No grupo de trabalho da Habitação cantou-se ao Santo António

Zanthia / Flickr

O grupo de trabalho parlamentar da Habitação, Reabilitação Urbana e Políticas de Cidades assinalou, esta quarta-feira, a sua 100.ª reunião, com um “voto de saudação” da deputada Helena Roseta à Lei de Bases da Habitação evocando Santo António.

Numa sessão marcada para continuar as votações indiciárias da Lei de Bases da Habitação, a deputada Helena Roseta levou duas quadras alusivas ao Santo António e à temática que o grupo de trabalho tem vindo a acompanhar desde o início da legislatura.

Viva o Santo António,
viva o São João,
viva toda a gente
nesta comissão.

Viva até São Bento,
se nos arranjar
uma lei de bases
p’ra gente votar.

Helena Roseta aproveitou para propor o seu voto de saudação, assinalando também a véspera do dia de Santo António, “grande figura do século XIII português e que continua muito popular, não só na sua terra natal, mas um pouco por todo o mundo”, embora notando que “os chamados santos populares não se esgotam na figura do franciscano lisboeta”.

A deputada distribuiu depois uma simbólica recordação pelos vários grupos parlamentares, com a representação de habitações, e um “manjerico comestível” pelos jornalistas.

O deputado Álvaro Castelo-Branco, do CDS-PP, agradeceu a lembrança e desejou que “só com a ajuda” de todos os santos se poderá “ter uma boa Lei de Bases da Habitação”. “Esta quadra pode ser inspiradora para os meus colegas aqui, embora não acredito muito. Mas vamos lá a ver… pelo menos vota-se”, frisou.

O socialista Luís Vilhena salientou que o grupo de trabalho deve “a sua existência à insistência” de Helena Roseta, sublinhando “a força, o combate e a persistência” da deputada ao longo do tempo. “Sem a sua persistência e esse combate não era possível nós sequer estarmos aqui a discutir a Lei de Bases da Habitação”, vincou.

O social-democrata António Costa da Silva destacou a forma como a deputada do PS e os restantes elementos do grupo de trabalho conseguiram criar “um espírito de grupo interessante, apesar de todas as divergências” e “perspetivas diferentes”.

“Sempre entendi que na política nunca se deve lutar contra o homem, mas sim lutar pelas convicções”, afirmou o eleito do PSD, realçando a “persistência” do grupo de trabalho e considerando que a aprovação de “uma política da habitação é, sem dúvida, uma das matérias centrais para as famílias e para os portugueses”.

“Viva o Santo António, viva o São João, mas também viva a santa Helena, que nos arranjou uma lei de bases para votar”, disse o bloquista Pedro Soares, apontando também a importância de, finalmente, se poder “ter uma política pública de habitação”.

O também presidente da comissão parlamentar de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação espera que se consiga, assim, criar uma verdadeira política que assuma a função social da habitação.

A deputada Paula Santos, do PCP, sinalizou o trabalho desenvolvido na legislatura e a aprovação de “legislação e medidas positivas para as populações”, embora considerando que se podia “ter dado um passo ainda maior”, mas “não houve essa disponibilidade”.

“Houve, de facto, um conjunto de aspetos que significou um passo em frente numa matéria tão importante para as pessoas e para as famílias”, ressalvou, no entanto, a deputada comunista, confiante de que, com a aprovação da Lei de Bases da Habitação, se “dê mais um passo qualitativo e quantitativo pela garantia deste direito que a nossa Constituição consagra”.

Depois de na terça-feira terem iniciado a votação indiciária da nova lei, com a viabilização pelo PS, PCP e BE de normas relacionadas com a função social da habitação e a proteção nos despejos, os deputados voltam ao assunto no dia 19 de junho.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

UEFA confirma três jogos de suspensão para Neymar

A UEFA anunciou, esta quarta-feira, que rejeitou o recurso do Paris Saint-Germain e manteve os três jogos de suspensão a Neymar, na sequência de insultos aos árbitros na partida com o Manchester United, da Liga …

Transportes estão cada vez mais cheios. Carris vai comprar 100 novos autocarros

A Carris vai lançar dois concursos para a aquisição de 100 novos autocarros, 70 dos quais a gás natural e 30 elétricos, anunciou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina. Falando na apresentação da …

Apenas 59% dos habitantes da Europa ocidental confiam na vacinação. França é o país com mais dúvidas

Na Europa oriental, apenas metade da população olha para as vacinas como uma forma segura de prevenção de saúde. No caso da zona ocidental, o número sobe para os 59%, mas fica ainda distante dos …

César Peixoto é o novo treinador da Académica

O antigo futebolista é o novo treinador da Académica, sucedendo a João Alves no comando técnico dos estudantes, anunciou o clube que integra a II Liga portuguesa. César Peixoto vai ser apresentado às 17h00, em conferência …

Tribunal diz que ausência de resistência de vítima de violação é "desejo de sobreviver"

Quando as vítimas não resistem, revelam "o desejo de sobreviver a uma situação cujo controlo não detêm", adotando um comportamento de preservação, diz o Tribunal da Relação de Lisboa. O Tribunal da Relação de Lisboa considerou …

Draghi abre a porta a cortes nas taxas de juro

Mario Draghi afirmou esta terça-feira que se o objetivo de ficar abaixo dos 2% de inflação estiver ameaçado, "estímulos adicionais serão necessários". O presidente do BCE admitiu mesmo uma descida das taxas. O presidente do BCE, Mario …

SNS dá “sinais de cansaço” e tem sistema “que não é amigo do cidadão”

A Convenção Nacional da Saúde concluiu esta terça-feira que o SNS “dá sinais de cansaço” e avisa que os portugueses “não podem ter listas de espera de anos” por consultas ou cirurgias, nem ter “enormes …

Violência doméstica: sobe para 16 o número de mulheres mortas em 2019

O número de mulheres mortas desde o início do ano em contexto de violência doméstica subiu para 16, segundo a contabilidade feita pelo Público com base nas notícias publicadas sobre o assunto. O número exclui …

Costa garante que Miguel nunca pediu ajuda ao Governo. Mas assegurou todo o "apoio diplomático e consular"

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou que o Governo nunca foi contactado por Miguel Duarte, jovem que está a ser investigado em Itália por suspeita de ajuda à imigração ilegal, mas assegurou todo o "apoio diplomático …

Em Espanha esqueceram-se de Ronaldo e estalou a polémica

A Liga Espanhola de Futebol Profissional lançou um desafio aos fãs do desporto rei para escolherem a sua lenda favorita de todos os tempos. A lista inclui as grandes figuras do futebol espanhol dos últimos …