] afetos ao culto“.

No entanto, é exatamente neste ponto que existe o diferendo, tal como se consegue perceber pelo esclarecimento enviado pelo Ministério das Finanças ao diário.

Segundo a Concordata, assinada em 2004, estão apenas isentos os “imóveis diretamente afetos a fins religiosos (incluindo as dependências ou anexos daqueles imóveis destinadas a uso de IPSS)”.

Segundo o gabinete do ministro Mário Centeno, “a Igreja Católica (ou, mais precisamente, as pessoas jurídicas canónicas), quando também desenvolva atividades com fins diversos dos religiosos, assim considerados pelo direito português, como, entre outros, os de solidariedade social, de educação ou cultura, além dos comerciais e lucrativos, ficam sujeitos ao regime fiscal aplicável à respetiva atividade”.

Além disso, o Governo nega que tenha existido alguma alteração na lei ou que tenha sido dada alguma instrução particular aos serviços.

“Este governo não introduziu qualquer alteração legislativa nesta matéria nem emitiu qualquer orientação no sentido de serem retiradas quaisquer isenções previstas na Concordata”, acrescentou.

A verdade é que os responsáveis eclesiásticos estão reunidos para apresentar uma reclamação que “visa a anulação total ou parcial dos atos tributários por iniciativa do contribuinte”, tal como previsto no Código de Procedimento e de Processo Tributário, cita o DN.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. A Igreja não paga, os partidos políticos não pagam, os grandes empresários não querem pagar (ou então, pagar criativamente em paraísos fiscais) e toda a gente procura fugir aos quintos d’el rei, perdão, aos impostos.
    A continuar assim, qualquer dia só temos a pagar IMI e outros a arraia-miúda, como dizia Braga de Macedo, nos tempos dourados do cavaquismo.
    Sim, porque a classe média, tendo que pagar tudo e pagar por todos, só pode empobrecer!

RESPONDER

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …