Helena Borges é a nova directora-geral da Autoridade Tributária

Tiago C Lima / FLickr

Edifício do Ministério das Finanças em Lisboa

Edifício do Ministério das Finanças em Lisboa

A actual responsável pela Direcção de Finanças de Lisboa, Helena Borges, é a nova directora-geral da Autoridade Tributária e vai assumir funções na segunda-feira, anunciou o Governo no Parlamento.

“Gostaria de anunciar que a doutora Helena Borges, actual directora da Direção de Finanças de Lisboa, irá assumir o cargo de directora-geral da Autoridade Tributária e Aduaneira já a partir de segunda-feira”, afirmou o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio,

O secretário de estado deu esta informação na sua intervenção inicial na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública, onde esteva a ser ouvido a propósito da alegada lista VIP de contribuintes.

O anterior director-geral da Autoridade Tributária e Aduaneira, António Brigas Afonso, apresentou esta quarta-feira o pedido de demissão, que foi aceite pela tutela, dois dias depois de o Ministério das Finanças anunciar ter solicitado à Inspecção-Geral de Finanças a abertura de um inquérito à existência da alegada lista de contribuintes VIP.

Perante o pedido de demissão do director-geral – e posteriormente, também do subdirector-geral José Maria Pires, que se demitiu na mesma quarta-feira – o Governo procede, de acordo com a lei em vigor, à nomeação do seu substituto para assumir a liderança da instituição.

Núncio exige “esclarecimento cabal” da ‘lista VIP’

Na sua intervenção no parlamento, p secretário de Estado dos Assuntos Fiscais exigiu um “cabal esclarecimento” sobre a alegada ‘lista VIP’ da AT, e sublinhou a credibilidade da Inspecção-Geral das Finanças, que está a investigar o caso.

“Pretendo que a averiguação seja detalhada, profunda, pormenorizada para que seja possível ter um esclarecimento cabal desta situação e para que pessoas saibam o que aconteceu” na AT, afirmou hoje Paulo Núncio na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública, onde esteve a ser ouvido esta noite.

O governante afirmou aos deputados que, depois de ter sido informado da referência à existência de uma ‘lista VIP’ de contribuintes em processos da AT pelo director-geral demissionário da instituição, António Brigas Afonso, pediu uma investigação da Inspecção-Geral de Finanças para esclarecer o caso.

Núncio rejeitou liminarmente ter tido conhecimento da existência de uma a lista VIP de contribuintes da Autoridade Tributária (AT).

“Nunca autorizei, nem nunca autorizaria a constituição de uma lista específica, porque violaria princípios básicos do nosso sistema legal”, afirmou o governante.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Mãe que deixou recém-nascido no caixote do lixo não quis abortar

A jovem cabo-verdiana, em prisão preventiva por suspeitas de ter abandonado o seu filho recém-nascido no lixo, teve a oportunidade de abortar, mas não quis. O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou, esta quinta-feira, o pedido de …

Face Oculta. MP pede 12 anos e 10 meses para Manuel Godinho

O Ministério Público (MP) defendeu esta sexta-feira a aplicação de uma pena única de 12 anos e 10 meses de prisão para o sucateiro Manuel Godinho, principal arguido do processo Face Oculta, durante a audiência …

Maioria acredita que Governo vai durar quatro anos

Uma sondagem da Aximage revela que a maioria das pessoas entrevistadas acredita que António Costa vai concluir a sua legislatura, mesmo com um Governo que consideram de "estrutura exagerada". Uma sondagem da Aximage para o Jornal …

Tecnologia usada em Marte ajuda a detectar fugas de água em Gaia

Um sistema "pioneiro em Portugal" que recorre a tecnologia usada em Marte, para detectar água, está a ser utilizada pela empresa municipal Águas de Gaia, em Vila Nova de Gaia, para detectar fugas no sistema …

É segredo de Estado e custou mais de 100 milhões. "Máquina do Fisco" analisa 600 mil facturas por hora

O sistema informático que sustenta a "máquina do Fisco" já custou ao Estado mais de 100 milhões de euros e é tão secreto que nem a localização física dos servidores que o sustentam é conhecida. …

Empresário alemão investigado por suspeitas de orgias com menores em Cascais

O empresário alemão Matthias Schmelz, representante em Portugal dos aspiradores da marca Rainbow, está a ser investigado por suspeitas de lenocínio e pagar por orgias com menores na sua casa na zona de Cascais, avançou …

A nova fábrica da Tesla não vai ser no Reino Unido por causa do Brexit

O presidente executivo da Tesla admitiu que as incertezas à volta do Brexit tiveram peso na decisão de abrir a primeira fábrica da empresa na Europa antes em Berlim. A Tesla anunciou, esta terça-feira, que vai …

Esquerda chumba equiparação do comunismo ao nazismo

A resolução do Parlamento Europeu que condena em termos iguais o nazismo e o comunismo extremou esta sexta-feira as posições na Assembleia da República. A direita acusou a esquerda de ter duas medidas para avaliar as …

Mexia não vai deixar que chineses interfiram no plano estratégico da EDP

O presidente da EDP, António Mexia, garantiu que não vai deixar que nenhum acionista impeça o desenvolvimento do plano estratégico da empresa, deixando o aviso à China Three Gorges. Em entrevista concedida ao Jornal Económico, António …

Impostos indiretos subiram com Governo de Costa e são já 55% da carga fiscal

Os impostos indiretos têm vindo a aumentar em Portugal. Dados da Direção-Geral do Orçamento mostram que o peso da tributação indireta no total da receita fiscal do subsector Estado, em 2018, ascendeu a 55,4%, o …