Hong Kong. Milhares de pessoas saem às ruas para protestar contra lei anti-máscaras

Fazry Ismail / EPA

Milhares de pessoas tomaram as ruas de Hong Kong para protestar contra a aprovação de uma lei de emergência que proíbe, a partir de sábado, o uso de máscaras com as quais os manifestantes escondem a sua identidade.

Desde o início da tarde desta sexta-feira, cidadãos de Hong Kong marcharam pelo distrito Central da cidade, usando máscaras, para protestar contra a legislação anunciada hoje pela chefe do Governo, Carrie Lam, gritando palavras de ordem como “Hong Kong, resiste“.

Carrie Lam anunciou que o uso de máscaras pelos manifestantes vai ser proibido a partir de sábado, uma medida para ajudar a polícia a “acabar com a violência e restaurar a ordem”.

Os manifestantes provocaram cortes no tráfego e o encerramento de lojas, num dia que se tornou tenso, desde que Lam declarou a sua controversa medida, pela qual teve de recorrer a um decreto da época colonial britânica que pode conceder poderes mais amplos ao Governo sem ter que passar pelo parlamento.

Algumas pessoas distribuíram máscaras aos participantes, uma vez que, como gritavam, esta é “a última oportunidade” de usá-las. A lei anti-máscara prevê penas de até um ano de prisão e multas que podem ascender a 25 mil dólares de Hong Kong (pouco mais de 2.900 euros).

Embora para Carrie Lam a lei procure apenas identificar os manifestantes mais violentos e “não implique que Hong Kong esteja em estado de emergência”, muitas pessoas na cidade temem que o Governo acabe a invocar a referida lei para solicitar o poder de autorizar detenções, censurar a imprensa, alterar leis ou assumir o controlo total do transporte.

Nesse sentido, um grupo de manifestantes criou barricadas improvisadas perto de um túnel, perante o olhar atento de alguns motoristas que fizeram soar as suas buzinas como gesto de apoio àqueles que protestavam. Além disso, dezenas de internautas pediram que as pessoas saíssem às ruas de Hong Kong para participar no protesto contra a proibição do uso de máscaras.

A nível diplomático, o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, Dominic Raab, alertou o Governo de Hong Kong do perigo de “agravar” as tensões e pediu a Lam que apostasse no diálogo político. Também o chefe da diplomacia de Taiwan expressou a sua preocupação por uma lei que poderia “violar direitos e liberdades individuais”.

Na origem da contestação, que se vive no território desde o início de junho, está uma polémica proposta de emendas à lei da extradição, já retirada formalmente pelo Governo de Hong Kong.

Contudo, os manifestantes continuam a exigir que o Governo responda a quatro outras reivindicações: a libertação dos manifestantes detidos, que as ações dos protestos não sejam identificadas como motins, um inquérito independente à violência policial e, finalmente, a demissão da chefe de Governo e consequente eleição por sufrágio universal para este cargo e para o Conselho Legislativo, o parlamento de Hong Kong.

A transferência da soberania da antiga colónia do Reino Unido para a China, em 1997, decorreu sob o princípio “um país, dois sistemas“. Tal como acontece com Macau, para Hong Kong foi acordado um período de 50 anos com elevado grau de autonomia, a nível executivo, legislativo e judicial, com o Governo central chinês a ser responsável pelas relações externas e defesa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Teoria sugere que os OVNIs são pilotados por humanos que viajam no tempo

https://vimeo.com/386497718 Objetos voadores não identificados (OVNIs) capturaram a atenção do público ao longo das décadas. Uma teoria defende que os pilotos dos OVNIs podem ser os descendentes dos humanos que viajam para o passado para estudar …

Vitória SC 1-2 FC Porto | "Dragão" vence com final louco

O FC Porto venceu o Vitória de Guimarães na Pedreira por 2-1 e é finalista da Taça da Liga portuguesa, marcando encontro com o Sporting de Braga (que venceu o Sporting na terça-feira) na final …

Empresa norte-americana quer recuperar o transmissor do Titanic que lançou as chamadas de socorro

A empresa privada norte-americana RMS Titanic Inc quer remover o equipamento de rádio da empresa Marconi que está entre os destroços do Titanic. A empresa pretende levar a cabo a "remoção cirúrgica" dos aparelhos de …

Luigi di Maio deixa liderança do Movimento 5 Estrelas

O líder do Movimento 5 Estrelas (M5S) demitiu-se da liderança, esta quarta-feira, e apelou a uma refundação do partido italiano, que atravessa uma crise interna e uma série de maus resultados em eleições regionais. Luigi Di …

Nova técnica combina injeções geladas e salgadas para combater a gordura

Uma equipa de cientistas, da Universidade de Harvard e do Hospital Geral de Massachusetts, testou um novo tratamento que derrete a gordura da barriga. A nova técnica, desenvolvida por investigadores da Universidade de Harvard e do Hospital …

Jogadores "imploraram pela vida" em Alcochete

O lateral esquerdo Lumor e o guarda-redes Salin foram ouvidos, esta quarta-feira, na 21.ª sessão do julgamento da invasão à academia leonina. Lumor, que está emprestado pelo Sporting ao Maiorca, de Espanha, foi ouvido através do …

Mais de metade dos jovens escolhe os mesmos empregos

Mais de metade dos adolescentes portugueses querem ter os mesmos empregos e, a nível internacional, muitos jovens escolhem carreiras que exigem qualificações académicas, mas para as quais não pretendem estudar. O maior inquérito que avalia o …

Salvador Sobral entra no filme de Will Ferrell sobre a Eurovisão

Salvador Sobral vai aparecer no filme "Eurovision" e já gravou uma cena com Will Ferrell. O vencedor da Eurovisão em 2017 vai cantar uma canção no filme da Netflix e ainda contracenar com o ator …

Para evitar a desertificação, há uma cidade a vender casas a 1 euro

A cidade de Bisaccia, em Itália, está a vender 90 imóveis por apenas um euro. O compromisso é que os compradores renovem as habitações. A cidade italiana de Bisaccia, no sul da Campânia, em Itália, está …

Daniel Podence a caminho do Wolverhampton

Daniel Podence deverá ser anunciado em breve como novo reforço dos Wolves, equipa inglesa orientada por Nuno Espírito Santo e na qual já jogam outros sete portugueses. De acordo com o jornal O Jogo, Daniel Podence …