Governo avança com nacionalização da Efacec

(dr) efacec.pt

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, anunciou esta quinta-feira que a Efacec, empresa controlada por Isabel dos Santos, vai ser nacionalizada. Em relação à TAP, ainda só há “um acordo de princípio” com os privados.

“O decreto-lei que procede à nacionalização 71,7% do capital social da Efacec Power Solutions, uma empresa de referência nacional”, disse hoje a ministra da Presidência. Mariana Vieira da Silva realça que esta decisão garante a “salvaguarda de cerca de 2.500 postos de trabalho” e a “continuidade da empresa”.

Assim, o Estado ficará com 71,73% do capital da Efacec, que é atualmente detido pela empresária angolana Isabel dos Santos.

O objetivo deste diploma, já promulgado por Belém, é salvar a empresa considerando “o acordo dos restantes acionistas privados”, a “natureza transitória da intervenção” e a “abertura simultânea de processo de reprivatização da posição agora objeto de intervenção pública”, escreve o Correio da Manhã.

Marcelo Rebelo de Sousa promulgou o decreto-lei “com vista à salvaguarda do interesse público nacional”.

Pedro Siza Vieira realça que esta solução não deve ser vista como uma “nacionalização duradoura, antes como solução indispensável de passagem entre soluções duradouras de mercado”.

“O Conselho de Ministros tomou esta decisão porque a Efacec está em situação de grande impasse acionista, na sequência do processo Luanda Leaks, foi decretado o arresto desta participação social”, disse ainda Pedro Siza Vieira, citado pelo Jornal Económico.

O governante revelou ainda que houve sensibilidade em relação ao “cancelamento de algumas encomendas nas últimas semanas”, com a empresa a sentir uma pressão sobre a tesouraria.

“Nestes últimos seis meses, desde a situação do Luanda Leaks, a Efacec começou a ter muitas dificuldades com os seus fornecedores. O próprio arresto significa que a sociedade está com algum bloqueio na sua atividade. Nesse sentido, estes seis meses causaram uma degradação grande na empresa”, disse Siza Vieira.

“O governo tem acompanhado de perto os esforços entre os bancos credores da Sra. Engenheira Isabel dos Santos e as próprias sociedades em causa para tentar encontrar forma de viabilizar possibilidade de ações serem entregues aos bancos”, acrescentou.

“O passo dado é crucial e imperioso para impedir o esvaziamento irreversível de uma empresa com grande relevância para a economia portuguesa, quer externa, quer internamente, quer em termos de emprego, quer em termos de inovação e produção industrial nacional”, lê-se no site da Presidência da República.

Em relação à TAP, o Governo não oferece grandes novidades, reforçando que há apenas “um acordo de princípio”. Mariana Vieira da Silva espera que, “dentro das próximas horas”, já se conheça uma decisão relativamente ao futuro da companhia aérea portuguesa.

“Existe neste momento um acordo de principio com os privados para viabilizar intervenção na TAP”, disse a governante. “Se se frustrar o compromisso, o Conselho de Ministros reunirá imediatamente para aprovar diploma da nacionalização”, acrescentou.

O Conselho de Ministros promulgou ainda a criação da prestação complementar de abono de família excecional, do primeiro, segundo e terceiro escalões, e a prorrogação automática do subsídio social de desemprego até ao final do ano, escreve o Jornal de Notícias.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mas isto agora vai tudo a eito?! Depois da TAP; da notícia de hoje em que vão passar a controlar o “ódio” na internet; agora a Efacec?! Isto começa a ficar pior do que a Venezuela.

RESPONDER

"Dirty Dancing" está de volta e conta com Jennifer Grey

John Feltheimer, CEO da Lionsgate, confirmou ao The Guardian que a produtora está a desenvolver uma sequela de Dirty Dancing. O clássico dos anos 80 que agora regressa foi protagonizado originalmente por Patrick Swayze e …

A Bugatti está a vender um carro elétrico "para crianças". Chama-se Baby II e custa 30 mil euros

A Bugatti e a Little Car Company, sediada em Londres, uniram-se para criar 500 Bugattis elétricos em miniatura para crianças. Agora, fruto dos desenvolvimentos mundiais, alguns veículos ficaram disponíveis para compra. O mais recente brinquedo da …

50 anos de monarquia e uma guerra de dias. A pandemia "matou" a micronação mais antiga da Austrália

O reinado de 50 anos de uma micronação na Austrália chegou ao fim devido ao impacto económico da pandemia de covid-19, que fez com que o autodeclarado principado se rendesse ao país. Hutt River, um principado …

NASA vai rebatizar planetas e outros corpos celestes com nomes ofensivos

A agência espacial norte-americana (NASA) anunciou que vai rebatizar alguns planetas, galáxias e outros corpos celestes que possuem nomes "ofensivos". Em comunicado publicado esta quinta-feira, a NASA explica que vai abandonar os nomes "não-oficiais" a …

O maior parque de crocodilos da Índia está à beira da falência. Abriga mais de 2.000 animais

O maior parque de crocodilos da Índia, localizado perto da cidade de Chennai, no sul do país asiático, encontra-se à beira da falência depois de a pandemia de covid-19 ter obrigado a fechar o espaço …

Campanha científica acrescenta mais de 37 mil quilómetros quadrados ao mapa do mar português

A campanha científica que o navio hidro-oceanográfico D. Carlos I da Marinha Portuguesa realizou durante nove semanas nos Açores, para levantamentos hidrográficos, permitiu “acrescentar cerca de 37.500 quilómetros quadrados sondados ao mapeamento do mar português”. Numa …

Apesar dos alertas, houve quem plantasse as sementes misteriosas da China (e já começaram a crescer)

Durante as últimas semanas, pessoas em todo o mundo têm recebido, sem ter encomendado, nas suas caixas de correio sementes com origem na China. Apesar dos avisos em contrário, houve quem plantasse os misteriosos presentes. As …

Marcelo veta redução de debates sobre a Europa. Não foi uma "solução feliz"

O Presidente da República vetou esta segunda-feira a redução do número de debates em plenário para o acompanhamento do processo de construção europeia de seis para dois por ano, defendendo que não foi uma “solução …

Boris Johnson admite alargar quarentena a mais países

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira alargar o sistema de quarentena a pessoas que cheguem de países atualmente isentos para reduzir o risco de infeção com a doença covid-19 no Reino Unido. "No contexto …

Novo lay-off. Ajuda da Segurança Social para pagar subsídios de Natal pode chegar só em 2021

O apoio ao pagamento do subsídio de Natal previsto pelo Governo para apoiar as empresas no âmbito do novo regime de lay-off, que entrou em vigor em agosto, poderá só ser pago pela Segurança Social …