Geringonça já discute Orçamento. Costa prepara-se para a crise

Manuel de Almeida / Lusa

Já arrancaram as negociações para o Orçamento do Estado para 2019, com elementos do Governo socialista a encontrarem-se com o PCP, depois de um primeiro encontro com o Bloco de Esquerda. E com a tensão que paira no seio da “geringonça”, Costa vai lançando avisos na antecipação de uma provável crise.

A reunião formal de topo entre o Governo socialista e o PCP, para discutir o Orçamento do Estado para 2019 (OE2019), realizou-se esta terça-feira, no Terreiro do Paço, em Lisboa, disseram à agência Lusa fontes ligadas ao processo.

O encontro aconteceu sem informação prévia à comunicação social e num dia em que o primeiro-ministro, António Costa, enviou alguns recados aos parceiros de esquerda, durante as jornadas parlamentares do PS no Alentejo.

“Não estamos nem arrependidos, nem com vontade de mudar“, frisou Costa, sublinhando, contudo, que o último ano de legislatura não pode ser eleitoralista. Antes disso, já o líder parlamentar do PS, Carlos César, tinha apelado ao sentido de responsabilidade de Bloco de Esquerda (BE), PCP e Os Verdes.

“Tenho a certeza de que todos partem para esta negociação do [Orçamento do Estado para 2019] com o mesmo espírito construtivo“, frisou ainda Costa.

“Não será por ser ano de eleições que vamos sacrificar a boa governação ao eleitoralismo“, acrescentou o primeiro-ministro, frisando que não é pela proximidade das eleições que se vai “pôr em causa tudo aquilo que conquistámos duramente ao longo dos últimos três anos”.

Os recados a BE e PCP surgem numa altura de tensão no seio da “geringonça”, nomeadamente por causa da greve dos professores devido aos moldes de descongelamento das carreiras.

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, manteve também as duras críticas às alterações à lei laboral preconizadas pelo executivo, bem como à crescente convergência com PSD e CDS-PP por parte dos socialistas.

Jerónimo pediu ainda a manutenção do rumo traçado em 2015, queixando-se de que o “rompimento com a política de direita” nunca aconteceu de facto.

O secretário-geral do PCP também se queixou da “pressão inaceitável” por parte do primeiro-ministro e do Presidente da República que têm vincado a importância de aprovar o OE2019, para que não haja uma crise política.

Marcelo Rebelo de Sousa voltou a vincar esta ideia no final de uma festa da Casa Pia de Lisboa, no Jardim Vasco da Gama, em Belém.

“Espero que, no fim deste processo todo, haja um Orçamento que chegue às minhas mãos para promulgar”, salientou o chefe de Estado, alertando que, dada a conjuntura económica, nomeadamente com “o risco de uma guerra comercial na Europa”, “juntar a essa situação qualquer tipo de ruído ou de crise não é bom para Portugal“.

“O mundo não acaba com esta legislatura”

Costa, por seu turno, vai declarando que nenhuma negociação do Orçamento é “fácil”, “mas também não tenho visto nenhum que fosse impossível”, diz.

“Não acredito que o PEV, o PCP ou o BE queiram pôr em causa aquilo que tem sido o sucesso desta solução governativa“, acrescenta, deixando mais um recado aos aliados de “geringonça”.

“O mundo não acaba com esta legislatura”, continua Costa no mesmo tom de aviso, numa altura em que se continua a falar de um Bloco Central entre PS e PSD, e quando Rui Rio tem mantido um discurso muito pouco crítico relativamente ao primeiro-ministro. Marques Mendes já disse que o presidente do PSD mais parece “o número dois de António Costa“.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Este é o OE mais fácil para Costa.
    Bloco de Esquerda e PCP estão totalmente domesticados, e seja o que Costa incluir no OE, os extremistas engolem juntamente com uma dúzia de sapos vivos, cara alegre, e assinam !
    Não arriscam eleições antecipadas. A geringonça, para eles, também é uma ratoeira.
    Manter a esquerda no poder é mais importante do que qualquer política esquerdista.
    Viva o Cinismo e o Oportunismo !!

    • Pois… vamos lá ver se não há “irrevogáveis”, como o outro que dizia que nunca iria para a politica porque a politica era para os medíocres e para tachos e, depois de estar mais de 20 anos na politica foi para a Mota-Engil!!

  2. Eles andam todos a ver o que mais lhe convém. O Povo é o que menos lhes interessa. Desde que seja para ganhar votos fazem tudo. Deitar a geringonça abaixo eu mantê-la a ranger em banho maria. Destilam massa cinzenta a fazer contas aos votos que podem ter da próxima vez. O resto que se lixe. O meu voto não chincam eles…!

  3. Um país de pantanas (saúde, educação, etc) e a geringonçada mais preocupada como caçar votos daqui a um ano. Estamos a profundar a nossa vil pobreza.

Prisão preventiva para hacker português suspeito de invadir sistema do tribunal eleitoral do Brasil

O hacker suspeito de invadir o sistema informático do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil, detido no sábado em Portugal, ficou esta segunda-feira em prisão preventiva, disse à agência Lusa fonte ligada ao processo. A PJ, …

Chefe do Governo Hong Kong revela ter "pilhas de dinheiro" em casa por causa das sanções norte-americanas

A chefe do Governo de Hong Kong, Carrie Lam, revelou esta semana ter "pilhas de dinheiro" em casa por causa das sanções norte-americanas. Em declarações à International Business Channel, a líder do Executivo de Hong Kong …

António Mexia e Manso Neto vão deixar gestão da EDP

Os presidentes executivos da EDP e da EDP Renováveis, António Mexia e Manso Neto, ambos suspensos de funções, manifestaram-se indisponíveis para voltar a integrar os órgãos sociais do grupo num novo mandato. Em comunicado à Comissão …

João Ferreira desafia Marcelo a assumir candidatura "o quanto antes"

  João Ferreira, candidato comunista às presidenciais, acredita, como os "todos" os portugueses, que Marcelo Rebelo de Sousa será recandidato, mas desafiou-o esta segunda-feira a dizê-lo "quanto antes", por "uma questão de transparência". “Já todos perceberam o …

Irão. Líder Supremo pede punição pela morte de cientista que liderou programa nuclear

O líder supremo do Irão, o Ayatollah Ali Khamenei, exigiu no sábado punição pela morte do cientista Mohsen Fakhrizadeh, que liderou o programa nuclear de Teerão, enquanto a República Islâmica culpa Israel pelo assassinato. Israel, há muito …

Portugal é o país da UE mais próximo de atingir metas climáticas para 2030

Portugal é o país da União Europeia (UE) mais perto de atingir as suas metas climáticas de redução de emissões até 2030, relativamente aos níveis de 2005, segundo um relatório esta segunda-feira publicado pela Comissão …

Novos casos aumentam mais de 50% em oito concelhos do Norte

O número de novos casos de infeção no Norte aumentou mais de 50% em oito concelhos da região, seis dos quais no distrito de Vila Real e dois em Bragança, segundo o relatório da Administração …

União Europeia convida Joe Biden para cimeira presencial durante presidência portuguesa em 2021

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, convidou o Presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, para uma cimeira presencial no primeiro semestre de 2021, durante a presidência portuguesa da União Europeia. Fontes europeias informaram que …

Maior controlo nas fronteiras não foi eficaz para conter o vírus, diz Cabrita

O ministro da Administração Interna considerou esta segunda-feira que o maior controlo nas fronteiras internas do espaço Schengen, durante os primeiros meses da pandemia, não foi eficaz para conter o novo coronavírus. “Ao nível das fronteiras …

Hospitais de Coimbra estão "muito próximos" do limite de capacidade

O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) está "muito próximo do limite de capacidade" de resposta à covid-19, devido à falta de recursos humanos, disse esta segunda-feira o presidente do conselho de administração da …