Governo não consegue encontrar informações sobre reuniões das PPP rodoviárias

O Ministério das Infraestruturas não conseguiu localizar as informações sobre as reuniões relativas às Parcerias Público-Privadas (PPP) rodoviárias, realizadas durante o governo de José Sócrates, que estão a ser investigadas pelo Ministério Público (MP).

A informação é avançada esta segunda-feira pelo Correio da Manhã, que adianta que, no final de agosto, quatro meses após o Ministério Público (MP) ter pedido a informação, Isabel Marques, chefe de gabinete do secretário de Estado das Infraestruturas Jorge Delgado, informou que “não foi possível obter a informação pretendida apesar de todas as diligências realizadas”.

Em maio, explica o CM, o MP solicitou ao Ministério das Infraestruturas o envio “da lista indicativa das reuniões ocorridas em 2007 e 15 de julho de 2010, e da identificação dos participantes em cada uma delas” sobre a renegociação das concessões SCUT entre membros do Governo, pessoal dos gabinetes e representantes das concessionárias. Foi ainda pedida a mesma informação relativa “às reuniões ocorridas em 2009 e no 1º semestre de 2010”, sobre as subconcessões.

Nestas reuniões, segundo o CM, foram discutidas 10 autoestradas: as subconcessões do Algarve Litoral, Transmontana, Baixo Alentejo, Douro Interior e Litoral Oeste; e as concessões da Estradas do Norte, Costa de Prata, Grande Porto, Beiras Litoral e Alta, e Grande Lisboa .

Logo em maio, o Ministério das Infraestruturas explicou que estava a ter dificuldades em chegar à informação pretendida. Em causa estavam os condicionalismos impostos pela pandemia, o facto de os documentos mais antigos terem sido enviados para o arquivo central do Estado e o facto de o acervo documental do antigo Ministério das Obras Públicas ter passado para o Ministério da Economia em 2011.

Quando as reuniões terão sido realizadas, o Ministério das Obras Públicas foi liderado por Mário Lino, ministro de 2005 a outubro de 2009, e António Mendonça, ministro de outubro de 2009 a junho de 2011 Paulo Campos era o secretário de Estado das Obras Públicas. O registo das reuniões e entradas de pessoas nos edifícios eram da responsabilidade da então Secretaria-Geral desse ministério, segundo o CM.

A investigação em torno das PPP rodoviárias arrancou em 2011, implicando suspeitas em torno do pacote de subconcessões lançado pelo Governo de Sócrates e das renegociações de contratos para introdução das portagens nas ex-SCUT. O Estado terá sido lesado em 3,5 milhões de euros por decisões tomadas entre 2009 e 2011.

Mário Lino, António Mendonça, Teixeira dos Santos, Costa Pina e Paulo Campos são cinco dos 11 arguidos no caso PPP rodoviárias.

  ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Soldados do exército chinês alinhados.

Chinesas querem "empregos de homem" — mas o sistema educacional corta-lhes as asas

Várias escolas, academia e universidades chinesas impõe cotas que limitam o acesso de estudantes do sexo feminino. Mulheres têm de tirar notas mais altas do que os homens para entrar. Um pouco por todo o mundo …

"A Escola de Atenas", quadro de Rafael Sanzio.

Ideias da filosofia grega podem ter-nos conduzido às alterações climáticas

Algumas das ideias defendidas por antigos filósofos gregos podem ter conduzido a civilização rumo às alterações climáticas. Incêndios florestais causados por ventos crescentes e um calor sem precedentes cercaram Atenas, Grécia, no verão passado, cobrindo os …

Vizela 0-1 Benfica | Milagre de São Rafa no último suspiro

A ressaca pós-goleada frente ao Bayern, na Liga dos Campeões, foi difícil para o Benfica. Os comandados de Jorge Jesus sentiram muitas dificuldades frente a um Vizela que sabia que o seu adversário iria patentear …

Otoniel, o camponês paramilitar (e criminoso mais procurado da Colômbia) foi capturado

O governo da Colômbia anunciou este sábado a captura do narcotraficante mais procurado do país, Dairo Antonio Úsuga (com a alcunha de 'Otoniel'), por quem os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de cinco milhões de …

"Tratam as doentes como histéricas". O longo caminho da Medicina até levar a sério a dor feminina está a custar vidas

Muitos dos avanços na medicina tiveram apenas metade da população em conta. Para além da falta de representação das mulheres nos estudos médicos, a dor e os relatos das pacientes são muitas vezes desvalorizados nas …

Bloco faz ultimato: vota contra o OE se até 4ª feira o Governo "insistir em impor recusas"

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou este domingo que o BE votará contra o orçamento se até quarta-feira “o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços”, mantendo, no …

Nova faca de madeira é três vezes mais afiada do que as de aço - e pode ser lavada após ser usada

Através do uso de métodos alternativos, uma equipa de cientistas criou uma nova forma endurecida da madeira que pode ser transformada em facas afiadas. A equipa da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, refere que as …

Áustria planeia confinar quem não estiver vacinado contra covid-19

O governo austríaco anunciou que, se ocupação de camas de Unidades de Cuidados Intensivos com pacientes covid-19 atingir nível crítico, pessoas não imunizadas poderão sair de casa apenas em casos excepcionais, como compras essenciais e …

"Deixa os homens cantar". Ex-paraquedistas vaiam e pedem demissão do ministro da Defesa

Centenas de ex-paraquedistas vaiaram e pediram hoje a demissão do ministro da Defesa e do Chefe do Estado Maior do Exército durante a cerimónia militar nas comemorações do Dia do Exército, em Aveiro. A iniciativa, que …

Portugal com mais quatro óbitos e 604 casos de covid-19

Portugal regista hoje mais 604 novos casos de covid-19 confirmados e quatro óbitos pela doença, assim como mais 243 pessoas recuperadas e menos internamentos em enfermaria e unidades de cuidados intensivos, segundo o boletim oficial. De …