Governo revê medidas de combate à covid-19 na próxima semana. Confinamento é para evitar

Manuel De Almeida / Lusa

O Governo vai avaliar, na próxima semana, as medidas que possam vir a ser necessárias para fazer face ao aumento do número de casos de covid-19.

O Governo manifestou, esta quinta-feira, disponibilidade total para rever as medidas necessárias para acompanhar a evolução da pandemia de covid-19, remetendo para a próxima semana a decisão sobre as regras a aplicar na quinzena seguinte.

No briefing do Conselho de Ministros, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, foi questionada sobre as medidas a tomar no âmbito do combate à pandemia. “Para a semana é o momento de rever o conjunto de regras que aplicamos e que revemos quinzenalmente e os números que estamos a conhecer neste momento são os números que tínhamos previsto até que acontecessem já há alguns dias”, disse.

É nesse quadro de avaliação da evolução que a pandemia tem tido nas últimas semanas que, de acordo com Mariana Vieira da Silva, na próxima semana o Governo vai tomar as decisões necessárias, explicando que neste momento não tem condições de as antecipar uma vez que é preciso fazer avaliações.

A disponibilidade de revisão das medidas é total“, garantiu a governante.

Ainda assim, a ministra reiterou que se procurará sempre evitar “um cenário de confinamento total e generalizado” uma vez que o país dificilmente pode viver de novo com essa situação.

“Tomaremos sempre as medidas necessárias para cada momento da evolução da pandemia. Nunca tomaremos medidas que não consideremos necessárias e teremos, como já o fizemos no passado, sempre a capacidade de recuar em medidas que tomámos e que, entretanto, precisem de ser revertidas”, assegurou.

Portugal voltou a ultrapassar a barreira das mil infeções diárias por covid-19 esta quinta-feira, atingindo 1278 casos, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. Desde o início da pandemia, em março, este é o segundo maior número de casos de infeção. O maior foi em 10 de abril com 1516.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. quem tem 70 milhoes para futilidades como decorar gabinetes de ministros ! deve ter dado muito mais a Universidades e outros organismos que querem fazer investigaçao do covid – 19 ou sera que nao ! eu ainda nao ouvi dizer nada !!

RESPONDER

Marcelo cria nova equipa em Belém para controlar "bazuca" europeia

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, criou uma equipa para manter uma vigilância apertada sobre a gestão do dinheiro que chega da "bazuca" europeia. Marcelo Rebelo de Sousa criou uma nova equipa para a …

Espanha vai proibir viagens durante a Páscoa. França, Hungria e Brasil com novas restrições

Espanha prepara-se para aprovar um plano de desconfinamento para as próximas semanas, particularmente para a Páscoa, que prevê a proibição de viajar entre as suas comunidades autónomas e um recolher obrigatório entre as 22h00 e …

FBI detém funcionário de Donald Trump pela invasão ao Capitólio

O Departamento Federal de Investigação (FBI) deteve na quinta-feira um funcionário do ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump pela invasão ao Capitólio a 6 de janeiro, noticiaram os media norte-americanos. Trata-se de Federico Klein, um homem …

Bebidas, fatos e centro "fantasma". Presidência portuguesa da UE debaixo de fogo após gastos "incomuns"

A presidência portuguesa do Conselho Europeu está no olho do furacão depois de uma reportagem que evidencia as "despesas incomuns" com bebidas, fatos e um centro de imprensa "fantasma", em contratos que custaram "centenas de …

Padres, provedores e autarcas. MP investiga casos de vacinação indevida

A investigação do Ministério Público (MP) e da Polícia Judiciária (PJ) conta já com 33 casos suspeitos de vacinação indevida, estendendo-se a padres, provedores de misericórdias, administradores hospitalares e autarcas. Desde o início da campanha da …

Atrasos na vacina da Pfizer condicionam vacinação de doentes de risco entre os 65 e os 79

A vacinação de doentes de risco entre 65 e os 79 anos está condicionada pela chegada de mais vacinas da Pfizer. Na união Europeia, Portugal é o quinto país com a percentagem mais elevada de doses …

Há uma geringonça (sem Bloco) a discutir quinzenalmente a execução orçamental

No ano passado, a abstenção do PCP de um empurrão na aprovação do Orçamento do Estado. O partido de Jerónimo de Sousa não desiste de exercer influência e de se consolidar como parceiro do Governo, …

Um jogo tem hora e meia, mas em Portugal só se jogam, em média, 49 minutos

Esta época, em média, o tempo útil de jogo na primeira divisão portuguesa é de apenas 49,26 minutos. Os árbitros são bodes expiatórios deste registo. Dizem as regras do futebol que um jogo tem 90 minutos, …

Governo não tem "qualquer intenção de nacionalizar a Groundforce"

O ministro das Infraestruturas garantiu, esta quinta-feira, que "o Governo não tem qualquer intenção de nacionalizar a Groundforce", dizendo acreditar que "o acionista privado vai compreender" que tem de dar garantias à TAP para receber …

Jogador mais caro da história do FC Porto vai reforçar o Portimonense

O FC Porto pagou 20 milhões de euros por Giannelli Imbula em 2015. O médio franco-congolês prepara-se agora para assinar pelo Portimonense como jogador livre. Giannelli Imbula está esta sexta-feira em Portimão para assinar contrato com …