IBM criou o primeiro computador quântico para empresas

IBM

O Q System One da IBM – ainda um dispositivo experimental.

A empresa norte-americana IBM apresentou, na passada terça-feira, o primeiro computador quântico direcionado para empresas, considerando-se este o passo inicial para uma ampla revolução nesta área.

Se durante muitos anos os computadores quânticos estiveram dentro dos limites dos laboratórios de pesquisa, com o lançamento IBM Q System One essa realidade começa a ser alterada.

Segundo um artigo do Science Alert, a computação quântica é considerada “uma das mais promissoras tecnologias de estágio inicial existentes hoje em dia”, tendo capacidade para simplificar sistemas aeroespaciais e militares, calcular fatores de risco para melhores investimentos ou, até, encontrar uma cura para o cancro e outras doenças.

Enquanto os computadores atuais armazenam dados em binário (criando cadeias com zeros e uns que representam números ou letras), os computadores quânticos são “muito mais poderosos”, pois permitem armazenar esses dados através de qubits (bits quântico), possibilitando a existência simultânea de zeros e uns.

Essa competência leva a que os computadores quânticos possam fazer um maior número de cálculos ao mesmo tempo, “tornando-os suficientemente poderosos para tarefas incrivelmente complicadas”, como a descoberta de drogas, a análise intensiva de dados e, até mesmo, a criação de códigos inquebráveis.

O dispositivo experimental IBM Q System One encontra-se fechado numa caixa de vidro de nove metros de altura e cerca de três metros de largura e é mantido numa temperatura abaixo do ponto de congelamento, num ambiente predominantemente livre de vibração e de radiação eletromagnética.

Este revestimento e o ambiente hermético são necessários para que o mesmo não perca as suas propriedades de computação quântica, sendo essa “fragilidade relativa” a razão pela qual não será possível instalar um IBM Q System One nos computadores dos escritórios.

Apesar dos avanços, a Science Alert indica que a tecnologia está longe de ficar pronta e disponível para implementação em massa. “Embora seja definitivamente um grande passo, está muito longe de ser algo que se possa receber” num futuro próximo, frisa.

“Os dados serão o recurso natural mais valioso do mundo”, disse a administradora executiva da IBM, Ginni Rometty, durante o Consumer Electronics Show, em Las Vegas (Estados Unidos), onde o IBM Q System One foi revelado.

Por sua vez, em comunicado, o vice-presidente sénior da Hybrid Cloud e diretor da IBM Research, Arvind Krishna, enalteceu o avanço conseguido, afirmando que o IBM Q System One “é fundamental para expandir a computação quântica para além das paredes dos laboratórios de pesquisa”.

Ainda este ano, a IBM abrirá o primeiro Centro de Computação Quântica IBM Q para clientes comerciais, em Poughkeepsie, Nova Iorque. Nesse laboratório, será possível testar os sistemas de computação quântica baseados na ‘cloud’ da IBM, bem como outros sistemas de alto desempenho.

Mas esta não é a única empresa a trabalhar em computação quântica. A Google está a pesquisar formas de tornar os computadores quânticos mais estáveis ​​e mais capazes de localizar e corrigir erros, tendo criado e testado, ao mesmo tempo que busca desenvolver a tecnologia, processadores qubit.

A Microsoft, por seu turno, está a criar computadores quânticos híbridos, que combinam a nova tecnologia com processadores mais convencionais, enquanto a Intel tem apostado em chips de computação quântica.

Taísa Pagno , ZAP // Science Alert

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Muito interessante. Já tinha ouvido falar deste projeto da IBM en 2018.
    Mas como funciona a computação quântica?

Reino Unido. Boris Johnson e Jeremy Hunt descartam eleições antecipadas

No Reino Unido, Boris Johnson e Jeremy Hunt participaram na última sessão de perguntas e respostas com os militantes conservadores. Os dois candidatos à sucessão de Theresa May defenderam o fim da cláusula especial para …

Índia vai lançar missão à Lua na próxima segunda-feira

A agência espacial da União Indiana informou nesta quinta-feira que vai efetuar na próxima segunda-feira o lançamento da nave não-tripulada para a Lua depois de a missão ter sido abortada esta semana. O organismo Indian Space …

Proprietários em centros históricos podem reclamar IMI dos últimos quatro anos

Os proprietários de imóveis localizados em centros históricos classificados pela UNESCO podem reclamar o imposto municipal sobre imóveis (IMI) pago nos últimos quatro anos, escreve o Dinheiro Vivo esta quinta-feira. A notícia agora avançada pelo Dinheiro Vivo …

Nuno Freitas é o novo presidente da CP

O Governo nomeou Nuno Freitas como novo presidente da CP – Comboios de Portugal, num Conselho de Administração alargado a cinco elementos, sucedendo a Carlos Nogueira, cujo mandado terminava no final deste ano. De acordo com …

Erros na prescrição obrigam a novas medidas de segurança para medicamentos para cancro e doenças inflamatórias

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) recomenda novas medidas de segurança para evitar erros na prescrição e administração de medicamentos com metotrexato. Devido a erros de prescrição, a Agência Europeia do Medicamento recomenda novas medidas de …

Cartel de construtoras dos estádios do Mundial do Brasil investigado

Foi aberto um processo administrativo para investigar um cartel mantido por empresas de engenharia que atuou nas obras dos estádios usados no Mundial de futebol do Brasil, em 2014. O Governo brasileiro informou esta quarta-feira que …

Novos modelos de carros elétricos vão triplicar. Produção em Portugal "será praticamente inexistente"

O número de modelos de veículos elétricos irá triplicar no mercado europeu até 2021, mas a produção destes veículos em Portugal será praticamente inexistente até 2025, indica um estudo da Federação Europeia dos Transportes e …

Bruxelas investiga Amazon por alegado uso de dados pessoais de vendedores

A Comissão Europeia abriu, esta quarta-feira, uma investigação à Amazon para determinar se a empresa usou informações pessoais “confidenciais” de vendedores independentes, quebrando as regras comunitárias na área da concorrência. A Comissão Europeia abriu uma investigação …

Parlamento não sabe o que fazer ao Acordo Ortográfico

Depois de dois anos de meio, foram ouvidas 16 entidades, recebidos 20 contributos escritos, houve uma petição, um projeto de resolução chumbado e uma iniciativa legislativa de cidadãos. Mas a Assembleia da República continua sem …

Ministério da Educação quer reduzir peso excessivo das mochilas dos alunos

O Ministério da Educação lançou esta quinta-feira uma campanha para sensibilizar pais, alunos, professores e diretores escolares a adotar medidas que reduzam o peso excessivo das mochilas dos alunos. A campanha de sensibilização lançada esta quinta-feira …