“Governo saudita deu a ordem” para matar Khashoggi

Em entrevista ao El Mundo, a namorada do jornalista saudita Jamal Khashoggi afirma que a ordem que determinou a sua morte foi dada pelo Governo da Arábia Saudita.

Em entrevista ao diário espanhol El Mundo, a namorada de Jamal Khashoggi afirma que a ordem que determinou a morte do jornalista, assassinado a 2 de outubro do ano passado, foi dada pelo Governo da Arábia Saudita. Apesar de se recusar a apontar um nome concreto, afirma que a ordem partiu de cima.

“Quem o matou foi um grupo de pessoas. Não foi só uma. Os culpados são todos aqueles que estiveram implicados no crime. A pessoa que ordenou, as que cometeram o crime e as que ajudaram a levá-lo a cabo”, diz Hatice Cengiz.

Nem perante a insistência do jornalista, a viúva avançou um nome. “Quem deu a ordem foi o governo saudita. Quero evitar culpar uma pessoa em concreto. Não estou em posição de julgar ninguém. Mesmo que pudesse fazê-lo, não o faria porque isso não vai mudar a realidade”, disse a turca de 38 anos.

Ainda assim, a namorada do jornalista diz que todos sabem que detém o poder no país do seu noivo. “Só direi que todos sabem quem controla tudo na Arábia Saudita. É um país onde tudo está debaixo de controlo”, afirmou.

“No Médio Oriente não é fácil ter respostas claras para tudo, mesmo quando temos todos os dados na mão. Sou sincera e otimista. É preciso esperar pelo final da investigação. Creio que o tempo trará justiça”, rematou.

Hatice Cengiz estava com Jamal Khashoggi no dia em que o jornalista foi visto pela última vez a entrar no consulado saudita em Istambul, na Turquia. Khashoggi ia tratar de alguns documentos necessários para o seu casamento, mas não voltou a sair.

A noiva esteve três horas do lado de fora do consulado à espera do seu noivo, mas em vão. Hatice acabou por avisar as autoridades, como Jamal lhe tinha dito para fazer, caso não saísse do consulado.

O corpo do jornalista nunca apareceu, mas as autoridades sauditas acreditam que Khashoggi foi morto no interior do consulado, sendo provável que tenha sido desmembrado. Os seus restos mortais deverão ter sido colocados em cinco malas, retirados do interior do edifício, e levados para casa do embaixador saudita.

As informações que foram surgido com o seguimento da investigação apontavam para o envolvimento do príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma cidade na Venezuela que é "invisível"

Guanta está lá, embora não seja fácil vê-la. Vistas a partir de El Morro, do outro lado da baía, as suas luzes piscam sob uma nuvem baixa. É uma nuvem diferente das outras, mais espessa, mais …

Há novas regras para subir ao Everest. E é preciso apresentar currículo

O Nepal acaba de anunciar novas regras para escalar o Evereste. Com 8848 metros de altitude, é a montanha mais alta do mundo e verdadeira obsessão para alguns alpinistas, colecionadores de cumes, e cujo número …

"Não há comida, nem dinheiro". Bolsonaro reduz horário do exército

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse esta sexta-feira que todo o país "está sem dinheiro", o que levará o Exército a trabalhar em horário reduzido, acrescentando que há falta de comida para os recrutas. "O Exército …

“Vacinada contra o socialismo”, Zita Seabra troca PSD pelo Iniciativa Liberal

A ex-dirigente comunista Zita Seabra, que até há poucos meses era militante do PSD, deixou os sociais-democratas para os trocar pela recém-criada Iniciativa Liberal. Zita Seabra disse ao Expresso que acredita que “os caminhos para refazer …

O bom gigante que quis voltar agora não quer sair

O Sporting ainda está a preparar o plantel para a época que acaba de arrancar, e a cada vez mais provável permanência de Bruno Fernandes obriga a SAD a vender alguns dos seus ativos. Bas …

"Lá vai o 'experto' dos pneumáticos". Ana Gomes volta a provocar Luís Filipe Vieira

A ex-eurodeputada socialista, Ana Gomes, utilizou um artigo publicado na revista económica norte-americana Forbes para voltar ao tema do financiamento de clubes de futebol. Nas redes sociais, Ana Gomes provocou o "experto dos pneumáticos" com a …

Fenprof acusa Governo de eleitoralismo com antecipação de colocação de docentes

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) acusou o Ministério da Educação de ter mais interesse nas eleições do que nas escolas e nos professores, comentando desta forma a antecipação da divulgação das listas de colocação …

Guimarães vê perigo em pedreiras e fecha estrada. Ministério do Ambiente não

A freguesia de Airão Santa Maria tem uma estrada encerrada entre duas pedreiras desde março. A Câmara Municipal de Guimarães entendeu que estava em causa a segurança da população e mandou cortar o caminho com …

Água do mar está mais fria no Algarve do que no Minho (e já se sabe porquê)

Nas regiões mais a sul do país, em especial na costa ocidental mas mesmo em algumas zonas do Algarve, a água do mar está mais fria do que no norte do país. A culpa, escreve o …

A despesa pública nunca foi tão pouco produtiva

Apenas um em cada seis euros gastos pelo Estado português tem hoje impacto direto positivo no crescimento da economia a longo prazo. Os dados atualmente disponíveis só vão até 2017, mas os mínimos agora atingidos prenunciam …