Greve dos Motoristas. Patrões vão exigir 70% de serviços mínimos

Tiago Petinga / Lusa

A Antram e o Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas vão reunir-se esta quarta-feira para definir os serviços mínimos na greve de 12 de agosto.

O Expresso avança esta terça-feira que a Antram – Associação Nacional de Transportes Públicos Rodoviários vai propor para a greve dos motoristas de matérias perigosas serviços mínimos de 70%.

De acordo com o matutino, esta proposta será comunicada na quarta-feira de manhã, numa reunião com os sindicatos que avançaram com o pré-aviso de greve para 12 de agosto, e que contará com a presença de representantes do Governo.

A reunião está agendada para as 10h na Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT) e tem como principal objetivo chegar a um acordo sobre os serviços mínimos que serão decretados caso a greve, por tempo indeterminado, se concretize. Caso não haja acordo entre sindicatos e patrões, será o Governo a fixar os serviços mínimos.

A proposta de serviços mínimos do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) abrange 25% da atividade normal de distribuição no território nacional, salvaguardando, por exemplo, a entrega de combustíveis aos portos e aeroportos, hospitais, lares de idosos, entre outros pontos de consumo.

No entanto, segundo apurou o Expresso, a Antram levará à reunião desta quarta-feira uma proposta mais ambiciosa, que prevê que 70% dos motoristas de cada empresa estejam disponíveis para trabalhar, de forma a que a empresa possa afetar o número necessário de motoristas para cumprimento de serviços mínimos.

No caso de uma determinada empresa trabalhar exclusivamente na distribuição de produtos a pontos tidos como prioritários, por exemplo, o nível de serviços mínimos pode mesmo atingir os 100%.

A abril, na greve que quase secou o país, os serviços mínimos tinham sido fixados em 40% para as zonas urbanas, mas tal acabou por se revelar insuficiente. Ao quarto dia de greve, o SNMMP e a Antram acordaram sentar-se à mesa para procurar um entendimento sobre as questões pecuniárias e não pecuniárias que separavam as partes.

A reunião desta quarta-feira acontece num momento tenso entre as relações da Antram com o SNMMP, que não aceita que as atualizações salariais se fiquem pelo pré-acordado aumento de 70 euros, para 700 euros mensais, do salário-base, a implementar em 2020.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Façam a greve de inverno e terão o todo o meu apoio cambada de gente ingrata.
    A culpa não é dos motoristas mas sim de quem está na realidade a ganhar dinheiro com isso, cavem e chegam lá.
    Só espero poder ter auxilio em caso de incêndio.
    Só espero ter auxilio e não morrer em casa, no trabalho, na estrada ou na praia.
    Pode ser que tenham uma surpresa estes motoristazecos, crianças mimadas liderados por outra criança mimada e birrenta à procura de protagonismo.
    Façam greve lutem pelos vossos direitos, mas não obriguem os portugueses a ficarem revoltados com vocês.
    Se alguém aqui perder um filho(a), companheiro(a), pai ou mãe, acreditem que isto cega, principalmente se poder ser evitado, pior ainda se foi consequência de….
    Eu se isto me acontecer limpo todos os que conseguir, em Portugal não há cumulo juridico, 1 ou 1000 é igual, 25 anos, cama, comida e roupa lavada, sporttv pra ver a bola.
    Pensem nisso.

RESPONDER

Violência policial é uma das principais causas de morte de jovens negros nos EUA

A violência policial é uma das principais causas de morte entre jovens nos Estados Unidos, com os negros a terem 2,5 vezes mais hipóteses de serem mortos do que os homens brancos. O estudo, publicado este …

A Volocopter apresenta o seu táxi voador mais potente (e já andou no ar)

https://vimeo.com/355573555 Desde 2013 a Volocopter tem vindo a aprimorar o seu projeto de táxi voador. Desta vez, o design é mais redondo, mais simples e mais potente. O Volocopter é uma aeronave 100% elétrica que os criadores …

Israel desenvolve terapia à base de ecstasy para tratar stress pós-traumático

O Ministério da Saúde israelita desenvolveu uma terapia à base de MDMA - o componente ativo da metanfetamina popularmente conhecida como 'ecstasy' - para tratar pessoas que sofrem de stress pós-traumático resistente. Num entrevista sobre a …

Quaresma de saída do Besiktas. "Presidente não me quer na equipa"

Revelação feita pelo jogador, no Instagram: "Acabei de ser informado pelo presidente do clube que ele não quer que eu continue a jogar na equipa. Estou a tentar encontrar solução para o meu futuro". O internacional …

O Dr. House português diz que 90% dos médicos só fazem "fantochadas"

É conhecido como o Dr. House português, numa referência à série televisiva norte-americana, pela forma como faz diagnósticos certeiros. E Vítor Brotas que trabalha no Hospital dos Capuchos, em Lisboa, admite que é "um médico …

Homem morre após ataque de vespas asiáticas. É a segunda morte por picadas de insecto em 2 dias

Um homem de 79 anos de idade morreu nesta sexta-feira em Oliveira do Bairro, Aveiro, após ter sido atacado por vespas asiáticas. Dois dias antes, outro homem de 50 anos faleceu na região da Beira …

Polícia antimotim dispersa manifestantes em Hong Kong com gás lacrimogéneo

A polícia antimotim de Hong Kong carregou hoje com gás lacrimogéneo sobre manifestantes que tinham erigido uma barricada no bairro de Kwun Tong, no Este da antiga colónia britânica. Embora os protestos tenham decorrido de forma …

Eleições. CDU vai manter campanha clássica, mas dispensa o "lombo assado"

O chefe do maior partido da Coligação Democrática Unitária (CDU), que junta comunistas e ecologistas, assumiu enfado com carne assada nas jornadas e ações de esclarecimento pelo país, mas garante uma campanha eleitoral nos cânones …

Bloco quer mais funcionários públicos e quotas por raça nas universidades

O BE afirma, no programa eleitoral disponibilizado hoje na íntegra, que "é o partido que quer e pode impedir uma maioria absoluta", um resultado nas eleições legislativas que faria Portugal "voltar ao passado da arrogância …

Balas com defeito que encravam armas. PSP confirma, mas diz que não é um problema

A Polícia de Segurança Pública (PSP) confirma que estão a ser utilizadas algumas balas com defeito que até encravam as armas, nos treinos dos candidatos a agentes na Escola Prática de Polícia. Mas garante que …