Huawei perde acesso ao Android, Play Store e apps do Google

A Huawei vai perder o acesso a atualizações do sistema operacional Android. A próxima versão dos smartphones fora da China perderá também o acesso a aplicações e serviços populares.

Depois de Donald Trump ter colocado a gigante chinesa de telecomunicações Huawei na lista negra, a Google suspendeu todos os negócios com a empresa que exigem a transferência de produtos de hardware e software – exceto os que estão cobertos por licenças de código aberto – avança a agência Reuters.

Mas a Google não foi a única: as fabricantes de chips Intel, Qualcomm, Xilinx e Broadcom já terão comunicado também aos funcionários que, até ordem em contrário, todas as entregas à Huawei estão suspensas, avança a Bloomberg.

A Huawei perderá assim acesso a atualizações do sistema operacional Android. A próxima versão de seus smartphones fora da China também perderá acesso a aplicações e serviços populares, incluindo a Google Play Store e o Gmail, adianta a mesma fonte.

A Huawei continuará, no entanto, a ter acesso à versão do Android disponível através da licença de código aberto. Mas a Google deixará de fornecer suporte técnico e colaboração para os serviços do Android e da Google para a Huawei.

Ryan Koontz, da Rosenblatt Securities, adiantou que as consequências serão pesadas, ou não fosse a Huawei “fortemente dependente de produtos semicondutores fabricados nos Estados Unidos, pelo que sem o fornecimento desses componentes-chave ficará seriamente debilitada”.

Segundo o mesmo analista, isto “poderá fazer com que a China adie a implementação da rede 5G até que a proibição seja levantada, o que terá impacto em muitos fornecedores internacionais de componentes”.

O rompimento com a Huawei acontece três dias depois e presidente norte-americano, Donald Trump, ter declarado “emergência nacional” e emitido uma ordem executiva a proibir empresas do país de usarem equipamentos de telecomunicações de empresas estrangeiras consideradas de risco.

A ordem autorizou o Departamento do Comércio a impedir negócios que envolvam tecnologias desenvolvidas por “adversários estrangeiros” que a Casa Branca considera que estão a explorar vulnerabilidades nos serviços e infraestruturas tecnológicas de informação e comunicação dos Estados Unidos para espionagem ou sabotagem.

O decreto presidencial dava 150 dias ao Departamento do Comércio para levar a cabo a medida, estabelecendo as proibições.

O Departamento do Comércio colocou também a Huawei na “lista negra” dos Estados Unidos, o que poderá impedir as empresas norte-americanas de venderem os seus produtos à gigante chinesa. Esta decisão exige que as empresas norte-americanas obtenham licença para vender tecnologia crítica à Huawei.

Huawei diz que é “parceiro chave” do Android

Em resposta, a Huawei assegurou esta segunda-feira ter feito “contribuições substanciais” para o desenvolvimento do sistema operativo Android, garantindo que continuará a disponibilizar atualizações de segurança e serviços pós-venda a todos os seus equipamentos.

“A Huawei fez contribuições substanciais para o desenvolvimento e crescimento do Android. Como um dos seus parceiros chave globais, trabalhámos estreitamente com a sua plataforma de código aberto para desenvolver um ecossistema que beneficiou tanto os utilizadores como a indústria”, refere a empresa chinesa num comunicado emitido após ter sido divulgado que a Google deixará de vender componentes e software da marca.

A Huawei informa que continuará a fornecer atualizações e serviços pós-venda a todos os seus equipamentos, tanto “aos que já foram vendidos, como aos que ainda estão em armazém”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O título escrito assim é mais sonante, mas não é perde nop presente. Tenho um Huawei e por enquanto tenho acesso a tudo. São os futuros modelos que vão perder, se a atual guerra económica se mantiver.

  2. Tanto atentado a tanto presidente Americano e este texugo oxigenado não há quem abata… Só tem feito Trumpa atrás de Trumpa. Pensa que os EUA são um negócio pessoal dele e não percebe sequer que numa altura em que o mundo nunca precisou tanto de cooperação entre os povos, a pior coisa (e mais primitiva) que se pode fazer é andar nestas guerras e nestes proteccionismos que não levam a lado rigorosamente nenhum. A economia dos EUA não cresce ao ritmo da da China… Continua com estas Trumpas, que vais ver qual das duas economias sufoca primeiro. Velho dum c***ão!..

  3. Isso é uma ganância incalculável do presidente Trump, ele falou que não vai deixar a economia chinesa passar da economia americana. Mas isso não tem nada a ver e deveriam trabalhar juntos para o desenvolvimento do mundo

  4. Quando os US não conseguem comprar tentam liquidar a empresa para não lhes fazer sombra.
    Já não basta a espionagem industrial que fazem com todos os paises para favorecer as suas empresas ainda querem liquidar quem lhes faz sombra. Uma vergonha. È um comportamento de mafioso.

    Força Huawei

    Acho que o meu proximo telefone deve é vir a ser um Huawei. Dá raiva ver estes comportamentos de bebé birrão.

RESPONDER

Cientistas conseguiram manter tecido cerebral de cobaias vivo durante semanas

Cientistas japoneses conseguiram manter partes de tecido cerebral de cobaias vivas e viáveis durante 25 dias, isoladas numa cultura, graças a um novo método. De acordo com o Science Alert, a chave para o sucesso foi …

Arqueólogos descobrem 25 sítios que comprovam presença militar romana no Norte e na Galiza

Investigadores portugueses e galegos descobriram 25 novos sítios no Norte de Portugal e na Galiza que “comprovam arqueologicamente” a presença militar romana nos dois territórios, correspondendo a maioria dos locais a “acampamentos militares”, revelou hoje …

EUA poderão manter alguns efetivos na Síria para proteger poços de petróleo

Os EUA planeiam deixar alguns efetivos no nordeste da Síria para proteger instalações petrolíferas e garantir o combate contra um possível ressurgimento do grupo extremista Estado Islâmico (EI), disse hoje o secretário de Defesa dos …

Polícias realizam manifestação conjunta em Lisboa a 21 de novembro

Elementos da PSP e da GNR realizam a 21 de novembro, em Lisboa, uma manifestação conjunta para exigirem ao novo Governo "a resolução rápida" dos problemas que ficaram por resolver na anterior legislatura. Com o lema …

Sérvia punida por racismo no jogo com Portugal

A UEFA condenou nesta segunda-feira a Sérvia a disputar o próximo jogo da fase de qualificação para o Euro 2020 à porta fechada, por manifestações racistas na partida com Portugal, disputada em Belgrado, que terminou …

Juve Leo lança críticas à direção: Um clube sem rumo e que precisa de bodes expiatórios

Depois de o Sporting rescindir os protocolos com a Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI devido à "escalada de violência" recente, a Juve Leo reagiu em comunicado com duras críticas à direção de …

Um terço dos fogos deste ano tiveram como causa queima e queimadas

Um terço dos incêndios florestais registados este ano e investigados tiveram como causa queimadas e queimas, revela o último relatório do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). O relatório provisório de incêndios rurais, …

De Nova Iorque a Sydney em 19 horas. Avião da Qantas bate recorde

O primeiro voo comercial direto entre as cidades de Nova Iorque e Sydney, com mais de 19 horas, terminou, este domingo, na cidade australiana. O teste realizado pela companhia aérea Qantas faz parte do Project Sunrise, …

Marcelo ficou "muito impressionado" pela destruição do furacão Lorenzo nos Açores

O Presidente da República visitou, este domingo, o porto das Lajes das Flores, que ficou destruído após a passagem do furacão Lorenzo pelos Açores, mostrando-se "muito impressionado" pela destruição "massiva". "Muito impressionado com aquilo que foi …

Sporting é o terceiro clube com mais jogadores da formação espalhados pela Europa

O Sporting é o terceiro clube com mais jogadores da sua formação a atuarem nas ligas europeias e o emblema português mais representado nas 'big 5', segundo o observatório de futebol do Centro Internacional de …