“Governo saudita deu a ordem” para matar Khashoggi

Em entrevista ao El Mundo, a namorada do jornalista saudita Jamal Khashoggi afirma que a ordem que determinou a sua morte foi dada pelo Governo da Arábia Saudita.

Em entrevista ao diário espanhol El Mundo, a namorada de Jamal Khashoggi afirma que a ordem que determinou a morte do jornalista, assassinado a 2 de outubro do ano passado, foi dada pelo Governo da Arábia Saudita. Apesar de se recusar a apontar um nome concreto, afirma que a ordem partiu de cima.

“Quem o matou foi um grupo de pessoas. Não foi só uma. Os culpados são todos aqueles que estiveram implicados no crime. A pessoa que ordenou, as que cometeram o crime e as que ajudaram a levá-lo a cabo”, diz Hatice Cengiz.

Nem perante a insistência do jornalista, a viúva avançou um nome. “Quem deu a ordem foi o governo saudita. Quero evitar culpar uma pessoa em concreto. Não estou em posição de julgar ninguém. Mesmo que pudesse fazê-lo, não o faria porque isso não vai mudar a realidade”, disse a turca de 38 anos.

Ainda assim, a namorada do jornalista diz que todos sabem que detém o poder no país do seu noivo. “Só direi que todos sabem quem controla tudo na Arábia Saudita. É um país onde tudo está debaixo de controlo”, afirmou.

“No Médio Oriente não é fácil ter respostas claras para tudo, mesmo quando temos todos os dados na mão. Sou sincera e otimista. É preciso esperar pelo final da investigação. Creio que o tempo trará justiça”, rematou.

Hatice Cengiz estava com Jamal Khashoggi no dia em que o jornalista foi visto pela última vez a entrar no consulado saudita em Istambul, na Turquia. Khashoggi ia tratar de alguns documentos necessários para o seu casamento, mas não voltou a sair.

A noiva esteve três horas do lado de fora do consulado à espera do seu noivo, mas em vão. Hatice acabou por avisar as autoridades, como Jamal lhe tinha dito para fazer, caso não saísse do consulado.

O corpo do jornalista nunca apareceu, mas as autoridades sauditas acreditam que Khashoggi foi morto no interior do consulado, sendo provável que tenha sido desmembrado. Os seus restos mortais deverão ter sido colocados em cinco malas, retirados do interior do edifício, e levados para casa do embaixador saudita.

As informações que foram surgido com o seguimento da investigação apontavam para o envolvimento do príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Homicídios disparam na maioria das cidades norte-americanas durante a pandemia

O número de homicídios cometidos em solo norte-americano disparou na maioria das cidades do país na primeira metade de 2020, comparativamente com o mesmo período do ano passado, revela uma investigação do New York Times. …

Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana. O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a …

Sérgio Figueiredo deixa direção de informação da TVI

Sérgio Figueiredo saiu do cargo de diretor de informação da TVI, anuncia a estação de televisão em comunicado enviado às redações. A cessação de funções é efetiva a partir desta sexta (10) e põe fim a …

Dinamarca lança "passaporte covid-19"

O Governo da Dinamarca lançou o "passaporte covid-19", um documento que atesta que o portador do mesmo não teve um resultado positivo ao novo coronavírus recentemente. Deverá ser utilizado em viagens internas ou externas. De …

Mais oito mortes e 342 novos casos. Mais 305 pessoas dadas como recuperadas

Portugal regista este sábado mais oito mortes por covid-19 e mais 342 casos confirmados em relação a sexta-feira, segundo dados da Direção-Geral de Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico diário da DGS, há 46.221 casos …

Ainda há esperança para os gorilas mais raros do mundo. Foram fotografados com crias

Os gorilas do rio Cross, os mais raros do mundo, foram fotografados na Nigéria com algumas crias, aumentando a esperança para esta espécie de primatas. A fotografias foram divulgadas por uma organização não-governamental nigeriana, a …

"Já sofreu muito". Trump comuta pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comutou a pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone, que foi condenado em fevereiro a 40 meses de prisão, anunciou sexta-feira a Casa Branca. Roger …

Armas, droga, sucata e prostituição financiam neonazis portugueses (mas lucros não vão todos para a causa)

Os grupos neonazis portugueses são "bastante desorganizados" e financiam-se com dinheiro obtido em negócios ilícitos, como o tráfico de armas, de droga e de mulheres para prostituição e a sucata. Mas os ganhos obtidos não …

"Nem de perto nem de longe". DGS não recomenda reabertura de parques infantis

A reabertura de parques infantis não é “nem de perto nem de longe” recomendada pela Direção-Geral de Saúde (DGS), disse a diretora-geral que explicou que as crianças devem brincar no modelo de “bolhas familiares”. “Pela sua …

Pastor presbiteriano é o novo (e quarto) ministro da Educação de Bolsonaro

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, nomeou esta sexta-feira o professor e pastor presbiteriano Milton Ribeiro para ministro da Educação, sucedendo no cargo a Carlos Decotelli, que se demitiu antes de tomar posse. É o quarto ministro …