Governo aperta cerco aos negócios dos políticos

-

As empresas vão ter que reportar às autoridades negócios efectuados com políticos e ex-políticos, conforme prevê uma proposta de Lei do Governo que visa prevenir os crimes de “colarinho branco”.

O jornal Público teve acesso a essa proposta de Lei do Governo que já foi entregue na Assembleia da República e que obriga empresas financeiras e não financeiras a vigiarem os negócios com uma “pessoa politicamente exposta” (PPE), ou seja, com políticos, ex-políticos, juízes de tribunais superiores e seus familiares mais próximos e sócios.

A medida abrange os actuais detentores de cargos públicos e aqueles que tenham desempenhado funções políticas ou públicas nos últimos 12 meses.

A proposta de Lei do Governo transpõe recomendações do Grupo de Acção Financeira Internacional e de uma directiva europeia, conforme destaca o Público, salientando que as empresas ficam obrigadas a identificar “situações de risco dos seus clientes” e a comunicarem-nas às autoridades “sempre que se depararem com operações suspeitas”.

Actualmente, as empresas já estão obrigadas a reportarem situações de risco, mas a nova proposta do Executivo alarga as regras já existentes, abrangendo sectores que vão desde o imobiliário ao jogo, passando por agentes desportivos, negociadores de diamantes, sociedades de advogados, auditoras, consultoras, contabilistas ou notários.

“O que esta proposta de lei faz é um alargamento do âmbito destes reportes, como um alargamento do tipo de operações abrangidas e ainda em termos de valor ou das entidades envolvidas”, destaca o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Fernando Rocha Andrade, em declarações ao Público.

Assim, quando um cliente se dirigir a uma empresa abrangida pela nova proposta de Lei, será obrigado a preencher um formulário onde será inquirido sobre o seu trabalho e currículo. Com estes dados, a empresa poderá classificá-lo como PPE e logo, comunicar o caso às autoridades.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Inteiramente de acordo com a medida do governo.
    Se avançar em pleno, muita “careca” se vai descobrir, pois vai permitir perceber para onde vão as camadas de chulos que têm os Kus sentados naquelas cadeiras do parlamento, só para se promoverem, para ganharem contactos e influências. Alguns são de carreira mas muitos há que vão lá fazer 4 ou 8 aninhos, á nossa conta, faltam que se farta e, saídos de lá é vê-los irem para “administradores de empresas” com as quais desenvolveram relações enquanto brincavam aos deputados, terem interesses em empresas que concorrem em concursos publicos, etc, etc, tudo á socapa, mas legal, como convém. Pode ser que esta Lei lhes troque as voltas. Espero que sim.
    Já agora, o Passos de Massamá, falava tanto em “transparência” e não se lembrou de fazer nada deste género, pelo contrário, na epoca dele voaram 10 mil milhões para off-shores e o freguês não sabia (ou não quiz saber, ou andava distraído, ou não tinha metade do conhecimento do que se passava no seu governo, o mostra a sua incompetência).

  2. Se for como aconteceu no Fisco com dinheiros desviados para paraísos fiscais e que ficaram no segredo dos deuses…

RESPONDER

"Monarquia criminosa". Parlamento declara Catalunha republicana e não reconhece o rei

O Parlamento catalão aprovou esta sexta-feira uma resolução na qual declara que “a Catalunha é republicana e, portanto, não reconhece nem quer ter um rei”, rotulando a monarquia de “criminosa”. A resolução foi aprovada em sessão …

Novo método deteta metais tóxicos em alimentos e água em apenas algumas horas

Uma equipa de cientistas da Universidade de Joanesburgo, na África do Sul, desenvolveu um método sensível para detetar níveis perigosos de metais pesados em alguns alimentos e água. Os vestígios de metais como chumbo (Pb), arsénico …

Meghan Markle vence primeira batalha judicial contra jornal britânico

A Duquesa de Sussex conseguiu que o Tribunal Superior de Londres optasse por manter anónima a identidade das suas cinco amigas, como parte da ação legal que está a ser levada a cabo. O 39º aniversário …

Cientistas obrigados a rebatizar dezenas de genes humanos. A culpa é do Excel

Só no ano passado, os cientistas viram-se obrigados a mudar os nomes de 27 genes humanos por causa de um erro de leitura do Microsoft Excel. Tal como explica o portal The Verge, que avança …

"Vai continuar a queimar". Covid-19 é mais parecida com um fogo florestal do que com ondas e picos

Com o surgimento do novo coronavírus no mundo, vários especialistas previam que este iria surgir em ondas e picos. Agora a visão de futuro é outra e os especialistas dizem que a pandemia se compara …

Mudanças climáticas podem vir a causar mais mortes do que a covid-19, alerta Bill Gates

  As mudanças climáticas podem custar muito mais vidas nas próximas décadas do que a pandemia do novo coronavírus (covid-19). O alerta é do co-fundador da Microsoft, Bill Gates, que, através de uma reflexão no seu …

Descoberta a primeira disrupção gigante nas nuvens de Vénus

Uma equipa internacional de cientistas, que incluiu um investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), descobriu a "primeira disrupção gigante" nas nuvens de Vénus que tem fustigado as zonas profundas da atmosfera …

TVI aposta em estúdio a Norte. Nuno Santos quer Informação mais ao estilo da SIC Notícias do que da CMTV

O diretor-geral da TVI, Nuno Santos, afirmou, em entrevista ao jornal Público, que a estação de Queluz de Baixo vai apostar num estúdio no Norte, revelando ainda que pretende mudar a Informação do canal mais …

Fair-play financeiro. UEFA mantém restrições ao FC Porto

A UEFA informou, esta sexta-feira, que o FC Porto "cumpriu parcialmente as metas estabelecidas para a época 2019/20" a nível do fair-play financeiro e que vai manter as restrições impostas ao clube azul e branco. "O …

Procuradora-geral de Nova Iorque quer dissolver NRA após investigação de fraude

A procuradora-geral de Nova Iorque anunciou, esta quinta-feira, ter movido um processo judicial contra a National Rifle Association (NRA), depois de uma investigação que mostra que os seus dirigentes desviaram milhões de dólares para benefício …