Huawei lança sistema operativo próprio já este ano

A Huawei confirmou que já está a trabalhar num sistema operativo próprio da marca que será lançado na China em 2019 e internacionalmente no ano seguinte. A Huawei foi proibida pela Google de usar o sistema operativo Android nos seus telemóveis.

Depois de a Huawei perder acesso ao Android, Play Store e apps do Google, a empresa chinesa teve de se adaptar e desenvolver o seu próprio sistema operativo (SO). Primeiras notícias davam conta que estaria já disponível no próximo mês, mas a marca desmentiu e disse que só seria lançado em finais de 2019 na China e em 2020 no resto do mundo.

O sistema operativo intitulado “HongMeng” (poderá mudar o nome para Ark OS) substituirá assim o Android. A Google concedeu um prazo que se prolonga até 19 de agosto para a Huawei se adaptar à perda das funcionalidades e da tecnologia que antes era fornecida parcialmente pela empresa americana.

Empresas como a Intel, Qualcomm, Micron e ARM também cortaram os seus negócios com a empresa chinesa, seguindo o exemplo da Google.

Apesar de tudo, a Huawei não foi apanhada de surpresa. De acordo com Alaa Elshimy, diretor administrativo e vice-presidente da empresa no Médio Oriente, disse que a Huawei já tinha um sistema operativo preparado como plano B desde janeiro de 2018.

“Não queríamos trazer o sistema operacional para o mercado, pois tínhamos um forte relacionamento com a Google”, explicou Elshimy. Apesar de ter também admitido que o SO seria lançado já no próximo mês, a empresa contactou a TechRadar e desmentiu as declarações, confirmando que só está disponível nas datas anteriormente anunciadas.

Todas as aplicações que estavam disponíveis com o Android estarão também disponíveis com este novo sistema operativo. As apps estarão disponíveis para download na Huawei AppGallery.

“As sanções dos EUA não afetarão o sistema operativo da empresa de maneira alguma, já que somos autosuficientes em muitos aspetos”, disse Elshimy. Anualmente, a Huawei gastava 11 mil milhões de dólares em bens e serviços dos Estados Unidos, mas terá agora de mudar os seus hábitos após as restrições.

Quanto ao Wi-Fi e ao Bluetooth, o diretor administrativo da Huawei diz que se deverão manter intactos no novo sistema operativo.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Pior que uma Huawei com backdoors num sistema Android(open source), é uma Huawei num SO proprietário, onde ninguém sabe o que ali se passa…
    Para quem acha que a Huawei rouba dados e informação dos utilizadores, então pode ficar ainda mais preocupado porque a probabilidade de o fazer num sistema próprio é MUITO maior.
    Já agora, a Huawei é conhecida no mundo pelo roubo de várias patentes, entre outras acções menos licitas, logo não é nada descabida a preocupação em relação à Huawei, mesmo existindo um aproveitamento económico como é óbvio! De qualquer forma a Huawei não é flor que se cheire…

  2. e qual è a garantia que temos actualmente que os nossos dados e informaçoes nao estao a servir os interesses de quem domina o actual sistema?
    Entao nao è verdade que o que escrevemos no facebook serve para obter informaçoes, sobre o que gostamos, e sao posteriormente vendidas a grandes grupos economicos?

  3. talvez nasça algo curioso deste braço de ferro entre naçoes ,em que as empresas estao na linha da frente ,nasceu a
    guerra fria da era da globalizaçao

Morreu Catarina Sena, subdiretora-geral da Saúde, aos 47 anos

Catarina Sena, subdiretora-geral da Saúde, morreu esta segunda-feira, aos 47 anos, vítima de doença prolongada. Administradora hospitalar e especialista em planeamento em gestão, era subdiretora-geral da Saúde desde 2008, tendo trabalhado com Francisco George e …

Quarentena deixou a crosta terrestre mais "silenciosa"

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus estão a deixar a Terra mais silenciosa - pelo menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos. A atividade humana, como a circulação de pessoas e …

Descobertas duas anãs brancas que orbitam entre si a cada 20 minutos

Cientistas do Harvard & Smithsonian Center, nos Estados Unidos, descobriram uma anã branca binária composta por duas estrelas com um núcleo de hélio que orbitam entre si a cada 1.201 segundos, isto é, pouco mais …

Dispositivo de grafeno pode transformar sinais de Wi-Fi em energia

A tecnologia do carregamento sem fio não é muito mais útil do que conectar o telemóvel a um cabo, já que, de qualquer das maneiras, precisamos de estar em contacto com o carregador. No entanto, …

Descobertas filmagens inéditas de um centro de espionagem da II Guerra Mundial

Foi descoberta uma rara filmagem da instalação militar secreta Bletchley Park, no Reino Unido. Este centro de espionagem atuou durante a II Guerra Mundial e foi responsável por decifrar códigos alemães durante o período nazi. O …

Montezemolo revelou o sonho que Ayrton Senna não cumpriu

O antigo presidente da equipa da Ferrari, Luca di Montezemolo, revelou que o seu maior arrependimento foi não ter conseguido levar Ayrto Senna para a equipa. Em 1994, Ayrton Senna morreu de forma trágica quando perdeu o …

Friends: atores já terminaram as gravações do episódio especial

Ainda antes de os talk shows serem suspensos devido à COVID-19, Matt LeBlanc foi um dos convidados do The Kelly Clarkson Show, onde confirmou que as gravações do episódio especial de FRIENDS estavam concluídas. O programa …

YouTube remove vídeos com teoria da conspiração que liga covid-19 ao 5G

A onda de teorias falsas que ligam a pandemia da COVID-19 ao 5G levou a uma série de incidentes, incluindo ameaças a funcionários de operadoras e ataques a antenas de telecomunicações. Agora, o YouTube está …

Engenheiros construiram um ventilador caseiro. Pode servir como "último recurso"

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, construiu um ventilador caseiro que pode ser usado como último recurso. A pandemia de covid-19 continua a desafiar as comunidades médicas e uma das ameaças …

Sepultura de genocídio encontrada no Ruanda pode conter 30 mil corpos

No Ruanda, foi encontrada uma sepultura que pode conter 30 mil vítimas do genocídio no país em 1994. Cerca de 800 mil tutsis e hutus moderados foram assassinados. Mais de 25 anos depois de um genocídio …