Hollande fez acordo secreto com Bruxelas para não cumprir défice

partisocialiste / Flickr

O presidente da França, François Hollande

A revelação deste contrato secreto foi feita pelo próprio Presidente francês no livro “Um presidente não deveria dizer isso”, editado por dois jornalistas do Le Monde.

O Presidente francês François Hollande fez um acordo secreto com a União Europeia para não cumprir as metas do défice e escapar às sanções.

A revelação foi feita no livro “Um presidente não deveria dizer isso”, da autoria de Gérard Davet e Fabrice Lhomme, dois jornalistas do Le Monde, e agora lido pelo correspondente do Expresso em Paris, Daniel Ribeiro.

A obra reúne cinco anos de investigação e conta com excertos de mais de cem horas de gravações de conversas com o chefe de Estado francês.

A União Europeia exige que os Estados-membros mantenham o défice abaixo dos 3% do PIB o que, de acordo com esta revelação, significa que a França escapou sempre às sanções por défice excessivo.

O “acordo secreto” seria válido desde 2012, ano em que Hollande foi eleito, até 2017, ou seja, teve o aval da Comissão Europeia presidida por Durão Barroso e, posteriormente, por Jean Claude Juncker.

É o privilégio dos grandes países. Nós dizemos: nós somos a França, nós protegemo-vos, temos umas forças armadas, uma força de dissuasão, uma diplomacia (…) Eles, os europeus, sabem que precisam de nós e, portanto, isso paga-se”, explicou o Presidente francês no livro, citado pelo semanário.

Para já, Hollande ainda não veio desmentir estas revelações mas alguns analistas políticos consideram já que a publicação do livro, a poucos meses das eleições, é o “suicídio político” do líder francês.

Segundo o Expresso, o primeiro-ministro gaulês, Manuel Valls, já expressou a “vergonha e cólera” dos militantes socialistas.

O livro revela ainda citações do presidente Hollande a dizer que França “tem um problema com o Islão” e que já ordenou “quatro assassinatos seletivos”, pretensamente de terroristas jihadistas.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. A arrogância deste “Senhor” Hollande não tem limites…cada vez mais questiono se vivemos numa Europa ou se vivemos num domínio Françês e Alemão em que as leis são feitas à medida destes dois países.

    • Quem nos dera termos governantes como ele.
      O Hollande só está a fazer o melhor pelo país dele.
      Felizmente para os franceses, o seu país tem “força” na união.
      Infelizmente o nosso não tem e os nossos governantes também não.
      É certo que numa Europa em que todos sonhamos, uma Europa justa, social, estes comportamentos são reprováveis, mas é assim a nossa sina e não vejo que mudará no futuro.

  2. Este é mais um que quer o inferno para os outros e o paraíso para ele, desta maneira de facto a UE caminha para o suicídio.

RESPONDER

Afinal, o buraco negro mais próximo da Terra pode não ser um buraco negro

Um objeto identificado no início deste ano como o buraco negro mais próximo da Terra pode, afinal, não o ser. Depois de reanalisar os dados, diferentes equipas de cientistas concluíram que o sistema HR 6819 …

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …

Benfica 2-0 Belenenses SAD | Darwinismo rende arranque histórico

O Benfica cumpriu e venceu o Belenenses SAD por 2-0, no Estádio da Luz, na partida que encerrou a quinta jornada da Liga NOS. Foi o quinto triunfo benfiquista no campeonato em cinco partidas, o …

Uma tarefa doméstica está a poluir sorrateiramente o ambiente

O que vestimos e como lavamos as nossas roupas influencia o número de microfibras sintéticas que libertamos no meio ambiente. Há uma tarefa doméstica a poluir sorrateiramente o ambiente. Um novo artigo científico, publicado na PLOS …

A companhia aérea que faliu devido à covid-19 está de volta

A pandemia de covid-19 foi traiçoeira para muitas empresas. A Flybe, uma das primeiras vítimas, está agora a ressuscitar - e pode voltar a rasgar os céus já no próximo ano. A economia mundial foi muito …

Dormir bem antes de tomar a vacina da gripe pode ajudar a aumentar a sua eficácia

Segundo os especialistas, uma boa noite de sono pode mesmo ajudar a aumentar a eficácia da vacina da gripe, que neste ano ganha particular relevância em plena pandemia de covid-19. De acordo com Matthew Walker, autor …

Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma "bomba-relógio")

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década. Antes de os Estados Unidos …

Portugal deve bater recorde de doentes em cuidados intensivos ainda esta semana

Portugal deverá ultrapassar, esta quarta-feira, o recorde de doentes em unidades de cuidados intensivos, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa sobre a capacidade do Serviço Nacional de Saúde para combater …

A Budapest Eye foi restaurante por um dia (e com estrela Michelin)

Um restaurante com estrela Michelin em Budapeste, na Hungria, ofereceu aos clientes uma experiência gastronómica na famosa roda gigante Budapest Eye. Atraiçoado pela queda de faturação após o desaparecimento de turistas estrangeiros, o restaurante Costes, premiado …

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …