Na semana da sua grande conquista política, Boris arrisca guerra diplomática com Trump

Donald Trump insistiu nos riscos do acesso da gigante chinesa à rede 5G no Reino Unido, mas Londres deve anunciar parceria na terça-feira.

A semana em que o Reino Unido vai oficializar a sua saída da União Europeia (agendada para dia 31 de janeiro) pode ser assombrada por um conflito diplomático com os Estados Unidos. De acordo com o Público, está em causa o anúncio de uma acordo entre o Governo britânico e a Huawei, para permitir o acesso do gigante tecnológico à rede 5G do país.

Os Estados Unidos são o grande aliado comercial do Reino Unido no pós-divórcio com Bruxelas, mas têm feito vários avisos. Donald Trump telefonou pessoalmente a Boris Johnson, na passada sexta-feira, para lhe dar conta dos riscos do anúncio, recordando as relações próximas entre a Huawei e o Governo chinês – nomeadamente os serviços de informação do Estado chinês, que, dessa forma, pode permitir o acesso privilegiado de Pequim a uma rede de infraestruturas importantes no Reino Unido.

O Sunday Times avança ainda que o Presidente dos EUA insistiu que os dois países devem trabalhar em conjunto para chegar a uma alternativa à gigante chinesa, tendo comunicado a Boris que se este não desistir, estará a lançar bases para uma guerra diplomática.

“Dar luz verde ao acordo [com a Huawei] será uma grave ameaça para a segurança nacional”, avisou Donald Trump.

Por sua vez, em Downing Street argumenta-se que os chineses serão “excluídos de locais sensíveis”, como o Parlamento de Westminster ou as bases navais de Portsmouth, Faslane ou Devonport.

O eventual braço de ferro entre o Reino Unido e os Estados Unidos pode prejudicar tanto a posição de princípio de Washington nas negociações com Londres sobre um novo acordo de livre comércio, como a cooperação entre os serviços secretos dos dois países.

Segundo o diário, a Administração Trump chegou a ameaçar com a exclusão do Reino Unido do “Five Eyes” – o mecanismo de cooperação e de troca de informações entre EUA, Reino Unido, Austrália, Canadá e Nova Zelândia –, mas um funcionário do Governo britânico disse ao Sunday Times que os serviços secretos norte-americanos lhes garantiram que essa hipótese não está em cima da mesa.

Em relação às negociações entre Washington e Londres, o clima pode mesmo azedar. “O apetite para um acordo comercial EUA-Reino Unido pode diminuir se o Reino Unido tomar a decisão errada sobre a Huwaei”, alertou um alto funcionário da Casa Branca, em declarações ao Wall Street Journal.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Considerando que a NSA pode ver e ouvir tudo e todos no mundo, os EUA sabem muito bem o potencial da Huawei. Na Europa, a Huawei comprou a sua concorrente directa da EU, na Belgica para além de mais alguns spin-off’s da Universidade da Lovaina e a partir daí estamos f*didos na mesma. Para além disso, o que é que os EUA tem neste momento pra oferecer em alternativa?

    • Ai Paulo que tu quando estás caladro roças a genialidade. O pior é quando te lembras de exteriorizar o que a tua mente te permite.

      • O Sr. Paulo disse uma grande verdade. Os Americanos têm de facto a mania de controlar tudo e todos, se não sabe disso deveria estar mais bem informado até porque isto é assumido por eles próprios.

  2. Todos pelos direitos humanos, até que lhes cheguem à carteira.
    É igual ao tuga. A Isabel dos Santos também era venerada aqui pelos subditos do ocidente, até que lá fora a começaram a processar e de repente aqui os papagaios começaram a falar para não parecer mal e não por causa da exploração dos pobres angolanos.

    Agora preferirem ser governados pela china em vez dos eua é que não percebo, mas as pessoas também com a capacidade intelectual que têm neste país já nada me admira.

Teresa Leal Coelho admite processar ex-vereador Fernando Nunes da Silva

A vereadora da Câmara Municipal de Lisboa Teresa Leal Coelho admitiu que poderá vir a processar o antigo vereador Fernando Nunes da Silva, devido às declarações sobre a reposição dos sentidos de circulação na Avenida …

Linha de Fundo: Benfica reforça liderança, mais recados de Conceição, um jardim de infância especial e João “rosa” Almeida

Era uma vez um Clássico... Deu empate o primeiro clássico da época 2020/21. Em Alvalade, Sporting e FC Porto igualaram-se a duas bolas, num jogo que valeu pelas mudanças de resultado, mas que nem sempre foi …

CDS critica PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa

O CDS está "chocado" por a TAP ir abandonar as quatro rotas que opera no Aeroporto Francisco Sá Carneiro e critica o PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa. O …

Contratos de associação dos colégios privados. Ministério da Educação vence todos os 55 processos judiciais

Em todos os 55 processos judiciais que os colégios privados moveram contra o Ministério da Educação em 2016, na sequência da polémica dos contratos de associação, todas as 55 decisões foram favoráveis ao Governo. O jornal …

Famílias numerosas podem pedir desconto no IVA da luz a partir de março

As famílias com cinco ou mais elementos só poderão usufruir da redução do IVA da eletricidade a partir de 1 de março e terão de o requerer junto do seu fornecedor, segundo uma portaria esta …

Vacina da gripe disponível para mais grupos. Farmácias temem não ter stock suficiente

A vacina da gripe está, a partir desta segunda-feira, disponível para mais grupos populacionais com o início da segunda fase da campanha, que estende a vacinação a pessoas com 65 ou mais anos e pessoas …

Franceses em protesto para homenagear professor decapitado. Autoridades procuram radicais islâmicos

Milhares de pessoas reuniram-se no domingo no centro de Paris numa demonstração de repúdio pela decapitação do professor que mostrou aos seus alunos desenhos do Profeta Maomé. Os manifestantes da Praça da República ergueram cartazes onde …

Proud Boys acreditam na vitória de Trump: "Vamos Ganhar". Voto antecipado começa hoje na Florida

O líder do grupo Proud Boys disse à Lusa, durante uma manifestação em Miami, que Donald Trump vai vencer as eleições presidenciais norte-americanas, e rejeitou a acusação de que é dirigente de uma organização extremista. …

Projeto desenvolve testes rápidos de baixo custo para detetar imunidade

Um consórcio de universidades e uma empresa querem desenvolver "testes rápidos e de baixo custo" para detetar a resposta imunitária ao vírus SARS-CoV-2. O projecto TecniCov, que "obteve um financiamento de 450 mil euros da Agência …

"Medo constante". Human Rights Watch denuncia tortura na Coreia do Norte

Uma organização não-governamental denunciou esta segunda-feira que o sistema norte-coreano de detenção pré-julgamento e de investigação é cruel e arbitrário, com ex-detidos a descreverem tortura sistemática, corrupção e trabalhos forçados não-remunerado. No relatório de 88 páginas, …