Caso do hidrogénio verde. António Costa apanhado em escutas

Hugo Delgado / Lusa

O presidente do Supremo Tribunal de Justiça mandou destruir escutas em que o primeiro-ministro António Costa foi apanhado acidentalmente. O Expresso avança que o Ministério Público já recorreu da destruição.

O Ministério Público (MP) terá intercetado conversas entre o primeiro-ministro, António Costa, e o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, no âmbito do caso do hidrogénio verde. O alvo das escutas era este último.

Na mesma investigação, terão também sido ouvidos o secretário de Estado-adjunto e da Energia, João Galamba, e o ministro da Economia, Siza Vieira. Vários membros do Governo estarão a ser investigados, apesar de nenhum deles ter sido constituído arguido.

A notícia é avançada esta sexta-feira pelo semanário Expresso. As escutas em que Costa foi apanhado foram apreciadas pelo presidente do Supremo Tribunal de Justiça, António Piçarra, uma vez que, sempre que um primeiro-ministro é visado numa interceção telefónica, a validade da mesma tem de ser apreciada pelo presidente do STJ.

António Piçarra mandou-as destruir por considerar que não tinham matéria ou indício criminal relevante. No entanto, o MP recorreu da decisão e agora será um juiz-conselheiro a decidir se são destruídas ou se se juntam ao processo.

O semanário escreve que, no total, foram duas as escutas que já foram apreciadas por António Piçarra, faltando ainda a decisão sobre uma terceira.

Em novembro, a revista Sábado noticiou Pedro Siza Vieira e João Galamba estavam a ser investigados sobre a atuação do Governo na promoção do hidrogénio verde, na sequência de uma denúncia recebida pelo Ministério Público no final de 2019.

Os governantes “são suspeitos de favorecimento do consórcio EDP/Galp/REN no milionário projeto do hidrogénio verde para Sines”, estando em causa um dos maiores projetos que em 2020 foram selecionados para uma candidatura nacional a um estatuto de interesse comum da Comissão Europeia, que visa facilitar a obtenção de apoios ao financiamento.

A Sábado noticiou ainda que Siza Vieira e Galamba estiveram sob escuta, tendo o DCIAP negado que o ministro da Economia tivesse sido escutado. Desde então não houve desenvolvimentos sobre a candidatura portuguesa no quadro do hidrogénio.

O Expresso contactou o gabinete de António Costa, que disse “ignorar” qualquer escuta e “[agradeceu] a informação”. Já a Procuradoria-Geral da República não deu qualquer resposta ao jornal em tempo útil.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

23 COMENTÁRIOS

  1. Claro… se o cabrão dissesse que tinha assassinado alguém, ou que tinha roubado milhões ao Estado, iam destruir a cassete/prova… muito bom, este nosso país. Temos cada vigarista…! Fosca-se!

  2. Que raio de estado de direito este em que a classe politica está sempre um degrau acima dos cidadãos comuns. Onde está a igualdade de tratamento perante a lei. Pais sem justiça independente nunca terá futuro.

  3. Ou são os JORNALISTAS a salvarem os interesses deste desgraçado povo, ou vai ficar tudo no fundo do baú sem ver a luz do dia e os corruptos ficaram sempre na sombra a sorri.
    Infelizmente já há poucos jornalistas com a coragem dos de antigamente. Talvez não mereçamos mais porque, ao fim e ao cabo, votamos sempre nos mesmos…

  4. Estou certo que a oposição será contundente com estes atos (ou não?) Não deixará passar em branco. A nossa oposição ao governo vê tudo. É omnipresente e omnipotente, (ou não?). É uma oposição forte que deixe os cidadãos tranquilos (ou não?). Acho que não.

  5. Estamos feitos. O dinheiro manda sempre mais. Seja qual for o governante, vigente ou candidato, se não cumprir com os favores que o meteram lá, salta fora da carroça em três tempos.

    Ou quando os candidatos aos cargos andam nas campanhas e romarias, o que acham que fazem as figuras da alta finança? Organizam almoçaradas para o beija mão dos candidatos! E deste amigalhismo só escapam os que não têm qualquer hipótese de lá chegar.

  6. No meu entender a razão das conversas era mudar de hidrogénio verde para hidrogénio vermelho com sede na catedral da 2ª circular, portanto tudo normal e nada de razão para desconfianças!

RESPONDER

Oposição quer redução de portagens. Governo responde com cortes ou aumento de impostos

O Governo disse hoje que a redução de portagens nas ex-SCUT "é legal e constitucional", defendendo que a Assembleia da República deve ajudar a encontrar a compensação para encargos de até 149 milhões de euros …

Bispo do século XVII foi enterrado com um feto. Cientistas já sabem porquê

Cientistas já sabem porque é que foi encontrado o cadáver de um feto junto dos restos mortais de um antigo bispo de Lund, na Suécia. Peder Pedersen Winstrup foi um bispo de Lund, cidade na atual …

Detenção da autarca de Vila Real de Santo António surpreende PSD. Deputado do PS envolvido no negócio

Esta terça-feira, a presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Conceição Cabrita, foi detida por suspeitas do crime de corrupção num negócio de imobiliário em Monte Gordo.  Fonte da direção do PSD disse, …

Atraso com vacina da Johnson não altera metas do plano de vacinação

O anúncio desta terça-feira do atraso da distribuição da vacina da Johnson & Johnson na Europa não vai afetar o plano de vacinação em Portugal, garantiu a task force. Mais um contratempo para o processo de …

Descoberta de bactérias comedoras de metano numa árvore comum pode ser boa notícia

A descoberta de bactérias que "comem" metano numa árvore australiana comum pode ser uma boa notícia no desafio de reduzir a emissão de gases com efeito de estufa. As árvores são os pulmões da Terra, uma …

Rio diz ser "desejável" que PSD Madeira e Açores excluam Chega de coligações

Em Portugal Continental, o PSD não aceita coligações com o Chega para as próximas autárquicas, sublinhou Rui Rio, que deseja que o mesmo princípio seja seguido nas Regiões Autónoma. Esta terça-feira, Rui Rio reiterou que …

Marcelo começa a despedir-se da emergência e passa a bola ao Governo

Depois do 15.º estado de emergência e com a situação mais controlada, o Presidente da República entende que o ideal é o Governo começar a procurar alternativas legais. Marcelo Rebelo de Sousa espera que o 15.º …

EDP abdicou de decisão do Fisco antes de vender barragens

A EDP abdicou de uma prerrogativa prevista na lei que permitia à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) abrir um procedimento de inspeção prévio antes de concluir a venda das seis barragens ao consórcio francês da …

O chapim-real tem uma cultura (e os "imigrantes" mudam-na para melhor)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Konstanz e do Instituto Max Planck, na Alemanha, descobriu que os chapins-reais são capazes de mudar a sua cultura para se tornarem mais eficientes. Nos animais, "cultura" é qualquer comportamento …

Cabrita promete "as mais profundas transformações" na PSP, GNR e SEF

O ministro da Administração Interna disse esta terça-feira que as reformas que o Governo está a fazer na PSP, GNR e SEF são "as mais profundas transformações" realizadas nas forças de segurança "desde há …