Hungria retira-se de pacto mundial sobre as migrações aprovado na ONU

A Hungria, com um Governo abertamente hostil à imigração, declarou que se retira do pacto mundial sobre as migrações aprovado, na semana passada, nas Nações Unidas, por considerar que encoraja o fluxo de pessoas “perigosas”.

O documento não vinculativo, concluído após 18 meses de negociações, prevê nomeadamente o reforço da cooperação internacional para responder ao fenómeno mundial das migrações.

Washington retirou-se no final de 2017 da elaboração do pacto, afirmando que incluía disposições contrárias à política de imigração do Presidente Donald Trump.

O ministro dos Negócios Estrangeiros húngaro, Peter Szijjarto, declarou hoje em Budapeste que o documento é “perigoso para o mundo e para a Hungria” pois “incitará milhões de pessoas a porem-se a caminho”.

“A Hungria deve sair do processo de aprovação (do texto) e, deste modo, indicar claramente que não considera de forma alguma que as medidas ou orientações do pacote sejam o caminho a seguir”, declarou.

O “Pacto mundial para uma migração segura, ordenada e regulada” será ratificado formalmente numa conferência internacional prevista para meados de dezembro, em Marrocos.

Considerado o primeiro documento internacional sobre a gestão das migrações, o pacto inclui medidas para ajudar os países a lidar com as migrações.

Szijjarto declarou que a Hungria não acredita no caráter não vinculativo do documento.

A Hungria tem-se destacado desde 2015 pela sua política hostil ao acolhimento de migrantes, posição que tem sido criticada pelos seus parceiros europeus.

O número de migrantes no mundo é calculado em 258 milhões, correspondente a 3,4% da população mundial.

// Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Ainda há governantes, poucos, que sabem em que consiste ser estadista.
    A maioria são apenas uns eunucos que andam a ver a banda passar.

RESPONDER

Concelho de Portalegre registou o seu primeiro caso (e revela "segredo" para combater pandemia)

Um comportamento recatado e os habitantes sempre alerta com "o bicho" são apontados como os "segredos" que têm "protegido" Fronteira (Portalegre) da covid-19, que só esta semana registou o primeiro infetado desde o início da …

Rio de Janeiro vai ter "réveillon" com espetáculos e fogo de artifício (mas sem público)

O Rio de Janeiro encerrará 2020 com espetáculos e concertos ao vivo em seis palcos montados na cidade brasileira, mas aos quais o público não terá acesso devido à pandemia. Apenas poderá vê-los nas redes …

GP de Portugal. Há 14 casos de covid-19 em equipas de Fórmula 1

Em conferência de imprensa, a Proteção Civil do Algarve revelou que foram identificados 14 casos de covid-19 entre pilotos e staff de equipas da Fórmula 1 que estiveram em Portimão. Foram identificados 14 casos de covid-19 …

Islâmicos "têm o direito" de matar franceses. Twitter retira comentário de ex-primeiro-ministro da Malásia

A rede social Twitter retirou um comentário controverso do antigo primeiro-ministro malaio ​​​​​​​Mahathir Mohamad, relativo ao debate desencadeado pelas palavras do Presidente francês, Emmanuel Macron, sobre o islão. Numa série de mensagens, em que Mahathir Mohamad …

Governo pondera decretar recolher obrigatório e restrições em mais municípios

O Governo está a avaliar avançar com o recolhimento obrigatório e alargar as restrições impostas em Paços de Ferreira, Felgueiras e Lousada a mais municípios, recusando, no entanto, um novo confinamento geral, disse hoje o …

Gigante americana Walmart retira (temporariamente) armas e munições das prateleiras

A gigante de distribuição norte-americana Walmart decidiu retirar temporariamente armas e munições das prateleiras das suas lojas, anunciou na quinta-feira um porta-voz da cadeia. A medida preventiva foi tomada a cinco dias de uma eleição presidencial …

BE afasta para já estado de emergência e defende requisição civil na saúde

A coordenadora do BE afastou para já a necessidade de um novo estado de emergência e defendeu que o Governo utilize toda a capacidade instalada na saúde, se necessário recorrendo à requisição civil dos setores …

Sismo de magnitude 7 abala Turquia e Grécia e provoca mini-tsunami. Pelo menos 4 pessoas morreram

Quatro pessoas morreram no oeste da Turquia, depois de um forte terramoto de magnitude 7 atingir o Mar Egeu na tarde desta sexta-feira. O abalo derrubou edifícios em áreas costeiras e fez pelo menos 120 …

EDP desiste de processo contra o Estado, mas vai levar tarifa social a Bruxelas

A EDP desistiu da litigância judicial com o Estado sobre a contribuição extraordinária sobre o setor energético (CESE), mas vai pedir à Comissão Europeia uma análise sobre o mecanismo de financiamento da tarifa social a …

"Fora com os pretos". Universidades e escolas de Lisboa vandalizadas com mensagens racistas

Várias universidades e escolas secundárias da região de Lisboa foram vandalizadas com mensagens de teor racista e xenófobo. "Viva a Europa Branca" ou "Fora com os pretos" são algumas das frases escritas. Várias pessoas denunciaram esta …