Governador do Banco de Portugal defende separação de gastos nos Orçamentos do Estado

Andre Kosters / Lusa

O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, defendeu que deve existir uma separação orçamental entre gastos associados à pandemia de covid-19 e outros gastos correntes do Estado, de forma a apelar à compreensão dos mercados financeiros.

“Tem de ficar claro que há uma segregação de dívida que resulta de um facto particular, que não é recorrente e que vai ser absorvido de forma determinada por uma afetação de receitas futuras ao longo de um período longo, e assim o mercado compreende”, disse Carlos Costa, numa entrevista este sábado publicada no semanário Expresso.

Para o governador do Banco de Portugal, “o orçamento de 2021 não deve ter por base o orçamento de 2020 mais o retificativo, deve ter por base o orçamento de 2019 e deve ficar lá uma categoria à parte”, dedicada à pandemia de covid-19.

Caso essa segregação não aconteça, Carlos Costa adverte que se cria “um erro com graves consequências na perceção do mercado”.

“Tem de existir separação, segregação, que é para não haver contágio nem haver tentações de tomar o défice de 2020 como métrica dos défices seguintes. O défice de 2020 para os orçamentos seguintes deve ser aquele que está no orçamento atual. Há um outro orçamento, que é o orçamento de resposta ao meteorito que nos atingiu, que é uma espécie de despesa excecional”, prosseguiu.

Questionado sobre se deve existir uma dívida registada como impacto da pandemia e outra sem, Carlos Costa assinalou que se deve “explicar aos mercados isso para perceberem que não há nenhum risco”, dando a entender que na despesa corrente se forme, ao longo do tempo, “uma poupança para diluir ou para absorver a dívida que foi constituída” pela pandemia.

Carlos Costa defende a separação de orçamentos “para impedir que haja uma gestão irracional das finanças públicas no futuro, porque se vão confundir questões que resultam do choque com questões correntes”, acrescentando que isso “não significa política austeritária”, mas “apenas consolidação das finanças no horizonte que já vinha de trás”.

O governador do BdP considerou ainda que a resposta do Banco Central Europeu à crise foi “mais do que suficiente”, e defende que da parte da União Europeia “se concretize um programa que esteja à altura da dimensão do choque”.

“A aceitação da ideia europeia vai depender muito da forma como transmitirmos à população e aos cidadãos a noção de solidariedade e de pertença a uma casa comum”, assinalou.

A ideia da separação dos registos já tinha sido avançada pela Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO), que apelou a “uma inovação no registo contabilístico que promova a segregação do relato financeiro das medidas covid-19 no seio das contas de cada subsetor e da conta consolidada das Administrações Públicas”. O Governo apresentará o orçamento suplementar durante o mês de junho.

// Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Luís Duque e Luiz Andrade fizeram entregas de 225 mil euros em dinheiro

Luís Duque e Luiz Andrade fizeram entregas em dinheiro na tesouraria da SAD do Desportivo das Aves no valor de 225 mil euros. Auditoria aponta para práticas que violam a lei sobre o branqueamento de …

Lisboa está em "planalto". Subida de casos justificada por estratégia de rastreio intensivo

O crescimento de novos casos de covid-19 na região de Lisboa e Vale do Tejo deve-se à adoção de uma estratégia de rastreio intensivo, com 14 mil testes nos últimos dias, justificou este sábado a …

Por George Floyd, milhares de portugueses manifestam-se contra o racismo

Milhares de portugueses manifestaram-se, este sábado, contra o racismo em Lisboa, Porto, Braga, Coimbra e Viseu. Em causa está a morte de George Floyd, nos Estados Unidos. Mais de cinco mil pessoas participaram hoje à tarde …

Touradas regressam quando "estiverem aprovadas regras" pela DGS

A ministra da Cultura, Graça Fonseca, disse hoje que os espetáculos tauromáquicos vão poder ser retomados “assim que as regras” para esse reinício “estiverem aprovadas pela Direção-Geral da Saúde”, devido à pandemia da Covid-19. Numa visita …

Maddie terá entrado em veículo de matrícula alemã em Espanha após o desaparecimento

Uma testemunha diz ter visto uma criança parecida com Madeleine McCann a entrar numa carrinha de matrícula alemã, em Espanha, acompanhada de um homem, poucas semanas após o seu desaparecimento. A informação consta de um arquivo …

Primeiro dia das eleições do FC Porto com mais de quatro mil votantes

O primeiro dia das eleições do FC Porto não podia ter sido "melhor", estimou Matos Fernandes, presidente da Mesa da Assembleia Geral do clube, relevando que este sábado 4.036 sócios que se dirigiram ao Dragão …

Novo dispositivo produz energia a partir das sombras

Em dias chuvosos e com pouca luz solar, seria uma mais-valia se pudéssemos usar a sombra dos objetos para obter energia elétrica. A solução desenvolvida por Swee Ching Tan, cientista de materiais na Universidade Nacional …

Estômago de dinossauro preservou a sua última refeição durante 110 milhões de anos

Cientistas canadianos analisaram a última refeição de um anquilossauro nodossóide, com 110 milhões de anos, ainda na sua barriga fossilizada. De acordo com o site Science Alert, este dinossauro herbívoro de 1300 quilos – Borealopelta markmitchelli – descoberto …

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …