Há concelhos da Grande Lisboa com aumentos de casos de covid-19 acima de 180% desde o fim da Emergência

Mário Cruz / Lusa

Seis concelhos da Área Metropolitana de Lisboa registam aumentos superiores a 150% no número de casos de infecção por covid-19 desde o fim do Estado de Emergência, sendo que em Loures e na Amadora a subida ultrapassa os 180%.

Portugal esteve em Estado de Emergência entre 19 de Março e 2 de Maio, seguindo-se, desde então, o Estado de Calamidade e o levantamento gradual, de 15 em 15 dias, das medidas de confinamento.

Analisando o boletim da Direcção-Geral da Saúde (DGS) de 3 de Maio, com dados até às 24 horas de 2 de Maio, quando terminou o Estado de Emergência, e os valores divulgados na quinta-feira, a agência Lusa constatou que os concelhos da Área Metropolitana de Lisboa registavam 4.731 casos de infecção em 3 de maio, 18,71% do total do país, e 9.923 em 4 de Junho, o que representa 29,54% do total.

Esta diferença no número de casos, de mais 5.192, representa um aumento de 109,14%, ou seja, mais do que duplicou.

Na Área Metropolitana do Porto, por exemplo, o aumento do número de casos em igual período foi de 10,86% (8.498 no fim do Estado de Emergência e 9.421 no boletim de quinta-feira, mais 923 casos).

Tendo em conta os 18 concelhos que integram a Área Metropolitana de Lisboa (AML), seis apresentam aumentos superiores a 150% no número de infecções reportadas desde 3 de Maio: Amadora (passou de 336 casos para 956, um aumento de 184,52%), Loures (de 408 para 1.047, um aumento de 181,13%), Montijo (de 48 para 126, um aumento de 162,50%), Odivelas (de 243 para 627, um aumento de 158,02%), Seixal (de 165 para 416, um aumento de 152,12%) e Moita (de 69 para 173, um aumento de 150,72%).

Com aumentos percentuais entre os 100% e os 149% estão os concelhos do Barreiro (97 para 237, +144,33%), de Vila Franca de Xira (195 para 461, +136,41%), de Sintra (608 para 1.400, +130,26%), de Palmela (18 para 38, +111,11%), de Oeiras (224 para 465, +107,59%) e de Sesimbra (20 para 40, +100%).

Com aumentos abaixo de 100% estão Mafra (90,14%), Setúbal (80,33%), Cascais (78,59%), Almada (73,77%), Lisboa (61,89%) e Alcochete (43,75%).

Em números absolutos, o concelho de Lisboa era o que tinha mais casos em 3 de Maio, 1.567, o que representava 6,20% do total de infecções reportadas no país. No boletim de 4 de Junho, estavam atribuídos ao concelho 2.536 (7,54% do país), mais 969.

Este número é superior ao registado em todos os concelhos da AMP desde o fim do Estado de Emergência (923).

O Governo decidiu na sexta-feira passada adiar a reabertura das Lojas do Cidadão e dos centros comerciais na Área Metropolitana de Lisboa, para evitar aglomerações de pessoas, tendo em conta o “aumento muito significativo do número de casos” de covid-19 na região. No resto do país, estes espaços abriram na segunda-feira.

Ainda na AML, os ajuntamento continuaram limitados a 10 pessoas, enquanto no resto do país o limite máximo passou para 20 pessoas.

Na semana passada, o primeiro-ministro anunciou também que, na AML, ficou restringida a dois terços a lotação máxima dos veículos privados de transporte de passageiros.

Esta quinta-feira, António Costa disse que as restrições nesta área devem ser levantadas a partir do dia 15, sendo a decisão tomada no Conselho de Ministros da próxima terça-feira, 9 de Junho.

Segundo o líder do executivo, os testes realizados na AML permitiram concluir que nesta zona não há um “crescimento generalizado da pandemia”. Dos 18 municípios que a integram, disse, apenas cinco, entre os mais populosos, concentram focos de infecção.

Segundo dados da DGS divulgados na quinta-feira, Portugal registou desde o início da pandemia 1.455 mortos associados à covid-19 em 33.592 casos confirmados de infecção.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Porque é que o país inteiro tem que estar confinado em vez de as zonas com focos do vírus estarem isoladas do resto do país?

RESPONDER

Imunidade de grupo não vai travar pandemia, diz estudo espanhol

Um estudo espanhol, que abrangeu mais de 60 mil pessoas, colocou em causa a viabilidade da imunidade de grupo como forma de combater a pandemia de covid-19, estimando que apenas 5% da população tenha desenvolvido anticorpos …

Na Colômbia, a "rebelião dos grisalhos" lutou contra o confinamento e a juíza deu-lhes razão

Um grupo de ilustres septuagenários, que liderou a iniciativa local da "rebelião dos grisalhos", na Colômbia, conseguiu uma grande vitória judicial. Na Colômbia, a "rebelião dos grisalhos" lutou contra o confinamento, exigindo mais tempo na rua …

EUA ponderam bloquear o TikTok e outras redes sociais chinesas

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, admitiu esta semana que os Estados Unidos estudam a possibilidade de bloquear a rede social de vídeos TikTok, bem como outras plataformas do género chinesas. Em entrevista à emissora …

Salgado acusa Banco de Portugal de "deslealdade" e "desonestidade"

Na contestação à coima aplicada pelo supervisor por violação de normas de prevenção de branqueamento de capitais, a defesa de Ricardo Salgado acusou o Banco de Portugal de ter sido “desleal e desonesto” na forma …

No Reino Unido, só 22% das pessoas que testaram positivo relataram ter sintomas

Um novo estudo acaba de revelar que, no Reino Unido, apenas 22% dos casos positivos tinha sintomas da covid-19 no dia em que fizeram o teste. Um estudo do Office for National Statistics (ONS) britânico, divulgado …

Administração Trump notifica formalmente o Congresso sobre saída da OMS

O Governo norte-americano informou esta terça-feira o Congresso sobre a sua saída forma da Organização Mundial da Saúde (OMS). A Administração Trump já notificou formalmente o Congresso norte-americano de que os Estados Unidos vão sair da …

“Não vou ser infetado e propagar a covid-19”. Burundi anuncia triagem maciça da população

O Governo do Burundi começou esta segunda-feira uma campanha de triagem maciça da covid-19, decisão que demonstra uma alteração das políticas implementadas pelo novo Presidente do país no sentido de combater mais assertivamente a propagação …

Despedida de Centeno e estreia de Leão. Eurogrupo elege presidente na quinta-feira

A eleição para a presidência do Eurogrupo, na quinta-feira, será a última reunião presidida por Mário Centeno e a estreia europeia de João Leão como ministro das Finanças. A eleição para a presidência do Eurogrupo é …

Governo está a preparar um programa específico de apoio ao Algarve

O Algarve terá um programa específico de apoio, que já está a ser preparado pelo Governo, avançou o ministro da Economia esta terça-feira. O ministro da Economia disse, esta terça-feira, que o Governo está a preparar …

OMS admite transmissão pelo ar e pede que se evitem espaços fechados

Depois do alerta de 239 especialistas, a Organização Mundial de Saúde diz que há novas provas de que o novo coronavírus se transmite pelo ar. A Organização Mundial de Saúde (OMS) admitiu, esta terça-feira, haver novas …