Governo nega intervenção na isenção de IMI a filhos de Vieira

Olivier Hoslet / EPA

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O Ministério das Finanças garante que “não teve qualquer intervenção” na isenção de IMI de um prédio de uma empresa gerida pelos filhos do presidente do Benfica. À chegada a Bruxelas, Centeno diz que “não há polémica nenhuma”.

Em comunicado, citado pelo Diário de Notícias, o Ministério das Finanças esclarece que “não tem qualquer intervenção na atribuição das isenções de IMI previstas no artigo 71, n.º 7, do Estatuto dos Benefícios Fiscais (EBF)”

Este artigo estabelece que “os prédios urbanos objeto de ações de reabilitação são passíveis de isenção de imposto municipal sobre imóveis por um período de cinco anos, a contar do ano, inclusive, da conclusão da mesma reabilitação, podendo ser renovada por um período adicional de cinco anos”, lê-se.

A nota indica que essas isenções “são atribuídas mediante deliberação do município” e que “com base nesta deliberação que é genérica – os serviços camarários comunicam as situações concretas aos Serviços de Finanças do local de situação dos imóveis que, por sua vez, procedem ao averbamento das isenções em execução da referida comunicação”.

“O Ministro das Finanças assegura que em momento algum teve qualquer contacto com o Presidente do Sport Lisboa e Benfica, ou qualquer outra pessoa, a propósito de temas que se relacionem com interesses patrimoniais do Benfica ou da família do seu presidente”.

Entretanto, em Bruxelas, Mário Centeno também já reagiu à notícia do Correio da Manhã, que dá conta que a PJ está a investigar a isenção de IMI de um prédio de uma empresa gerida pelos filhos de Luís Filipe Vieira, logo depois de o ministro ter pedido dois convites para a bancada presidencial dos encarnados.

“Pai, já cá canta!!!!! Sem o teu empurrão não íamos lá”, terá escrito Tiago Vieira a 24 de março de 2017, a partir do email da Promovalor, sociedade da família.

Centeno garante que “não há polémica rigorosamente nenhuma” e que “há um cumprimento escrupuloso do Código de Conduta a que todos os membros do Governo estão obrigados”.

O novo presidente do Eurogrupo acrescentou ainda que a decisão de pedir bilhetes aos encarnados está relacionada com “questões de segurança que são muito relevantes para os membros do Governo e que são avaliadas com o corpo de segurança pessoal, e foi apenas esse o contexto que levou a essa decisão, nada mais do que isso”.

Questionado sobre se tenciona voltar a pedir bilhetes para assistir ao vivo a encontros do Benfica, Centeno disse que “isso agora é uma questão que não se põe”, mas apontou que “todas as decisões são tomadas sempre com os mesmos princípios”.

“Há, e como eu lhe disse, as questões de segurança que acabei de referir que são determinantes nas nossas tomadas de posições, mas também posso dizer que há 45 anos que vejo jogos do Benfica e não espero deixar de os ver nos próximos tempos”, concluiu.

Em reação ao caso, o primeiro-ministro António Costa também já disse, no fim-de-semana, que se Centeno pediu bilhetes “é porque certamente tinha boas razões para o fazer”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. “Pai, já cá canta!!!!! Sem o teu empurrão não íamos lá”

    Não marca golos mas faz grandes assistências! O Vieira foi a melhor contratação do Benfica!

RESPONDER

Hospital de Évora fez pagamentos indevidos a médicos

O Tribunal de Contas detetou pagamentos ilegais a médicos com funções de gestão de 2015 a 2018 e concluiu que dois técnicos superiores foram nomeados administradores do Hospital de Évora sem reunirem os requisitos legais …

"Infortúnios" vão chegar "mais cedo do que o esperado". Marcelo pede mais crescimento económico

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, diz que o país precisa de mais crescimento económico. "Este que temos não chega", porque "os infortúnios" vão chegar mais cedo do que o previsto. Esta terça-feira, o …

Arqueólogo encontra dezenas de sítios maia graças a um mapa online gratuito

Um arqueólogo norte-americano descobriu 27 sítios maias com 3.000 anos graças a um mapa online gratuito, escreve o jornal The New York Times. Takeshi Inomata, arqueólogo da Universidade do Arizona, nos Estado Unidos, utilizou um mapa …

39 pessoas encontradas mortas dentro de um camião no Reino Unido

Um camião foi encontrado, esta quarta-feira, em Essex, no Reino Unido, com 39 pessoas sem vida no seu interior. O condutor já foi detido. Segundo o The Guardian, as autoridades britânicas já iniciaram uma investigação, depois …

Hospital das Forças Armadas não operou um único doente do SNS

O Hospital das Forças Armadas (HFAR) ainda não apresentou qualquer candidatura para ser “convencionado pelo Serviço Nacional de Saúde”. No ano passado, os ministérios da Defesa e da Saúde assinaram um acordo para que o Hospital …

Chuvas torrenciais fazem um morto em Espanha e inundações em França

Em Espanha, uma pessoa morreu e pelo menos outras duas estão desaparecidas. No sul de França, a tempestade Dana também já causou várias inundações. Segundo o jornal La Vanguardia, as chuvas torrenciais registadas, esta madrugada, na …

Falta de condições para emergência médica obriga INEM a transferir helicóptero para Viseu

A falta de condições para operações de emergência médica no heliporto de Santa Comba Dão obrigou o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) a transferir o seu helicóptero para o aeródromo de Viseu, foi anunciado …

Macacos "arrasaram" humanos num simples jogo de computador

Quando se trata de ganhar jogos e resolver quebra-cabeças, às vezes os macacos fazem-no de forma mais inteligente do que os humanos. Para além das suas incríveis capacidades físicas, os macacos também mostram uma incrível "flexibilidade …

Morreu Marieke Vervoort, a campeã paralímpica belga que recorreu à eutanásia

Morreu Marieke Vervoort, de 40 anos, que sofria de uma doença muscular degenerativa sem cura. Decidiu pôr termo à vida com recurso à morte assistida. A belga era campeã paralímpica com conquistas de medalhas de ouro …

China pode substituir chefe de governo de Hong Kong face aos recentes protestos

A China estará a equacionar substituir Carrie Lam, chefe do governo de Hong Kong, por um líder interino, na sequência dos protestos violentos que decorrem na cidade há cinco meses. De acordo com o Financial Times, …