Hamas garante que guerra com Israel não terá fim até à libertação dos prisioneiros

Amir Farshad Ebrahimi / Flickr

Tanque israelita em operações na fronteira de Israel junto à Faixa de Gaza

Tanque israelita em operações na fronteira de Israel junto à Faixa de Gaza

O movimento de resistência islâmica Hamas assegurou que o último conflito bélico com Israel em Gaza, que começou há um ano, não terminará até que se resolva a questão dos presos palestinianos.

Conflito Israelo-Árabe

“O inimigo e os amigos devem saber que a guerra do ano passado na Faixa de Gaza não acabou e continua em aberto até que se resolva a questão dos prisioneiros”, sublinhou Abu Obeida, porta-voz do braço armado as Brigadas de Ezedín Al Kasem, em comunicado esta quinta-feira.

Abu Obeida, que fez assim referência a um possível acordo para trocar prisioneiros com Israel, exigiu o fim do bloqueio à Faixa de Gaza e advertiu que, caso este persista, o “povo e a resistência armada combaterão cara-a-cara, mas desta vez a batalha não será fácil”.

Israel assegurou que, nos últimos meses, o grupo islâmico testou vários projéteis, que disparou desde a costa de Gaza até ao mar.

A 8 de julho de 2014, Israel iniciou uma operação militar denominada “Margem Protetora“, por terra, mar e ar, para impedir o disparo de projéteis por palestinianos a partir de Gaza e os ataques através de túneis, contra o seu território.

O conflito provocou uma enorme destruição na Faixa de Gaza, onde morreram 2.251 palestinianos, dos quais 1.462 civis e 551 crianças, e 73 israelitas, 67 deles soldados, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU).

Após o fim do conflito, com um acordo de cessar-fogo mediado pelo Egipto, após 50 dias, o movimento Hamas anunciou que tinha capturado dois soldados israelitas, que Israel considerou mortos em combate, com os quais pretendia alcançar um acordo para trocar prisioneiros.

Na quarta-feira, os media locais, que citaram fontes israelitas e do Hamas, disseram que milicianos do movimento, têm em cativeiro em Gaza israelitas vivos e mortos, sem precisar o seu número ou identidade.

A Coordenação de Atividades do Governo nos Territórios [palestinianos], organismo dependente do Ministério da Defesa israelita, revelou hoje, em comunicado, que um civil israelita identificado como Avraham Mangisto está em poder do Hamas e que há um outro caso semelhante de um cidadão árabe-israelita.

O Hamas retém também, desde o verão passado, os restos mortais de dois soldados israelitas, Orón Shaul e Hadar Goldin, mortos durante a operação militar iniciada por Israel na Faixa de Gaza.

Jaled Meshal, dirigente do órgão político do Hamas, afirmou na quarta-feira que Israel contactou o movimento, através de canais europeus, para solicitar a entrega dos restos mortais dos soldados, a fim de que sejam sepultados em solo israelita.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Mau feitio afasta juiz desembargador de concurso

Eurico Reis está fora da lista de magistrados responsáveis pela nova secção do Tribunal da Relação de Lisboa, relativa à propriedade intelectual e concorrência, supervisão e regulação, que começa a funcionar esta sexta-feira. O juiz …

Algarve escolhido como melhor destino de golfe do Mundo para 2020

A Associação Internacional de Operadores de Turismo de Golfe (IAGTO) escolheu o Algarve como "melhor destino de golfe do mundo para 2020", distinção que o presidente do Turismo do Algarve atribuiu à qualidade dos 40 …

Balakov deixa cargo de selecionador da Bulgária

O treinador Krasimir Balakov deixou nesta sexta-feira o cargo de seleccionador de futebol da Bulgária, na sequência da goleada (6-0) sofrida na recepção à Inglaterra, num jogo de qualificação para o Euro 2020 marcado por …

Fez-se História no Espaço com o primeiro passeio espacial feminino

As astronautas Jessica Meir e Christina Koch saíram esta sexta-feira da Estação Espacial Internacional (EEI) no primeiro passeio orbital sem a participação de homens, durante o qual repararão um controlo das baterias da estação. A saída …

UEFA proíbe Ajax de vender bilhetes

O Comité de Controlo, Ética e Disciplina da UEFA proibiu o Ajax de vender bilhetes para o próximo encontro da Liga dos Campeões, em Londres, frente ao Chelsea, a 5 de Novembro, devido ao mau …

Aumenta para cinco número de mortos em desabamento de prédio no Brasil

O número de mortos no desabamento de um prédio residencial em Fortaleza, capital do estado do Ceará, no nordeste do Brasil, aumentou para cinco, segundo informações do corpo de bombeiros divulgadas esta sexta-feira pelas autoridades …

Cartel de Sinaloa abre fogo e obriga polícia a libertar filho de “El Chapo”

O filho de El Chapo, Ovidio Guzmán López, foi libertado depois de várias horas de violência que se seguiram à sua detenção e o ministro da Defesa argumentou com medidas de segurança para o fazer. O …

Portugal tem 796 mil “eleitores-fantasma”

Portugal tem mais 796 mil eleitores do que população residente com 18 e mais anos. O número de inscritos nos cadernos eleitorais, em território nacional, apresenta uma diferença de 9,3% face ao número de residentes …

Lenine Cunha e Ana Filipe conquistam mais duas medalhas nos INAS Global Games

Os portugueses Lenine Cunha e Ana Filipe conquistaram esta quinta-feira medalhas de prata e bronze, respetivamente, nos INAS Global Games, competição mundial para atletas com deficiência intelectual, que decorre em Brisbane, na Austrália. Os dois pódios …

Homem detido em França por ameaça de ataque inspirado no 11 de setembro

Um indivíduo identificado como sendo um radical islâmico foi detido em França acusado de terrorismo devido a uma ameaça de sequestro e ataque inspirado no atentado às Torres Gémeas, nos Estados Unidos, em 2001, anunciaram …