Hospitais vão a tribunal por obrigarem médicos a trabalhar 30 horas seguidas

COD Newsroom / Flickr

-

Pelo menos oito hospitais e o próprio Ministério da Saúde foram alvo de ações judiciais por não permitirem o descanso dos médicos, em situações ilegais que põem em risco a vida dos pacientes.

De acordo com o Diário de Notícias, há médicos a fazerem urgências de 24 horas e a ser obrigados a trabalhar logo de seguida, sem descansar, trabalhando até 30 horas e chegando mesmo a fazer cirurgias nas últimas horas de trabalho.

A denúncia parte da Federação Nacional dos Médicos (FNAM), que desde junho intenta ações judiciais contra oito hospitais e centros hospitalares e contra o próprio Ministério da Saúde e a Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), relata o DN.

Merlinde Madureira, da FNAM, denuncia que os hospitais não respeitam o descanso compensatório e há médicos que chegam a trabalhar 30 horas seguidas. “O problema não é uniforme. Não acontece em todos os hospitais e pode acontecer em apenas alguns serviços, geralmente os que estão mais desfalcados”, afirma.

“Há situações em que obrigam os médicos a fazer o seu horário normal no dia seguinte e há outras em que permitem o descanso, mas depois obrigam os médicos a compensar esse tempo”, descreve a representante. Outra fonte sindical chama a isto o “trabalho compensatório. Deixam as pessoas descansar mas depois têm de compensar noutra altura”.

Já em março deste ano o Sindicato dos Médicos do Norte tinha acusado o IPO do Porto de ilegalidades ao impedir os médicos de gozarem o descanso compensatório obrigatório depois do trabalho noturno, pondo “em risco a segurança dos doentes”.

O Sindicato dos Médicos da Zona Sul tinha anunciado em junho que tinha avançado com ações judiciais contra o IPO de Lisboa, Centro Hospitalar de Lisboa Norte (Santa Maria e Pulido Valente), Centro Hospitalar de Lisboa Central (onde se inclui o Hospital São José) e Hospital Garcia de Orta.

Agora, a zona centro decidiu avançar com ações administrativas contra o IPO de Coimbra, o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Leiria-Pombal, do Baixo Vouga (Aveiro, Águeda e Estarreja), mas também contra o Instituto Português do Sangue, além do Ministério e da ACSS.

Os médicos consideram que o incumprimento da legislação, que lhes permite descansar quando fazem turnos de mais de oito horas, pode pôr em causa a qualidade do atendimento e levar a erros.

A própria ACSS chegou a emitir uma circular em fevereiro – que dá razão aos médicos – a esclarecer as dúvidas relativas ao descanso compensatório após longas jornadas de trabalho, como as urgências, ou em dias de descanso semanal, mas apesar disso as administrações hospitalares continuam a pedir esclarecimentos sobre a aplicação do descanso compensatório.

O ofício-circular esclarecia que desde 31 de dezembro de 2014 foi retomado o direito ao descanso compensatório que está previsto nos acordos coletivos de trabalho, ou seja, quando um médico trabalha mais de oito horas de um dia ou quando faz trabalho noturno entre as 22h e as 7h, “é-lhe garantido, no período diário seguinte, um descanso compensatório” pelo período que tiver excedido as oito horas.

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) considera que está esgotada a hipótese de as comissões paritárias, que incluem sindicatos e representantes dos hospitais, chegaram a um entendimento sobre o descanso compensatório previsto na lei para os médicos.

“As administrações hospitalares continuam à solta. E só podemos acreditar que têm o apoio tácito do Ministério da Saúde, porque de outra forma já teriam arrepiado caminho”, referem ao Diário de Notícias.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Obviamente que é desumano exigir 30 horas de trabalho seguidas. E os doentes estão em risco de erros graves. Contudo, quero observar que, quando se trata de sair dum periodo noturno de 8 horas, e de seguida dirigir-se para as clinicas privadas para aí fazer consultas e cirurgias – voluntariamente – nem se queixam nem nada. Mas quem sempre fez isto são os especialistas em níveis de carreira mais elevados, porque os internos asseguravam a noite REALMENTE a pé.

RESPONDER

"Uma vergonha para o país". Morte de ucraniano leva a "mudanças profundas" no funcionamento do SEF

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, disse esta segunda-feira que vai haver “mudanças profundas no modelo de funcionamento do Centro de Instalação Temporária do SEF no aeroporto de Lisboa, na sequência do caso da …

City abre processo a Kyle Walker por festa com prostitutas durante quarentena

Kyle Walker, futebolista do Manchester City, viu o clube instaurar-lhe um processo disciplinar, depois de este ter, alegadamente, quebrado a obrigação de confinamento devido à COVID-19 numa festa com prostituas. “Os futebolistas são modelos a seguir …

"Digam aos accionistas não há nada para ninguém". Marcelo apela à Banca (ou deixa que o Governo suspenda os lucros)

O Presidente da República reúne-se, nesta segunda-feira, com os cinco maiores bancos a actuar em Portugal para apelar à sua "sensatez" para agilizarem os empréstimos às empresas e às famílias depois de terem recebido milhões …

FC Porto à caça em Famalicão por Uros Racic

O FC Porto está atento à possível contratação de Uros Racic. O jogador tem-se destacado ao serviço do Famalicão e pode mudar-se para o Dragão a um preço acessível. Até à interrupção das competições, o Famalicão …

Itália com menor número diário de mortes em 15 dias. Nos EUA, a crise compara-se ao 11 de setembro

No dia em que Itália registou o menor número de óbitos por covid-19 em duas semanas, os Estados Unidos registaram 1.200 mortos. O cirurgião geral do país compara a crise a Pearl Harbor e ao 11 …

Substituição de Carlos Costa em contra-relógio. E já há nomes para "render" Centeno

O jornal Público escreve esta segunda-feira que a substituição de Carlos Costa no Banco de Portugal (BdP) está a ser feita em "contra-relógio", uma vez que seu mandato como governador termina dentro de dois meses …

Pedrinho jogava futsal e agora tenta "agarrar um pouco do que Messi faz" no futebol

Pedrinho vê Messi como o seu ídolo no futebol e diz que tenta replicar um pouco daquilo que o argentino faz em campo. O jovem brasileiro assume ainda que assinar pelo Benfica foi "uma decisão …

Com 400 mortes, Suécia prepara-se para mudar de estratégia e aplicar medidas restritivas

A Suécia pode estar prestes a mudar a sua estratégia para combater a pandemia-de covid-19 e a aplicar medidas restritivas para conter o vírus, no momento em que regista mais de 6.800 casos positivos e …

Temido admite uso generalizado de máscaras contra a covid-19

A ministra da Saúde anunciou, em entrevista à RTP1, que a Direção-geral da Saúde pediu um parecer sobre o uso generalizado de máscaras para evitar a propagação do Covid-19, tendo sido aconselhada a equacionar a …

Disputa sobre os nossos ancestrais resolvida pela evidência genética mais antiga de sempre

Informações genéticas de um fóssil humano com 800 mil anos foram recuperadas pela primeira vez. Os resultados esclarecem uma das ramificações da nossa árvore genealógica. A evidência genética foi retirada de um dente pertencente a um …