Hollande fez acordo secreto com Bruxelas para não cumprir défice

partisocialiste / Flickr

O presidente da França, François Hollande

A revelação deste contrato secreto foi feita pelo próprio Presidente francês no livro “Um presidente não deveria dizer isso”, editado por dois jornalistas do Le Monde.

O Presidente francês François Hollande fez um acordo secreto com a União Europeia para não cumprir as metas do défice e escapar às sanções.

A revelação foi feita no livro “Um presidente não deveria dizer isso”, da autoria de Gérard Davet e Fabrice Lhomme, dois jornalistas do Le Monde, e agora lido pelo correspondente do Expresso em Paris, Daniel Ribeiro.

A obra reúne cinco anos de investigação e conta com excertos de mais de cem horas de gravações de conversas com o chefe de Estado francês.

A União Europeia exige que os Estados-membros mantenham o défice abaixo dos 3% do PIB o que, de acordo com esta revelação, significa que a França escapou sempre às sanções por défice excessivo.

O “acordo secreto” seria válido desde 2012, ano em que Hollande foi eleito, até 2017, ou seja, teve o aval da Comissão Europeia presidida por Durão Barroso e, posteriormente, por Jean Claude Juncker.

É o privilégio dos grandes países. Nós dizemos: nós somos a França, nós protegemo-vos, temos umas forças armadas, uma força de dissuasão, uma diplomacia (…) Eles, os europeus, sabem que precisam de nós e, portanto, isso paga-se”, explicou o Presidente francês no livro, citado pelo semanário.

Para já, Hollande ainda não veio desmentir estas revelações mas alguns analistas políticos consideram já que a publicação do livro, a poucos meses das eleições, é o “suicídio político” do líder francês.

Segundo o Expresso, o primeiro-ministro gaulês, Manuel Valls, já expressou a “vergonha e cólera” dos militantes socialistas.

O livro revela ainda citações do presidente Hollande a dizer que França “tem um problema com o Islão” e que já ordenou “quatro assassinatos seletivos”, pretensamente de terroristas jihadistas.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. A arrogância deste “Senhor” Hollande não tem limites…cada vez mais questiono se vivemos numa Europa ou se vivemos num domínio Françês e Alemão em que as leis são feitas à medida destes dois países.

    • Quem nos dera termos governantes como ele.
      O Hollande só está a fazer o melhor pelo país dele.
      Felizmente para os franceses, o seu país tem “força” na união.
      Infelizmente o nosso não tem e os nossos governantes também não.
      É certo que numa Europa em que todos sonhamos, uma Europa justa, social, estes comportamentos são reprováveis, mas é assim a nossa sina e não vejo que mudará no futuro.

  2. Este é mais um que quer o inferno para os outros e o paraíso para ele, desta maneira de facto a UE caminha para o suicídio.

RESPONDER

Bolsonaro vai criar um partido "pobre, sem dinheiro, sem televisão". Quem for para lá, vai por amor

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, afirmou na quinta-feira que os parlamentares que o acompanharem na mudança para o Aliança pelo Brasil, o seu novo partido, apenas o farão por amor, já que terá poucos recursos …

"Solução razoável". Marcelo promulga já aumento do salário mínimo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai promulgar já esta sexta-feira o diploma que estabelece um aumento do salário mínimo nacional para 635 euros em 2020, que considera "uma solução razoável, a pensar …

Filósofo francês diz aos homens para violarem mulheres. "Eu violo a minha todas as noites"

O filósofo e escritor francês Alain Finkielkraut afimrou na quarta-feira, durante um programa da TF1 sobre casos de violação divulgados pelos media, que diz aos homens para violarem as suas mulheres. "Eu violo a minha …

Ex-administrador da TAP Luís Rodrigues é o novo presidente da SATA

O antigo administrador da TAP Luís Rodrigues é o novo presidente da transportadora aérea açoriana SATA, informou hoje o executivo regional. "O presidente do Governo [Regional], Vasco Cordeiro, comunicou à Assembleia Legislativa o nome de Luís …

Mãe que deixou recém-nascido no caixote do lixo não quis abortar

A jovem cabo-verdiana, em prisão preventiva por suspeitas de ter abandonado o seu filho recém-nascido no lixo, teve a oportunidade de abortar, mas não quis. O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou, esta quinta-feira, o pedido de …

Face Oculta. MP pede 12 anos e 10 meses para Manuel Godinho

O Ministério Público (MP) defendeu esta sexta-feira a aplicação de uma pena única de 12 anos e 10 meses de prisão para o sucateiro Manuel Godinho, principal arguido do processo Face Oculta, durante a audiência …

Maioria acredita que Governo vai durar quatro anos

Uma sondagem da Aximage revela que a maioria das pessoas entrevistadas acredita que António Costa vai concluir a sua legislatura, mesmo com um Governo que consideram de "estrutura exagerada". Uma sondagem da Aximage para o Jornal …

Tecnologia usada em Marte ajuda a detectar fugas de água em Gaia

Um sistema "pioneiro em Portugal" que recorre a tecnologia usada em Marte, para detectar água, está a ser utilizada pela empresa municipal Águas de Gaia, em Vila Nova de Gaia, para detectar fugas no sistema …

É segredo de Estado e custou mais de 100 milhões. "Máquina do Fisco" analisa 600 mil facturas por hora

O sistema informático que sustenta a "máquina do Fisco" já custou ao Estado mais de 100 milhões de euros e é tão secreto que nem a localização física dos servidores que o sustentam é conhecida. …

Empresário alemão investigado por suspeitas de orgias com menores em Cascais

O empresário alemão Matthias Schmelz, representante em Portugal dos aspiradores da marca Rainbow, está a ser investigado por suspeitas de lenocínio e pagar por orgias com menores na sua casa na zona de Cascais, avançou …