Governo vai obrigar empresas a ter um terço de mulheres na gestão

SXC

-

O governo vai impor às empresas do Estado e às empresas cotadas em Bolsa quotas de género nas respectivas administrações.

A ideia é obrigar estas empresas a ter na gestão um mínimo de 33% do género menos representado, habitualmente as mulheres.

A informação foi confirmada pela secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade ao Dinheiro Vivo notando que o objectivo do governo é avançar “muito em breve” com esta medida.

Ainda não há uma data marcada para a entrada em vigor da medida mas o governo pretende que até 2020 os conselhos de administração das empresas “tenham de cumprir uma quota de 33% para o género menos representado”.

Nas empresas do Estado, “as quotas terão de ser cumpridas até 2018”, refere a publicação.

Esta é uma medida que já estaria a ser preparada pelo governo de Passos Coelho, que teria até assinado um acordo com 13 empresas cotadas em Bolsa, em Junho de 2015, no sentido de que os respectivos conselhos de administração fossem compostos por um mínimo de 30% de mulheres até 2018.

ZAP

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. A existência de cotas para o género feminino na administrações é o mesmo que passar um atestado de incapacidade, com o que não posso concordar.
    Por outro lado é ingerência na vida privada das empresas. Podemos imaginar que no futuro uma empresa vitima de gestão desastrosa/danosa por parte de algum membro feminino da administração possa reclamar indemnização ao estado em instâncias internacionais.
    Ainda por outro lado, podemos considerar que passa a haver descriminação do género masculino, por exemplo em empresas onde mais de 66% da administração é feminina.

  2. Mais um tiro no pé.
    Em 1.º, o Governo responde por todos os funcionários de tudo que é Estado e, aí se o fizesse estava a dar um bom exemplo sem utilizar o impor.
    Sugiro que comessem pelos Deputados e pelos membros do Governo.
    As Empresas privadas têm um dono, ou seja um PATRÃO, era o que faltava que o Governo viesse a impor quem devia ter ao meu serviço.
    Santa ignorância, infelizmente nesta valência PORTUGAL tem em excesso, como diz o POVO, tem para dar e vender, isto se houver comprador.

  3. Esta mulher, é um transexual, o género menos representado. Depois provavelmente vêm as lésbicas e depois os gays. Como cada um tem de estar representado a 33% não há lugar para mais nenhum género

  4. Mas será que o dinheiro dos meus impostos não tem mais utilidade que pagar os ordenados a estes psudo-legisladores que não fazem a mínima ideia do que estão a falar?
    Qualquer dia temos nascimentos por quotas, se uma família tiver 3 filhos um deles deve ser obrigatoriamente menina.
    Espero que numa empresa que seja maioritariamente gerida por mulheres, também existe uma quota mínima pra os homens nos órgão de gestão.
    Como já dizia alguém bastante conhecido – e esta hein!!!!

Pure Skies. Empresa desenha cabines dos aviões do pós-pandemia

Desde o início da pandemia, os especialistas têm testado diferentes maneiras de alcançar o distanciamento social em aviões, embora com pouco sucesso. Agora, há uma empresa que está a levar esta ideia até ao próximo …

OE2021. Bloco de Esquerda vota contra na generalidade

O Bloco de Esquerda vai votar contra a proposta do Orçamento do Estado para 2021 na generalidade, anunciou a coordenadora do partido, Catarina Martins. Em declarações aos jornalistas, a bloquista confirmou este domingo que o …

PS ganha eleições nos Açores sem garantia de maioria absoluta

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo entre 37% e 41%, o que não garante a maioria absoluta, segundo a projeção à boca das urnas realizada este domingo pela Universidade Católica …

Extinção da fauna em Madagáscar pode dever-se à presença humana (e a mudanças climáticas)

Grande parte da fauna de Madagáscar e das ilhas Mascarenhas foi eliminada durante o último milénio. Neste sentido, uma equipa de cientistas analisou um registo do clima nos últimos 8000 anos nas ilhas. O resultado …

PAN vai abster-se na generalidade. OE mais próximo da aprovação

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) vai abster-se na votação na generalidade da proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) na próxima quarta-feira, anunciou a líder parlamentar do partido, Inês Sousa Real. Com a abstenção dos três …

O passado tóxico fica para trás. Asbestos, a cidade "amianto", mudou de nome

A cidade canadiana Asbestos (que significa amianto) ganhou um novo nome, quase 11 meses após o anúncio da votação. Wuase metade dos cerca de 6 mil residentes da cidade canadiana marcaram presença numa votação organizada num …

Menino de 12 anos encontra fóssil de dinossauro com 69 milhões de anos

Nathan Hrushkin, aspirante a paleontólogo de 12 anos, encontrou o fóssil de um dinossauro enquanto passeava com o pai em Alberta, no Canadá. Depois de enviarem uma fotografia ao Museu Royal Tyrrell, ficaram a saber …

Autarca de Cascais associa festa privada de luxo a “número muito expressivo” de casos

O presidente da Câmara Municipal de Cascais associou este sábado uma festa privada, organizada num clube de luxo na Avenida de Liberdade, a "um número muito expressivo de casos" registado no concelho. "A festa de aniversário …

João Almeida acaba em 4.º e faz história no Giro. É o melhor português de sempre na prova

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) subiu este domingo ao quarto lugar final da 103.ª edição da Volta a Itália em bicicleta, no contrarrelógio da 21.ª etapa, que 'coroou' o britânico Tao Geoghegan Hart (INEOS). O português …

Santo Stefano paga 8.000 euros por ano a quem quiser viver na vila medieval italiana

Santo Stefano di Sessanio, uma vila medieval em Abruzzo, uma região no lado leste do centro-sul da Itália, está disposta a pagar a quem quiser mudar-se e começar um negócio nesta pequena localidade. Uma pequena vila medieval …