Governo vai obrigar empresas a ter um terço de mulheres na gestão

SXC

-

O governo vai impor às empresas do Estado e às empresas cotadas em Bolsa quotas de género nas respectivas administrações.

A ideia é obrigar estas empresas a ter na gestão um mínimo de 33% do género menos representado, habitualmente as mulheres.

A informação foi confirmada pela secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade ao Dinheiro Vivo notando que o objectivo do governo é avançar “muito em breve” com esta medida.

Ainda não há uma data marcada para a entrada em vigor da medida mas o governo pretende que até 2020 os conselhos de administração das empresas “tenham de cumprir uma quota de 33% para o género menos representado”.

Nas empresas do Estado, “as quotas terão de ser cumpridas até 2018”, refere a publicação.

Esta é uma medida que já estaria a ser preparada pelo governo de Passos Coelho, que teria até assinado um acordo com 13 empresas cotadas em Bolsa, em Junho de 2015, no sentido de que os respectivos conselhos de administração fossem compostos por um mínimo de 30% de mulheres até 2018.

ZAP

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. A existência de cotas para o género feminino na administrações é o mesmo que passar um atestado de incapacidade, com o que não posso concordar.
    Por outro lado é ingerência na vida privada das empresas. Podemos imaginar que no futuro uma empresa vitima de gestão desastrosa/danosa por parte de algum membro feminino da administração possa reclamar indemnização ao estado em instâncias internacionais.
    Ainda por outro lado, podemos considerar que passa a haver descriminação do género masculino, por exemplo em empresas onde mais de 66% da administração é feminina.

  2. Mais um tiro no pé.
    Em 1.º, o Governo responde por todos os funcionários de tudo que é Estado e, aí se o fizesse estava a dar um bom exemplo sem utilizar o impor.
    Sugiro que comessem pelos Deputados e pelos membros do Governo.
    As Empresas privadas têm um dono, ou seja um PATRÃO, era o que faltava que o Governo viesse a impor quem devia ter ao meu serviço.
    Santa ignorância, infelizmente nesta valência PORTUGAL tem em excesso, como diz o POVO, tem para dar e vender, isto se houver comprador.

  3. Esta mulher, é um transexual, o género menos representado. Depois provavelmente vêm as lésbicas e depois os gays. Como cada um tem de estar representado a 33% não há lugar para mais nenhum género

  4. Mas será que o dinheiro dos meus impostos não tem mais utilidade que pagar os ordenados a estes psudo-legisladores que não fazem a mínima ideia do que estão a falar?
    Qualquer dia temos nascimentos por quotas, se uma família tiver 3 filhos um deles deve ser obrigatoriamente menina.
    Espero que numa empresa que seja maioritariamente gerida por mulheres, também existe uma quota mínima pra os homens nos órgão de gestão.
    Como já dizia alguém bastante conhecido – e esta hein!!!!

RESPONDER

Vaga de frio no Texas. Mulher processa empresa de energia depois de receber conta de 9.000 dólares

Uma mulher residente no estado do Texas, nos Estados Unidos, avançou com uma ação coletiva de mil milhões de dólares contra o seu fornecedor de energia depois de a empresa apresentar uma conta de eletricidade …

Sérgio Conceição elogia SC Braga e fala de pessoas "subservientes" que querem "tachinhos"

Na antevisão do jogo com o SC Braga, marcado para esta quarta-feira, a contar para a segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal, Sérgio Conceição referiu-se a algumas incidências do último dérbi, mostrou-se desagradado …

Arábia Saudita. Repórteres sem Fronteiras pedem acusação do príncipe herdeiro pela morte de Khashoggi

A organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) entrou com uma ação judicial na Alemanha, na qual pede a acusação do príncipe herdeiro saudita Mohammed Bin Salman por crimes contra a humanidade, incluindo o assassinato do jornalista …

População prisional reduziu 18% nos últimos quatro anos

A ministra da Justiça salientou hoje que, nos últimos quatro anos, a população prisional baixou de 13.779, no final de 2016, para 11.300 no final de 2020, o que traduz uma redução de cerca de …

"A rebeldia de João Félix". Imprensa espanhola destaca o temperamento do avançado

João Félix volta a ser o centro das atenções da imprensa desportiva espanhola, depois de na última jornada da La Liga o internacional português celebrar o seu golo com recurso a alguns palavrões em direção …

Debaixo de fogo devido a comparações a Hitler, Amazon altera ícone da sua aplicação

A Amazon mudou o novo logótipo da sua aplicação de smartphone depois de várias vozes críticas terem comparado a imagem ao ditador alemão Adolf Hitler. A gigante do comércio eletrónico lançou o novo ícone em janeiro …

Este ano não vai haver NOS Primavera Sound. Festival regressa em 2022

Após já ter sido adiada de 2020 para 2021, a 9ª edição volta a ser reagendada e já tem novas datas. O NOS Primavera Sound é o primeiro grande festival de verão português a anunciar …

Vice-presidente do Zimbabué demite-se após acusações de abuso sexual

O vice-presidente do Zimbabué, Kembo Mohadi, acusado de assédio sexual, anunciou esta segunda-feira a sua demissão do cargo, tendo reafirmado a sua inocência. "Demito-me do cargo de vice-presidente da República do Zimbabué com efeito imediato", escreveu …

Variante inglesa em 29 países europeus. Estirpe do Brasil mais transmissível (e ilude sistema imunitário)

A variante britânica do SARS-CoV-2, presente em 29 países da União Europeia, é responsável por mais de metade das infeções totais. A estirpe detetada no Brasil, apesar de pouco prevalecente na Europa, pode ter uma …

EUA extraditam pai e filho acusados de ajudar Ghosn a fugir do Japão

Dois norte-americanos, pai e filho, procurados por ajudar o ex-presidente da Nissan, Carlos Ghosn, a escapar do Japão numa caixa, foram entregues à custódia japonesa esta segunda-feira. De acordo com o jornal britânico The Guardian, Michael …