Hollande fez acordo secreto com Bruxelas para não cumprir défice

partisocialiste / Flickr

O presidente da França, François Hollande

A revelação deste contrato secreto foi feita pelo próprio Presidente francês no livro “Um presidente não deveria dizer isso”, editado por dois jornalistas do Le Monde.

O Presidente francês François Hollande fez um acordo secreto com a União Europeia para não cumprir as metas do défice e escapar às sanções.

A revelação foi feita no livro “Um presidente não deveria dizer isso”, da autoria de Gérard Davet e Fabrice Lhomme, dois jornalistas do Le Monde, e agora lido pelo correspondente do Expresso em Paris, Daniel Ribeiro.

A obra reúne cinco anos de investigação e conta com excertos de mais de cem horas de gravações de conversas com o chefe de Estado francês.

A União Europeia exige que os Estados-membros mantenham o défice abaixo dos 3% do PIB o que, de acordo com esta revelação, significa que a França escapou sempre às sanções por défice excessivo.

O “acordo secreto” seria válido desde 2012, ano em que Hollande foi eleito, até 2017, ou seja, teve o aval da Comissão Europeia presidida por Durão Barroso e, posteriormente, por Jean Claude Juncker.

É o privilégio dos grandes países. Nós dizemos: nós somos a França, nós protegemo-vos, temos umas forças armadas, uma força de dissuasão, uma diplomacia (…) Eles, os europeus, sabem que precisam de nós e, portanto, isso paga-se”, explicou o Presidente francês no livro, citado pelo semanário.

Para já, Hollande ainda não veio desmentir estas revelações mas alguns analistas políticos consideram já que a publicação do livro, a poucos meses das eleições, é o “suicídio político” do líder francês.

Segundo o Expresso, o primeiro-ministro gaulês, Manuel Valls, já expressou a “vergonha e cólera” dos militantes socialistas.

O livro revela ainda citações do presidente Hollande a dizer que França “tem um problema com o Islão” e que já ordenou “quatro assassinatos seletivos”, pretensamente de terroristas jihadistas.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. A arrogância deste “Senhor” Hollande não tem limites…cada vez mais questiono se vivemos numa Europa ou se vivemos num domínio Françês e Alemão em que as leis são feitas à medida destes dois países.

    • Quem nos dera termos governantes como ele.
      O Hollande só está a fazer o melhor pelo país dele.
      Felizmente para os franceses, o seu país tem “força” na união.
      Infelizmente o nosso não tem e os nossos governantes também não.
      É certo que numa Europa em que todos sonhamos, uma Europa justa, social, estes comportamentos são reprováveis, mas é assim a nossa sina e não vejo que mudará no futuro.

  2. Este é mais um que quer o inferno para os outros e o paraíso para ele, desta maneira de facto a UE caminha para o suicídio.

Atribuição de certificados de imunidade tem de ser vista com cuidado

A imunologista Akiko Iwasaki diz que "ter anticorpos" contra o coronavírus "não significa" que "se vai estar protegido de uma reinfeção" ou que "não se vai contagiar". A imunologista japonesa Akiko Iwasaki afirmou, esta segunda-feira, que …

Mais de metade dos ventiladores que chegaram da China ficam na Grande Lisboa

A região Norte concentra 57% dos casos de covid-19, mas mais de metade dos 144 ventiladores que chegaram este domingo da China vão ficar na Grande Lisboa. Segundo o Público, os ventiladores são uma oferta feita …

Nova Iorque pondera enterrar temporariamente vítimas de covid-19 em parques urbanos

As autoridades de Nova Iorque, nos Estados Unidos, ponderam utilizar parques urbanos locais para enterrar temporariamente vítimas da pandemia de covid-19, anunciou o presidente do comité de saúde do conselho da cidade, Mark Levine. "Em breve, …

Ações de Isabel dos Santos arrestadas na NOS ascendem a 422 milhões

O Tribunal Central de Instrução Criminal arrestou em março 26,07% das ações da NOS, controladas indiretamente por Isabel dos Santos. No total, as ações ascendem a 422 milhões de euros. Segundo o Jornal Económico, a ZOPT, …

Vem aí uma Super Lua Rosa. É a maior de 2020

Na noite desta terça-feira, vai ser possível observar a maior e mais brilhante Lua cheia do ano de 2020. Chama-se "Super Lua Rosa". As superluas ocorrem quando a Lua está a 90% da sua abordagem mais …

Grávidas sem covid-19 voltam a ter acompanhantes no Hospital de Santa Maria

A suspensão, que decorria desde há 2 semanas no Hospital de Santa Maria, foi levantada "a pensar nos enormes benefícios para as grávidas nesse momento único", devido à "introdução de colheitas sistemáticas do novo coronavírus". As …

Miranda Sarmento acusa ministro da Economia de ter faltado à verdade

Joaquim Miranda Sarmento considera que o ministro da Economia "disse duas coisas que não são verdade" ao comentar as 18 propostas apresentadas pelo PSD esta segunda-feira. Em entrevista à Rádio Observador, Joaquim Miranda Sarmento, Presidente do …

Hospital da Cruz Vermelha acusa Francisco George de pôr em risco sobrevivência da unidade

Clínicos do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa (HCVP) acusam Francisco George de estar a colocar em risco "a sobrevivência clínica e económica" daquela unidade de saúde de Lisboa. Mais de 50 clínicos do Hospital da Cruz …

André Ventura acredita que será reeleito

A demissão do líder do Chega deverá ser feita oficialmente esta semana, mas André Ventura acredita que será reeleito com o apoio das distritais, das regionais e dos militantes. O líder da distrital do Porto apresentou …

Primeira linha de crédito de 400 milhões de euros para empresas já esgotou

A primeira linha de crédito criada pelo Governo para apoiar empresas, no âmbito da crise desencadeada pela pandemia de covid-19, já esgotou. De acordo com o semanário Expresso, já não estão a ser aceites candidaturas para …