Governo apanhado de “surpresa” pede “bom-senso” aos motoristas

Rui Minderico / Lusa

O ministro das Infraestruturas e da Habitação disse que foi apanhado de surpresa pela “ameaça de pré-aviso de greve” dos motoristas de mercadorias e de matérias perigosas e apelou “ao bom-senso” e ao regresso às negociações.

Pedro Nuno Santos falava aos jornalistas à margem da apresentação do programa de Disponibilização de Património do Estado para Arrendamento Acessível, em Lisboa.

No sábado, o 1.º Congresso Nacional dos Motoristas, que decorreu em Santarém, com cerca de três centenas de motoristas, aprovou, por unanimidade, entregar no dia 15 um pré-aviso de greve a partir de 12 de agosto, por tempo indeterminado, até entrar em vigor o novo Contrato Coletivo de Trabalho (CCT) para o setor, que prevê um aumento do salário base de 100 euros nos próximos três anos.

Questionado sobre o assunto, o ministro das Infraestruturas começou por dizer que “o trabalho entre as partes tem decorrido com toda a normalidade”, incluindo propostas e contrapropostas. Por isso, “foi com surpresa que fomos apanhados por mais esta ameaça de pré-aviso de greve. Eu quero apenas nesta fase apelar ao bom-senso, ao regresso às negociações, ao abandono do pré-aviso de greve”, afirmou o governante.

“Não podemos estar sistematicamente num processo negocial com ameaças de greve, não é assim que se negoceia, não deve ser assim que se negoceia“, considerou.

“Tem havido abertura de todas as partes para que se continue a trabalhar, por isso a única coisa que neste momento posso fazer é apelar a que os trabalhadores do setor dos motoristas possam voltar à mesa de negociações”, apontou. O ministro explicou que foi apanhado de surpresa porque “não há dados verdadeiramente novos que justifiquem um pré-aviso de greve”, reiterou o governante.

Questionado sobre se o Governo está preparado para uma eventual greve em agosto, garantiu que sim. “Em primeiro lugar, espero que não haja greve, em segundo lugar o Governo português tomará todas as medidas para defender o povo português, para defender o país, para defender a economia, (…) estamos obviamente preparados”.

“Agora eu espero sinceramente que isso não aconteça porque os trabalhadores do setor estão na iminência de ter um acordo muito importante, com um aumento do ponto de vista salarial muito relevante, muito acima daquilo que é a média dos trabalhadores em Portugal e, por isso, eu espero que não se perca esta oportunidade”, rematou.

ANTRAM acusa motoristas de chantagem

A Associação Nacional de Transportadores Públicos, Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) acusa o Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) de fazer chantagem com os patrões e com o país, ao ameaçar com uma nova greve em agosto.

Em declarações à Rádio Renascença, o advogado da ANTRAM, André Matias Almeida, acusa o SNMMP de rasgar o entendimento assinado.

“Eu não acredito que haja associados deste sindicato que possam assinar um documento num dia para, passado um mês, virem dizer: ‘está aqui um pré-aviso de greve, porque nós não queremos que isto seja assim’. Isto não é negociar, isto é chantagear não só a ANTRAM, mas o país, ao abrigo de um incontestável poder que já perceberam que têm, que é parar o país”, afirma André Matias Almeida.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Em recuperação, Navalny fala sobre envenenamento. “Foi um projeto pessoal de Putin que falhou"

Em entrevista ao canal de televisão inependente Dozhd TV, Alexei Navalny, que se encontra em recuperação da tentativa de assassinato com o agente químico Novichok, garante que ninguém o vai parar e lança farpas a …

Hotelaria pressiona Governo. Quer que turistas com estadias marcadas possam circular entre concelhos

A proibição de deslocação entre concelhos entre dia 30 de outubro e 3 de novembro de modo a evitar contágios agradou a alguns, mas não ao setor hoteleiro, que quer ser deixado de fora da …

Ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa suspensa a partir de hoje (e durante 45 dias)

A Transtejo tinha informado que a ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa estaria suspensa a partir desta segunda-feira, por 45 dias, devido a obras, mas será assegurado transporte rodoviário até ao terminal de Almada. “A …

Nagorno-Karabakh. Arménia e Azerbaijão acusam-se mutuamente de violação de novo cessar-fogo

A Arménia e o Azerbaijão trocaram esta segunda-feira acusações pela violação de um novo cessar-fogo acordado no domingo para pôr fim às hostilidades no enclave de Nagorno-Karabakh, que deveria ter entrado hoje em vigor. A Arménia …

Venezuela testou molécula que "anula a 100%" o novo coronavírus

O Presidente da Venezuela anunciou, este domingo, que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que "anula 100%" o novo coronavírus. "O IVIC testou uma molécula usada para tratar …

Com a bancarrota a caminho, Governo Sócrates vendeu quase 80% dos imóveis públicos

Numa altura em que o país já estava em situação complicada, com o cenário de bancarrota no horizonte, o último Governo de José Sócrates vendeu quase 80% do património imobiliário público em apenas dois anos. Estes …

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, houve centenas de festas ilegais e álcool na rua

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, foram muitos os que ignoraram as restrições. A polícia espanhola foi obrigada a intervir em centenas de festas ilegais e numa festa ao ar livre com mais …

Casa Branca admite que EUA não poderão controlar pandemia. Biden acusa Trump de ter desistido

A Casa Branca admitiu este domingo que os EUA não poderão controlar a pandemia por ser tão contagiosa, numa mudança à postura de minimização da gravidade da crise, numa altura em que há novos recordes …

GNR obrigada a intervir no GP de Fórmula 1. Bastonário diz que evento foi um "insulto" aos profissionais de saúde

O circuito de Portimão teve de fechar algumas bancadas para garantir o distanciamento dos 27.500 espetadores autorizados pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Pelo menos em duas foi necessária a intervenção da GNR. Em comunicado, a GNR …

Governo atira-se ao Bloco de Esquerda. Voto contra é "incompreensível"

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, afirmou que "o Governo considera incompreensível que não possa contar com o Bloco de Esquerda" para aprovar o Orçamento do …