Grávidas vacinadas passam anticorpos para os bebés, revelam pesquisas

Estudos em fase preliminar revelaram que as grávidas passam para os fetos os anticorpos adquiridos após a toma da vacina para a covid-19.

Segundo noticiou no domingo o Washington Post, vários estudos preliminares mostraram que grávidas que receberam a vacina de mRNA – como as das farmacêuticas Pfizer ou da Moderna – tinham anticorpos para a covid-19 no sangue do cordão umbilical.

Outro estudo encontrou anticorpos no leite materno, o que significa que parte da imunidade pode ser transferida para as crianças durante a gravidez e após o nascimento.

De acordo com a vice-presidente de obstetrícia da Duke University, Brenna Hughes, esses artigos – ainda não revistos ​​pelos pares – são “os primeiros a mostrar o que esperávamos que fosse verdade, que essas vacinas poderiam” proteger o feto. Através destes estudos, pode ser provado que “as vacinas fornecem proteção ao feto em desenvolvimento”, frisou.

Uma profissional de saúde da Florida, nos Estados Unidos (EUA), foi vacinada três semanas antes de dar à luz uma menina com anticorpos contra a covid-19, informou a CBS News.

Num dos estudos, Paul Giblert e Chad Rudnick escreveram que “os anticorpos são detetáveis ​​numa amostra de sangue do cordão umbilical de recém-nascidos após uma única dose da vacina Moderna para a covid-19. Portanto, há potencial para proteção e redução do risco de infeção com vacinação materna”.

Noutra investigação, comprovou-se que as grávidas que se recuperam da doença podem passar a sua imunidade natural para os filhos.

Outro dos estudos – também não revisto pelos pares -, examinou 131 mulheres vacinadas, 84 das quais grávidas. Este mostrou que, com a toma da vacina, a proteção das mulheres grávidas foi semelhante à conseguida pelas que não estavam grávidas.

Andrea Edlow, especialista em medicina materno-fetal do Massachusetts General Hospital, co-autora do estudo, disse à CBS News: “Os anticorpos gerados pela vacina foram detetados no sangue do cordão umbilical de todos os 10 bebés que nasceram durante o nosso período de estudos”.

“Os nossos dados sugerem que receber ambas as injeções da vacina de mRNA leva a uma melhor transferência de anticorpos para os recém-nascidos”, acrescentou.

Taísa Pagno Taísa Pagno //

PARTILHAR

RESPONDER

Irão já está a enriquecer urânio a 60%

O Irão avisou e já está a cumprir. Menos de uma semana depois de ter acusado Israel de um ataque contra a sua principal central nuclear, o país diz estar a enriquecer urânio com uma …

Salvini vai a julgamento em Itália por bloqueio de migrantes em navio

Matteo Salvini, líder do partido de extrema-direita italiano Liga, vai ser julgado por acusações de sequestro pela sua decisão de impedir o desembarque de 147 migrantes resgatados no Mediterrâneo pela Open Arms, em agosto de …

Maldivas ponderam oferecer vacinas aos turistas

As Maldivas estão a ponderar dar aos turistas a vacina contra covid-19 quando chegarem para férias, de modo a incentivar o turismo. As Maldivas estão prontas para enfrentar a concorrência acessa assim que o turismo reabrir …

SOS Racismo diz que SEF atentava contra direitos dos imigrantes e aplaude extinção

O Governo decidiu extinguir o SEF e substituí-lo pelo novo Serviço de Estrangeiros e Asilo, com diferentes moldes de funcionamento. A associação SOS Racismo congratulou-se este sábado com a extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras …

Vem aí a Transporter, a van elétrica (e totalmente autónoma) para serviços de entregas

A Mobileye, uma subsidiária da Intel, fechou uma parceria com a startup Udelv para lançar um serviço de entregas em grande escala e com veículos totalmente autónomos já em 2023. A Mobileye, uma subsidiária da Intel …

Ensino à distância roubou a muitos universitários a licenciatura de que estavam à espera

A pandemia de covid-19 obrigou o ensino superior a reinventar-se e se alguns cursos conseguiram adotar o modelo online sem prejuízos, noutros casos o ensino a distância impediu aulas práticas, roubando aos estudantes a licenciatura …

Fernando Medina de pedra e cal em Lisboa. Carlos Moedas não ameaça socialista

Numa sondagem feita pela Intercampus para o jornal Novo, a coligação PSD-CDS surge mais de 20 pontos percentuais abaixo do provável recandidato socialista.  Fernando Medina poderá reforçar em cinco pontos percentuais a votação que teve em …

No Brasil, mais de 40 pessoas foram vacinadas por engano contra a covid-19

O caso está a gerar polémica no Brasil, uma vez que, entre o grupo vacinado, está uma grávida e crianças com idades entre os seis meses e seis anos. Um total de 46 pessoas que precisavam …

O último adeus ao príncipe Filipe, duque de Edimburgo

O funeral do príncipe Filipe, que faleceu há uma semana com 99 anos, esteve em preparação durante 18 anos. O próprio duque de Edimburgo esteve envolvido no seu último adeus, que se realizou este sábado …

Qual foi o dia "mais aborrecido" da História? Um cientista de computação respondeu

Qual foi o dia mais aborrecido da História? Em 2010, um cientista de computação decidiu investigar e chegou a uma resposta: 11 de abril de 1954. Em 2010, o cientista de computação William Tunstall-Pedoe decidiu usar …