General que lidera o SIRESP apresenta demissão

(dr) Presidência da República

O general Manuel Silva Couto com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

O Diário de Notícias avança, esta quinta-feira, que o general que lidera o SIRESP apresentou demissão, tendo invocado “razões pessoais”.

De acordo com o Diário de Notícias, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, já recebeu o pedido de demissão do general Manuel Couto, que foi nomeado há pouco mais de um ano para liderar o SIRESP.

O jornal apurou que foram invocadas “razões pessoais” pelo líder do SIRESP para a sua renúncia ao cargo e que a mesma deverá acontecer já no final deste mês. O jornal online Observador tentou confirmar esta informação junto da tutela, mas sem sucesso, “para já”.



A notícia desta demissão acontece um dia depois de o CEO da Altice Portugal, Alexandre Fonseca, ter dito, em entrevista à agência Lusa e ao DN, que não teve “qualquer tipo de contacto por parte do SIRESP” sobre a continuidade do contrato, pelo que lhe parece que a rede de emergência “vai acabar no dia 30 de junho”.

“Do que depende da Altice, a mim parece-me que o SIRESP vai acabar a 30 de junho de 2021 [último dia do contrato]”, uma vez que não há “de facto em cima da mesa uma perspetiva de continuidade, de negociações contratuais”, considerou o presidente da Altice, empresa que assegura a manutenção deste sistema de comunicações.

Segundo o Diário de Notícias, esta será uma das razões para que Manuel Couto tivesse decidido apresentar a demissão. Quando tomou posse, há um ano, o general fez um alerta para esta situação e, em março, voltou a fazê-lo, através de um um memorando.

As declarações do presidente da Altice Portugal fizeram soar os alarmes entre autarcas e bombeiros, que querem que o Governo mantenha a rede de emergência.

Recorde-se que o Estado português comprou por sete milhões de euros a parte dos operadores privados, Altice e Motorola, no SIRESP, ficando com 100%, numa transferência que aconteceu em dezembro de 2019. Desde essa altura que o Estado tem um contrato com a Altice e Motorola para fornecer o serviço até junho de 2021.

Depois dos incêndios de 2017, quando foram públicas as falhas no sistema, foram feitas várias alterações ao SIRESP, passando a rede a estar dotada com mais 451 antenas satélite e 18 unidades de redundância elétrica.

Na terça-feira, na comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Eduardo Cabrita disse que está programada “uma reforma profunda que passa pela integração numa única entidade de tudo aquilo que são bases de dados, sistemas de comunicação do Ministério da Administração Interna” – como a “rede nacional de segurança interna, o SIRESP, o 112”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A Altice continua a ser dos maiores parasitas pendurados no Estado!…
    Espero que seja desta que se livram dessa praga a começar pelo SIRESP…

RESPONDER

Robôs "burros" trabalham em conjunto para realizar tarefas complexas

Uma nova pesquisa mostra que, ao mesmo tempo que aumentam as interações magnéticas, um enxame de robôs dispersos, chamados BOBbots, pode reunir-se em aglomerados compactos para realizar tarefas complexas. Fazer com que um enxame de robôs …

O uso doméstico de carvão na China resulta em mortes prematuras

Um novo estudo indica que, na China, a poluição da queima de carvão residencial causa um número desproporcional de mortes prematuras por exposição a poluentes minúsculos inaláveis, conhecidos como PM2.5. A combustão do carvão por centrais …

Estudo alerta para níveis preocupantes de produtos químicos tóxicos no leite materno

Um novo estudo, que analisou o leite materno de mulheres americanas quanto à contaminação por PFAS, detetou o produto químico tóxico em todas as 50 amostras testadas, e em níveis quase 2.000 vezes mais altos …

Dinheiro, imóveis e arte. João Rendeiro perde fortuna para o Estado

Um milhão e meio de euros em numerário, contas e ativos bancários, obras de arte e quatro imóveis em Lisboa, Cascais e Oeiras vão ser arrestados a João Rendeiro, ex-presidente do Banco Privado Português (BPP). Segundo …

A primeira eco-casa impressa em 3D "nasceu" em Itália

A empresa de impressão 3D WASP e o Mario Cucinella Architects concluíram a casa TECLA. É o primeiro modelo de habitação eco-sustentável a ser construído a partir de matérias-primas locais usando tecnologia de impressão 3D.  O …

Partido de Le Pen desviou 6,8 milhões de fundos europeus, segundo jornal francês

O partido francês de extrema-direita União Nacional (RN, sigla original), liderado por Marine Le Pen, terá desviado 6,8 milhões de euros de fundos do Parlamento Europeu, revela este domingo um inquérito policial noticiado pelo Le …

Proporção divina. Antiga fórmula grega pode ser responsável pelo sucesso dos musicais

Desde 1972, quando "Jesus Christ Superstar" estreou na Broadway, os mais populares musicais quase unanimemente empregaram uma fórmula centenária conhecida como “a proporção divina” - e, surpreendentemente, parecem tê-lo feito acidentalmente. A proporção divina é um …

Egito já iniciou obras de alargamento do Canal do Suez

A Autoridade do Canal do Suez iniciou este sábado obras para ampliar dez quilómetros do troço sul, onde o navio Ever Given encalhou em março passado, causando o bloqueio de uma das vias de navegação …

Museu do Prado descobre erro de 500 anos numa das suas esculturas

O Museu do Prado, em Madrid, descobriu que uma das suas esculturas, que se pensava ser do século XV, é afinal uma obra do século XX. Em comunicado, o museu espanhol explicou que a escultura – …

Costa entrou em “modo avestruz” e Cabrita é uma “mancha”. Líder do CSD não poupa nas críticas

Francisco Rodrigues dos Santos fez duras críticas ao primeiro-ministro, António Costa, e ao ministro da Administração Interna, Eduarda Cabrita. O presidente do CDS-PP disse que o primeiro-ministro entrou "em modo avestruz no caso João Galamba" referindo-se …