Há 10 interessados na Efacec. Propostas vinculativas vão em breve a Conselho de Ministros

Rodrigo Antunes / Lusa

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira

A escolha das propostas vinculativas para a reprivatização da Efacec, deverá acontecer “num dos próximos” Conselhos de Ministros, disse esta terça-feira o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira.

Pedro Siza Vieira confirmou, esta terça-feira, que foram apresentadas 10 propostas para a reprivatização da Efacec e garantiu que todo o processa ficará “garantidamente concluído até ao final do ano”, avança o Expresso.

Numa visita à sede da empresa, em Matosinhos, o ministro disse que o Conselho de Ministros vai, agora, decidir em cima da proposta da Parpública, numa das próximas reuniões, quem segue para a segunda fase e vai apresentar propostas vinculativas para comprar a maioria do capital, já “esta ou na próxima semana”.

Siza Vieira fez um balanço positivo da visita à Efacec, afirmando que “permite consolidar o projeto de futuro de uma empresa com um peso grande nas exportações de tecnologia industrial”. No processo de reprivatização, salientou, “a melhoria da situação da empresa torna mais credível a proposta dos interessados”.

A empresa está em boas mãos“, garantiu o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital.

Não foram avançados dados sobre os resultados positivos dos dois últimos trimestres, mas Ângelo Ramalho, presidente da comissão executiva da Efacec, garantiu que a empresa está com um nível de atividade 40% acima do ano passado, exporta 75% do que faz e, olhando aos últimos seis meses, “está a avançar no caminho da sustentabilidade”.

Sobre os valores em cima da mesa para a reprivatização, também não foram dados detalhes. “As empresas deram valores distintos nas suas propostas. Agora vão ser afinados em função da análise mais detalhada que vão fazer da situação da Efacec e da atividade positiva que esta tem tido”, disse Siza Vieira.

Já quanto à indemnização a pagar a Isabel dos Santos, o ministro referiu que “os valores para que se apontam não são muito significativos”.

“Não vão fazer muita diferença no futuro da empresa”, garantiu.

No dia 26 de junho do ano passado, ainda antes de ser nacionalizada, a Efacec anunciou ter recebido “cerca de uma dezena” de propostas não vinculativas de grupos industriais e fundos de investimento, nacionais e internacionais, para aquisição do capital de Isabel dos Santos na empresa.

Na semana seguinte, no dia 2 de julho, o Conselho de Ministros aprovou o decreto de lei para nacionalizar “71,73% do capital social da Efacec”, uma empresa nacional que “constitui uma referência internacional em sectores vitais para a economia portuguesa”.

O conselho de administração da empresa considerou que a nacionalização de 71,73% da empresa é “um claro reconhecimento” do “valor económico e estratégico” do grupo, permitindo “viabilizar a sua continuidade” e manter o seu “valor financeiro e operacional”.

Este processo decorre da saída de Isabel dos Santos, filha do ex-presidente angolano José Eduardo dos Santos, do capital da Efacec, na sequência do envolvimento do nome da gestora no caso Luanda Leaks, no qual o Consórcio Internacional de Jornalismo de Investigação revelou mais de 715 mil ficheiros que detalham alegados esquemas financeiros da empresária e do marido que lhes terão permitido retirar dinheiro do erário público angolano através de paraísos fiscais.

A Efacec é uma empresa portuguesa que opera nos setores da energia, engenharia e mobilidade.

  Liliana Malainho, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Titã pode estar condenada a chocar contra Saturno

A maior lua de Saturno, Titã, tem um enorme efeito na inclinação do planeta, e o seu afastamento do planeta pode derrubá-lo e condenar a própria Titã. A cada ano que passa, Titã afasta-se 11 centímetros …

É um cenário de filme de ficção científica - mas será possível a Lua colidir contra a Terra?

Está sempre aparentemente calma no céu, mas será que a Lua pode algum dia vir a chocar com a Terra? Há simulações que ajudam a ter uma ideia do que aconteceria neste cenário. Um novo filme …

O segredo da Coreia do Sul para combater a covid-19? Tecnologia de ponta e toque humano

O sucesso da Coreia do Sul a combater a pandemia de covid-19 não assentou apenas no recurso à tecnologia de ponta — também envolveu o tradicional toque humano. De acordo com um recente relatório da Câmara …

Governo: voto contra do Bloco é "definitivo". Marcelo diz que chumbo provoca dissolução

O Governo afirmou este domingo que entendeu o anúncio de voto contra por parte do BE como “uma posição definitiva”, remetendo eventuais novas negociações com este partido para a fase da especialidade do Orçamento do …

Soldados do exército chinês alinhados.

Chinesas querem "empregos de homem" — mas o sistema educacional corta-lhes as asas

Várias escolas, academia e universidades chinesas impõe cotas que limitam o acesso de estudantes do sexo feminino. Mulheres têm de tirar notas mais altas do que os homens para entrar. Um pouco por todo o mundo …

"A Escola de Atenas", quadro de Rafael Sanzio.

Ideias da filosofia grega podem ter-nos conduzido às alterações climáticas

Algumas das ideias defendidas por antigos filósofos gregos podem ter conduzido a civilização rumo às alterações climáticas. Incêndios florestais causados por ventos crescentes e um calor sem precedentes cercaram Atenas, Grécia, no verão passado, cobrindo os …

Vizela 0-1 Benfica | Milagre de São Rafa no último suspiro

A ressaca pós-goleada frente ao Bayern, na Liga dos Campeões, foi difícil para o Benfica. Os comandados de Jorge Jesus sentiram muitas dificuldades frente a um Vizela que sabia que o seu adversário iria patentear …

Otoniel, o camponês paramilitar (e criminoso mais procurado da Colômbia) foi capturado

O governo da Colômbia anunciou este sábado a captura do narcotraficante mais procurado do país, Dairo Antonio Úsuga (com a alcunha de 'Otoniel'), por quem os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de cinco milhões de …

"Tratam as doentes como histéricas". O longo caminho da Medicina até levar a sério a dor feminina está a custar vidas

Muitos dos avanços na medicina tiveram apenas metade da população em conta. Para além da falta de representação das mulheres nos estudos médicos, a dor e os relatos das pacientes são muitas vezes desvalorizados nas …

Bloco faz ultimato: vota contra o OE se até 4ª feira o Governo "insistir em impor recusas"

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou este domingo que o BE votará contra o orçamento se até quarta-feira “o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços”, mantendo, no …