Há 50 anos, uma baleia explodiu numa praia (e essa história pode ajudar a combater o coronavírus)

Doncaster Council / Twitter

No condado de Doncaster, no Reino Unido, as autoridades querem chamar a atenção da população para que cumpra as normas de saúde, de forma a impedir a propagação do novo coronavírus.

De acordo com o jornal britânico Evening Standard, as autoridades procuravam uma forma criativa de destacar a importância de seguir as regras.

As autoridades decidiram recorrer ao Twitter e usar como exemplo um evento que ocorreu em novembro de 1970 numa praia em Oregon, nos Estados Unidos, quando as autoridades locais decidiram fazer explodir o cadáver de uma baleia de mais de 13 metros.

Inicialmente, houve um debate na comunidade sobre o que fazer com os restos mortais do enorme mamífero. Uma das soluções era deixá-lo a decompor-se, tentar cortá-lo e depois enterrá-lo, ou fazê-lo explodir com dinamite e esperar que os pássaros comessem as sobras.

Porém, as autoridades decidiram fazer explodir o cetáceo. Um dos especialistas, o engenheiro responsável pela operação, afirmou que “não tinha certeza da quantidade de dinamite necessária para destruir a baleia”, por isso decidiu usar meia tonelada.

A notícia chegou a um ex-membro das Forças Armadas, que alertou as autoridades que essa quantidade de dinamite era excessiva e que apenas alguns cartuchos seriam suficientes.

No entanto, o alerta foi ignorado pela equipa responsável pela operação e, diante de uma multidão de curiosos, o maior mamífero do mundo foi atingido com meia tonelada de dinamite.

Porém, o aviso do ex-militar estava correto. A enorme explosão causou pânico entre os participantes, que corriam entre as partes do cetáceo que voavam em todas as direções.

O problema não terminou aí. A parte principal da baleia permaneceu no local, enquanto milhares de pedaços foram espalhados a quilómetros do sítio da explosão.

Segundo as autoridades de Doncaster, a história deixa três ensinamentos: não ignorar os conselhos de especialistas; por vezes, é melhor ficar em casa; e, quando se ignora um conselho, mais pessoas são afetadas pelas ações erradas.

O Reino Unido tem mais de 55 mil casos de infeção por coronavírus e mais de seis mil britânicos morreram com a doença.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Viagens expresso no Sistema Solar. Nave espacial pode chegar a Titã em apenas 2 anos

Uma equipa de cientistas está a trabalhar num propulsor de nave espacial que, segundo eles, poderia alcançar a misteriosa lua de Saturno, Titã, em menos da metade do tempo que o satélite Cassini demoraria. Apesar de …

Depois do "selo Brexit", os correios da Áustria emitem o "selo corona" impresso em papel higiénico

O serviço postal da Áustria uniu dois pontos da pandemia do novo coronavírus ao criar um selo impresso em papel higiénico que, segundo os correios, as pessoas também podem, a qualquer momento, usar para ajudar …

A Moog celebra os 100 anos do Theremin com um novo instrumento: o Claravox Centennial

Este ano marca o 100º aniversário do Theremin - um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrónicos, controlado sem qualquer contacto físico pelo músico. Para celebrar vai ser lançado o Claravox Centennial. Foi em 1920 que Leon Theremin, …

Depósito inexplorado na Sibéria tem uma das maiores reservas de ouro do mundo

O maior produtor de ouro da Rússia, PJSC Polyus, anunciou esta semana que o seu depósito inexplorado em Sukhoi Log, na região siberiana de Irkutsk, possui uma das maiores reservas mundiais deste metal preciosos. De …

Os novos iPhones não trazem carregador. Apple poupa muito nos custos, mas não no ambiente

A Apple decidiu vender os seus novos iPhones sem carregador ou auscultadores, alegando que a alteração tem em conta o ambiente, uma vez que serão utilizados menos produtos na embalagem dos telemóveis, mas os especialistas …

Caça ao tesouro secular. Lendária ilha pode esconder Santo Graal, manuscritos de Shakespeare e jóias reais

Perto da Nova Escócia, no Canadá, há uma lendária ilha com misteriosos túneis e estranho artefactos. Há quem acredite que esconde o Santo Graal, os manuscritos de Shakespeare e um tesouro de um capitão. Porém, …

Aprender "baleiês" pode evitar choque de navios com o animal

Uma equipa de cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, tem uma nova ideia para salvar as baleias-azuis em migração das colisões com navios. Durante a época de migração das baleias-azuis, os animais enfrentam sérios …

Afinal, os carros elétricos não são a melhor resposta para combater as alterações climáticas

Os carros elétricos, surgem como alternativas mais sustentáveis aos veículos a gasolina ou gasóleo, podem não ser a melhor forma de combater as alterações climáticas no âmbito dos transportes, de acordo com um novo estudo. …

Seria Jesus um mágico? Há arte romana que parece sugerir que sim

Em alguma arte antiga, Jesus é retratado a fazer milagres com algo na mão que parece ser uma varinha. Investigadores sugerem que se trata de um cajado, que era usado como símbolo de poder. Segundo a …

Nem todos os clubes estão a afundar – alguns estão a prosperar durante a pandemia

Nem todos os clubes estão a sofrer às mãos desta pandemia de covid-19. Alguns deles têm conseguido bons resultados financeiros apesar da crise. A covid-19 provou ser um adversário devastador para o desporto profissional em todo …