Greve dos Motoristas. Patrões vão exigir 70% de serviços mínimos

Tiago Petinga / Lusa

A Antram e o Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas vão reunir-se esta quarta-feira para definir os serviços mínimos na greve de 12 de agosto.

O Expresso avança esta terça-feira que a Antram – Associação Nacional de Transportes Públicos Rodoviários vai propor para a greve dos motoristas de matérias perigosas serviços mínimos de 70%.

De acordo com o matutino, esta proposta será comunicada na quarta-feira de manhã, numa reunião com os sindicatos que avançaram com o pré-aviso de greve para 12 de agosto, e que contará com a presença de representantes do Governo.

A reunião está agendada para as 10h na Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT) e tem como principal objetivo chegar a um acordo sobre os serviços mínimos que serão decretados caso a greve, por tempo indeterminado, se concretize. Caso não haja acordo entre sindicatos e patrões, será o Governo a fixar os serviços mínimos.

A proposta de serviços mínimos do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) abrange 25% da atividade normal de distribuição no território nacional, salvaguardando, por exemplo, a entrega de combustíveis aos portos e aeroportos, hospitais, lares de idosos, entre outros pontos de consumo.

No entanto, segundo apurou o Expresso, a Antram levará à reunião desta quarta-feira uma proposta mais ambiciosa, que prevê que 70% dos motoristas de cada empresa estejam disponíveis para trabalhar, de forma a que a empresa possa afetar o número necessário de motoristas para cumprimento de serviços mínimos.

No caso de uma determinada empresa trabalhar exclusivamente na distribuição de produtos a pontos tidos como prioritários, por exemplo, o nível de serviços mínimos pode mesmo atingir os 100%.

A abril, na greve que quase secou o país, os serviços mínimos tinham sido fixados em 40% para as zonas urbanas, mas tal acabou por se revelar insuficiente. Ao quarto dia de greve, o SNMMP e a Antram acordaram sentar-se à mesa para procurar um entendimento sobre as questões pecuniárias e não pecuniárias que separavam as partes.

A reunião desta quarta-feira acontece num momento tenso entre as relações da Antram com o SNMMP, que não aceita que as atualizações salariais se fiquem pelo pré-acordado aumento de 70 euros, para 700 euros mensais, do salário-base, a implementar em 2020.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Façam a greve de inverno e terão o todo o meu apoio cambada de gente ingrata.
    A culpa não é dos motoristas mas sim de quem está na realidade a ganhar dinheiro com isso, cavem e chegam lá.
    Só espero poder ter auxilio em caso de incêndio.
    Só espero ter auxilio e não morrer em casa, no trabalho, na estrada ou na praia.
    Pode ser que tenham uma surpresa estes motoristazecos, crianças mimadas liderados por outra criança mimada e birrenta à procura de protagonismo.
    Façam greve lutem pelos vossos direitos, mas não obriguem os portugueses a ficarem revoltados com vocês.
    Se alguém aqui perder um filho(a), companheiro(a), pai ou mãe, acreditem que isto cega, principalmente se poder ser evitado, pior ainda se foi consequência de….
    Eu se isto me acontecer limpo todos os que conseguir, em Portugal não há cumulo juridico, 1 ou 1000 é igual, 25 anos, cama, comida e roupa lavada, sporttv pra ver a bola.
    Pensem nisso.

Meteoritos desconhecidos podem estar a "bombardear" a atmosfera da Terra à velocidade da luz

Não é segredo que a Terra ocasionalmente recebe rochas do Espaço que explodem na atmosfera ou causam impacto na superfície. A Terra também vê chuvas de meteoros regularmente sempre que passa por nuvens de detritos …

Descoberto o ingrediente secreto para desenvolver um escudo contra radiação espacial mortal

Investigadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte desenvolveram uma nova técnica para proteger eletrónicos da tecnologia de exploração militar e espacial da radiação ionizante. A nova abordagem é mais económica do que as técnicas …

Guardas e familiares das vítimas pediram clemência. Mas Nicholas Sutton foi executado

O norte-americano foi executado, esta quinta-feira, no Tennessee, devido ao assassinato de quatro pessoas, apesar de alguns pedidos de clemência por parte de guardas prisionais e familiares das vítimas. De acordo com a CNN, Nicholas Sutton, …

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …