“A Google sabe sempre onde são os primeiros surtos de gripe”

Hoje em dia, “há uma tendência para disponibilizar tudo na Internet”, o que pode ser perigoso e ter consequências para toda a vida. O alerta é da presidente da Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD) que destaca o “poder” da Google, frisando que “sabe sempre onde são os primeiros surtos de gripe”.

“Não é por acaso que a Google criou uma empresa na área da saúde“, considera a presidente da CNPD, Filipa Calvão, em entrevista ao Público, notando que o motor de busca tem “mais informação de saúde do que qualquer estabelecimento hospitalar”.

A Google “consegue determinar onde há maior predominância de gripe” e “sabe sempre primeiro onde são os primeiros surtos, com as pessoas a queixarem-se ou a fazerem buscas na Internet”, sustenta Filipa Calvão.

A responsável lembra ainda que a Google sabe “o nosso nome, seja porque temos um email ou porque usamos redes sociais onde a informação é cruzada”, admitindo que este verdadeiro Big Brother é “um bocadinho angustiante”.

Numa entrevista de balanço da entrada em vigor do Regulamento Geral de Protecção de Dados (RGPD), que visa homogeneizar as normas de privacidade de protecção de dados na União Europeia, Filipa Calvão entende que a nova Lei gerou alguma “apreensão” e “histeria”. “Houve exageros e alguma precipitação“, assume.

A presidente da CNPD repara que, hoje em dia, “há uma tendência para disponibilizar tudo na Internet”, nomeadamente até por parte de entidades públicas. “O Código de Procedimento Administrativo promove a publicação de muita coisa no site das entidades públicas”, salienta, frisando que “o legislador nacional não ponderou bem as coisas”.

“É importante haver um controlo público — por exemplo, na distribuição de subsídios — mas é preciso pensar nas consequências para as pessoas que são objecto daqueles apoios”, diz, realçando que “há famílias com crianças que precisam daqueles subsídios e a publicitação na Internet, por parte das escolas por exemplo, estigmatiza-as“.

“A informação que recebeu o subsídio “x” fica para a vida”, nota Filipa Calvão, reparando que “há empresas que vivem de recolher dados, de os misturar e cruzar” e que “vão criando perfis sobre as pessoas“. “Quando numa análise desta informação vai este dado de que o indivíduo é pobre, este perfil vai reproduzir-se quase automaticamente ao longo da vida daquela pessoa”, o que gera uma “estigmatização no acesso a seguros, a empréstimos para compra de casa ou carro”, alerta.

Tudo isto condiciona a vida. É costume dizer-se nos algoritmos que quando se é pobre nunca mais se enriquece”, salienta a presidente da CNPD, concluindo que “é preciso ter alguma cautela com a informação disponibilizada na Internet”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma nova maneira de medir a gravidade da Terra

Uma equipa de cientistas descobriu uma nova forma única de medir a gravidade da Terra. O método anterior envolvia medir a influência da gravidade nos átomos, rastreando a rapidez com que os átomos caíam. O problema …

Detetado pela primeira vez vapor de água na Europa, a lua de Júpiter

Uma equipa internacional de cientistas confirmou a presença de vapor de água na superfície de Europa, um dos quatro satélites naturais de Júpiter, revelou a agência espacial norte-americana (NASA). "Os elementos químicos essenciais (carbono, hidrogénio, …

Pela primeira vez, uma astronauta corrige página da Wikipédia a partir do Espaço

Pela primeira vez na história da Humanidade, a astronauta norte-americana Christina H. Koch fez a edição de uma página da Wikipedia na Internet a partir da Estação Espacial Internacional (EEI), enquanto orbitava o planeta Terra. A …

Rover Mars 2020 vai procurar fósseis microscópicos

Cientistas do rover Mars 2020 da NASA descobriram o que poderá ser um dos melhores locais para procurar sinais de vida antiga na Cratera Jezero, onde o veículo vai pousar no dia 18 de fevereiro …

MP quer passar a ouvir todas as crianças expostas a violência doméstica

A procuradora-geral da República quer que os magistrados do Ministério Público peçam sempre ao juiz de instrução criminal que as crianças expostas a violência doméstica sejam ouvidas em tribunal para memória futura. A procuradora-geral da República, …

Greta Thunberg no Parlamento entre final do mês e início de dezembro

A ativista sueca aceitou participar numa sessão na Assembleia da República, em Lisboa, promovida pela comissão parlamentar de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, que se realizará entre o final deste mês e início de …

Phineas Fisher. O "hacker fantoche" que está a pagar para piratearem bancos e petrolíferas

Phineas Fisher é um hackers mais infames do mundo e procura agora renovar esse estatuto ao oferecer 100 mil dólares a quem piratear instituições capitalistas, como bancos e empresas petrolíferas. O hacker ficou conhecido após ter …

Conselho Superior da Magistratura arquiva processo disciplinar a Carlos Alexandre

O Conselho Superior da Magistratura decidiu arquivar o processo disciplinar relativo ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal por declarações sobre o sorteio da fase de instrução do processo Operação Marquês. "O plenário de hoje do …

Jardins e complexo de estufas descobertos num dos bunker de Hitler

Um grupo de especialistas descobriu jardins e um complexo de estufas, que serviu para cultivar legumes e frutas, num dos maiores quartéis generais de Adolf Hitler durante a II Guerra Mundial, o bunker conhecido como …

Ataque a Alcochete. Advogados pedem impugnação do auto de notícia da GNR

Uma discrepância nas datas de elaboração e de assinatura do auto de notícia que relata a invasão à academia do Sporting motivou, esta terça-feira, a apresentação de um requerimento de impugnação subscrito por vários advogados. No …